Fernando Machado

Blog

Categoria Notícias da Caserna

O centenário do herói José Amaro

O soldado José Amaro da Silva (Foto: Acervo da Familia)

Há um século, no dia 20 de maio de 1920, na cidade de Barreiros em Pernambuco, nascia José Amaro da Silva, o único filho de Dona Amara. A partir daí teve início a história de batalhas e vitórias. Foi um dos integrantes da Força Expedicionária Brasileira – FEB na histórica tomada de Monte Castelo na Itália e voltou ao Brasil, carregando essa magnífica vitória em suas costas. De volta, constituiu uma família: 14 filhos, 18 netos e 20 bisnetos. José Amaro foi o melhor patriarca que uma família podia ter tudo o que podia fazer e estava ao seu alcance, ele estava lá pra ajudar.

O descanso do herói da Segunda Guerra (Foto: Acervo da Familia)

Sua neta Rayane Alves relembra que “quantas tardes, passamos sentados ao redor dele ouvindo histórias da vida, tanto de sua infância correndo pelas ruas de Barreiros, quanto as importantes histórias da sua ida à Itália. Quanto conhecimento e bagagem cultural/histórica e vivência popular aprendemos com ele! Hoje é um dia mais que especial, afinal é um século de vida! 100 anos de um amor enorme por esse herói, que muitas vezes algumas lembranças lhe fogem à mente. Mas por nós, ele jamais será esquecido, suas histórias jamais morrerão, e esse orgulho da nossa família nunca mais cessará”.

José Amaro e outros companheiros da FEB, no dia 7 de setembro de 2009 (Foto: Acervo da Familia)

Notícias da Caserna

O Governo Federa, leia-se o Presidente Jair Bolsonaro, aprova o uso de Sistema de Inteligência para combater o crime organizado. Ontem o Exercito entregou 2.400 cestas básicas na Grande Recife, com a participação de 80 militares.

Os soldados descarregando as cestas básicas na Associação dos Pescadores de Brasília Teimosa (Foto: Divulgação)

O Brasil investe mais que a média dos países avançados. O Ministério da Economia mostrou o quadro de Impacto Primário do PIB. O Brasil gastou 4,81%; a média dos países avançados foi de 4,3% e a media dos países emergentes foi de 2,3%.

Notícias da Caserna

O general de divisão Ivan Ferreira Neiva Filho é o novo comandante da 7ª Região Militar. Caso não aconteça nenhum acidente de percurso, a passagem de comando deverá acontecer no dia 23 de abril. General Ivan substitui o general Pedro Paulo de Mello Braga, que passou para a reserva remunerada do Exército.

A Marinha do Brasil abriu inscrições até o dia 16 de abril para o Colégio Naval com 143 vagas para rapazes brasileiros natos, com 15 anos completos e menos de 18 no dia 1º de janeiro de 2021, além do ensino fundamental completo, entre outros requisitos. A taxa de inscrição é de R$ 65.

Coronel Sandra assume a direção do Hospital Militar

A enfermeira Maria Sandra Andrade e o médico Marco Aurélio Nunes Pereira (Foto: Fernando Machado)

Quinta-feira, às 15h, aconteceu à posse da enfermeira Maria Sandra Andrade, como a primeira mulher a ocupar a direção do Hospital Militar de Área do Recife. Antes tivemos a aposição da foto no Gabinete do Diretor do Hospital, do coronel Marco Aurélio Nunes Pereira, que a partir do próximo dia 31 receberá as insígnias de General de Brigada do Exercito. A solenidade foi presidida pelo comandante da 7ª Região Militar, General de Divisão Pedro Paulo de Mello Braga.

O general Carlos Duarte Pontual e Sueli (Foto: Fernando Machado)

Depois aconteceu a cerimônia no pátio do Hospital Militar de Área do Recife, na Boa Vista. Tivemos o desfile da tropa, formada por cerca de 500 militares. Foram executados o Hino do Brasil e o Hino do Expedicionário, pela banda Militar do CMNE, sob a regência Sargento César. Na sequencia falaram o general Braga e o coronel Marco. Então coronel Marco passou a direção para a Coronel Sandra.

General Nilson Ananias e Glaucia (Foto: Fernando Machado)

Ao som do Hino da Saúde, a nova diretora do Hospital passou revista à tropa. E para encerrar ao som do Hino a Guararapes, Fibra de Heróis e do dobrado Batista de Melo a tropa se retirou do local. Concluída a parte oficial aconteceu uma recepção das mais elogiadas no Refeitório dos Oficiais. Outro momento emocionante foi quando a Banda Militar do CMNE executou o Hino do Fluminense, pois o coronel Marco além de carioca é tricolor.

O general Marcio Roland Heise e Maria de Fátima (Foto: Fernando Machado)

Resumo do histórico do Hospital: Em 19 de julho de 1817, o Governador da Província de Pernambuco, Capitão General Luiz do Rego Barreto, autorizou o início das atividades de um Hospital Militar, que utilizou, inicialmente, o pavimento térreo e o primeiro andar do lado norte do Convento de Nossa Senhora do Carmo. O hospital recebeu os militares que estavam internados no Hospital da Misericórdia de Olinda e teve como seu primeiro Diretor o Físico-Mor Dr. José Joaquim de Carvalho.

O coronel Marco Aurélio Nunes Pereira e Margarete (Foto: Fernando Machado)

Um dos integrantes desse Hospital Militar, o Dr. José Eustáquio Gomes, estabeleceu uma escola de cirurgia. Em 1820, foram instituídos, por Decreto, os Hospitais Militares no Brasil e, como tal, foi incluído o Hospital Militar de Pernambuco. Em 1832 o Hospital Militar de Pernambuco foi transformado em Hospital Regimental e transferido para um edifício junto à Igreja da Soledade.

As senhoras Gláucia Ananias, Renata Gomes, Sueli Pontual e Ana Lúcia Jaborandy (Foto: Fernando Machado)

Em 1854, o Ministro da Guerra determinou a construção de um edifício para o Hospital Militar da Corte, na Rua do Hospício. Em 1890, ele passou a se chamar Hospital Militar de 2ª Classe e seu primeiro Diretor foi o Major Médico José de Miranda Cúrio. Em 8 de julho de 1953 passou a ser denominado Hospital Geral do Recife. Finalmente em 7 de outubro de 2009, virou Hospital Militar de Área, recebendo, a partir de 1º de janeiro de 2010, sua atual denominação.

A diretora do Hospital, Maria Sandra Andrade com os filhos Mateus, Artur e Laércio (Foto: Fernando Machado)