Fernando Machado

Blog

Noticias da Bahia

Uma nova fase da Operação Faroeste mira a desembargadora Sandra Inês Rusciolelli, do Tribunal de Justiça da Bahia. Desta vez, os agentes da Polícia Federal cumprem mandado de prisão temporária contra a magistrada e dois advogados acusados de irregularidades no tribunal. Os mandados foram autorizados pelo Superior Tribunal de Justiça. Além de Sandra Inês, segunda desembargadora presa na operação deflagrada pela PF e que mira a venda de sentenças no tribunal, um dos advogados detidos nessa nova fase da investigação é o filho dela, apontado como operador financeiro do esquema de fraude.

A desembargadora assinou ano passado, uma decisão que dava posse a um ex-prefeito de Formosa do Rio Preto (BA), Domingos Bispo, sobre uma vasta área de terras produtivas (soja e algodão) localizada no oeste baiano e que é objeto de disputas há mais de 30 anos. Trata-se da região rural conhecida como Fazenda São José, em Formosa, que abrange 360 mil hectares. A determinação concedia a Domingos Bispo a posse de terras do imbróglio jurídico entre José Valter Dias e hoje áreas ocupadas pela Bom Jesus Agropecuária. Bispo já foi investigado pela Polícia Federal por suposta prática de grilagem de terras, na década de 1980.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.