Fernando Machado

Blog

Jogos Olímpicos Rio 2016

Três momentos inesquecíveis da abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Foram o desfile de Gisele Bündchen ao som Garota de Ipanema, de Tom Jobim. O segundo foi Luiz Melodia cantando Aquele Abraço, que onde presta uma homenagem ao Velho Guerreiro, “Alô, alô, seu Chacrinha / Velho guerreiro / Alô, alô, Terezinha / Rio de Janeiro / Alô, alô, seu Chacrinha / Velho palhaço / Alô, alô, Terezinha / Aquele abraço!” e, claro “O Rio de Janeiro continua lindo / O Rio de Janeiro continua sendo / O Rio de Janeiro, fevereiro e março”.

j-yane-marques-afp

Yane Marques surgiu em ritmo de frevo (Foto: AFP)

2016 Rio Olympics - Opening ceremony - Maracana - Rio de Janeiro, Brazil - 05/08/2016. Performers take part in the opening ceremony. REUTERS/Stefan Wermuth FOR EDITORIAL USE ONLY. NOT FOR SALE FOR MARKETING OR ADVERTISING CAMPAIGNS.

Dona Santa e o blog adoraram o maracatu estilizado no Maracanã (Foto: Reuters)

A terceira foi a entrada da delegação brasileira, num traje clássico, bem talhado, porém com estamparia pouco sofisticada, tendo como trilha sonora o segundo hino da nossa terra que Aquarela do Brasil, composta por Ary Barroso em 1933. A quarta foi a beleza de alguns integrantes, salpicadas nas diversas delegações. Os trajes mais bonitos foram as da delegação Estados Unidos, Grã-Bretanha, Austrália, e também as dos países africanos com suas roupas exóticas, mas belíssimas.

2016 Rio Olympics - Opening ceremony - Maracana - Rio de Janeiro, Brazil - 05/08/2016. Flagbearer Michael Phelps (USA) of United States of America leads his contingent during the opening ceremony. REUTERS/Dylan Martinez FOR EDITORIAL USE ONLY. NOT FOR SALE FOR MARKETING OR ADVERTISING CAMPAIGNS.

Michael Phelps arrasou puxando a delegação norte-americana (Foto: Reuters)

j-camarões-reuters

O exotismo dos trajes da delegação de Camarões (Foto: Reuters)

E finalmente o porta-bandeira da Republica do Tonga, Pita Taufatofua, que do alto dos 33 anos, 1m91, e dos 100kg que apesar de ser uma ilha minúscula na Oceania, deu toque de grandeza ao seu país e ao mesmo homenageou o nosso clima tropical, e me fez lembrar a famosa canção de Caetano Veloso, Menino do Rio. Todavia garanto que as mulheres carentes e tribo alegre devem ter saído do Maracanã, cantando a musica de Toquinho: A Tonga da mironga do kabulê.

2016 Rio Olympics - Opening ceremony - Maracana - Rio de Janeiro, Brazil - 05/08/2016. Brazilian top model Gisele Bundchen takes part in the opening ceremony. REUTERS/Damir Sagolj FOR EDITORIAL USE ONLY. NOT FOR SALE FOR MARKETING OR ADVERTISING CAMPAIGNS

Olha que coisa mais linda: Gisele Bündchen by Alexander Herchcovitch (Foto: Reuters)

j-pita-taufatofua-taekwondo-tonga

Olha que malavilha, o porta-bandeira de Tonga, Pita Taufatofua, do taekwondo (Foto: Divulgação)

Para quem não lembra eis a letra “Eu caio de bossa / Eu sou quem eu sou / Eu saio da fossa / Xingando em nagô / Você que ouve e não fala / Você que olha e não vê / Eu vou lhe dar uma pala / Você vai ter que aprender / A tonga da mironga do kabuletê”. / Você que fuma e não traga / E que não paga pra ver / Vou lhe rogar uma praga / Eu vou é mandar você / Pra tonga da mironga do kabuletê”. Viva Pita Taufatofua! Ouça a letra: https://www.youtube.com/watch?v=iiW2ImJLW0c 

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.