Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Desde a infância, as mãos postas, ajoelhado, / Rezando ao pés de minha mãe, que o vejo, / Segue-me sempre… E ora da vida ao fim.” Alberto de Oliveira

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.