Fernando Machado

Blog

Miss Universo 2016

Todas as atenções desta noite estarão voltadas para a TNT que vai transmitir o 65º Miss Universo. O concurso será realizado no Mall of Asia Arena, em Psay, Manila nas Filipinas. Vão participar do evento 86 candidatas. Criado em 1952, em Long Beach, na California, em 1996 foi comprado pelo empresário Donald Trump, quando transferiu a sede para Nova Iorque. Há dois anos o concurso pertence a William Morris Endeavor.

Ieda Maria Vargas Miss Universo de 1963 (Foto: O Cruzeiro)

Nestes 65 anos de concurso o Brasil ganhou somente duas vezes. Em 1963 com a gaucha Ieda Maria Vargas e em 1968 com a baiana Martha Vasconcellos. A vencedora será coroada pela filipna e Miss Universo de 2015 Pia Wurtzbach. O mestre de cerimônia será Steve Harvey e a comentarista a modelo Ashley Graham. Das 86 candidatas passarão para 12 misses, que desfilarão de traje de banho.

Martha Vasconcellos Miss Universo de 1968 (Foto: Manchete)

Na sequencia serão elminadas três e as nove restantes voltam para o palco agora em traje de gala. Mais tres serão eliminadas e ficam seis para serem escolhidas tres. Estas serão entrevistas e dai sairá a vitoriosa. A comissão julgadora será formada pelas Misses Universo Dayanara Torres (1993), Sushmita Sen (1994) e Leila Lopes (2011), além de Mickey Boardman, Cynthia Bailey e Francine LeFrak.

Pia Wurtzbach Miss Universo de 2015 (Foto: Concurso)

Todos me perguntam quem são as favoritas e a vencedora, não quero opinar, porque a vitoriosa quem define não é o júri e sim a coordenação do evento. Os missologos mais aguerridos estão certos da vitória de Raissa Santana (Brasil). Apesar new look. Antes lembrava Elza Soares agora Whitney Houston, mesmo assim acho difícil. Suas pernas são horríveis, parece mais candidata de fitness.

Raissa Santana, Iris Mittenaere e Alena Spodynyuk querem ser Miss Universo (Fotos: Concurso)

Meu Top 10 é esse e pela ordem alfabética: Stefania Bernal (Argentina), Charlene Lestie (Aruba), Andrea Tovar (Colômbia), Iris Mittenaere (França), Kezi Warouw (Indonésia), Kristal Silva (México), Chalita Suansane (Tailândia), Sal Garica (Republica Dominicana), Jaytahi da Silva (Sri Lanka) e Alena Spodynyuk (Ucrânia).

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.