Fernando Machado

Blog

Categoria Pausa Poética

Pausa Poética

“Ninguém poderá esgotar com o conhecimento o fundo da doutrina que é Pessoa, e dificilmente poderá conhecer a milésima parte da obra humana escrita sobre a doutrina, que é imensa”. Gustavo Corção (1896/1978)

Pausa Poética

“A moda passa, mas as cicatrizes ficam.” Ivo Pitanguy (1926/2016)

Pausa Poética

“O futuro é incerto e o fim está sempre perto!” Jim Morrison (1943/1971)

Pausa Poética

“Ninguém pode ver nem nos compreender outro o que ele próprio não tiver vivido”. Hermann Hesse (1877/1962)