Fernando Machado

Blog

Categoria Gastronomia

O Vetro Bistrot = Bom Gosto

Por convite de Sheila Wanderley e João Alberto, que estão cada vez mais apaixonados, fui almoçar domingo no Vetro Bistrot. Boa Viagem ganhou um novo local gastronômico, por sinal muito bonito e cheio de charme. Estamos nos referindo ao restaurante de Luiz Moreira e Marcela Brandt. A decoração, grifada por Humberto Zirpoli, está sensacional. Destaque para as vigas de madeiras, que caem do teto sobre algumas mesas, e muitos toques de vidros, a final de conta vetro em italiano, significa vidro.

O chef Miguel Castilho e restaurateur Luiz Moreira (Foto: Sheila Wanderley)

O Vetro é categorizado elegante e charmoso. As porcelanas são da Vista Alegre by Portugal. Os talheres BSF são de pratas by Alemanha. O cardápio grifado pelo chef argentino Miguel Castilho, é de a gente comer rezando. No cardápio temos 12 opções de entradas; dois tipos de saladas; 14 opções de risotos e pastas; 9 tipos de carnes e peixes; e 7 tipos de sobremesas. No Vetro cabem 90 pessoas. Outro detalhe: o porta mascara, é très chic. Aliando tudo isso, estão à simpatia e a hospitalidade de Luiz Moreira.

Anotações do Cotidiano

A Miss Brasil e 2º lugar no Miss Universo de 1957, Therezinha Morango Pittiliani, comemorou seus 84 anos, no bonito apartamento do Rio de Janeiro, ao lado da família. Foi um encontro dos mais requintados. Presentes Ricardo e Sueli Stambowsky, Isaac, Andrea, Beto, Barbara, Fabrizio e Luciana Pittigliani. By to way: o mestre do cerimonial no Brasil, Ricardo Stambowsky agradeceu o post que publicamos publicamos no dia do aniversário rainha TMS. Gente fina é outra coisa.

Ricardo Stambowsky Sueli, Isaac, Andrea, Therezinha, Beto, Barbara, Fabrizio e Luciana Pittigliani, além do cachorrinho Stark (Foto: Instaram)

Sexta-feira, tivemos o resultado do concurso Mostra Teu Talento. A vencedora foi a pernambucana Vitória Travassos. No segundo lugar ficou Julianna Duarte. Participaram do evento 64 candidatos. No júri estavam, entre outros, André Rio, Léo Coimbra, Davi Marques, Letícia Bastos, Rafael Furtado, Erica Natuza, Bella Schneider, Antônio Bernardi e Marcelove.

Marlene, Julião Konrad & Almoço

 

João Alberto, Sheila Wanderley, Marlene e Julião Konrad (Foto: Fernando Machado)

O bem sucedido empresário gaúcho radicado em Pernambuco, Julião Konrad ao lado da sua esposa, Marlene, ofereceu almoço, sábado, na sua bonita casa de campo de Aldeia, projetada pelo arquiteto Augusto Reinaldo. O local é lindo. Participaram do encontro João Alberto e sua Sheila Wanderley, Rielza e Fred Coutinho Freire, Maria do Carmo Sobral, Frederico Freire, Miriam Konrad e seu filho Bruno.

A professora universitária Maria do Carmo Sobral (Foto: Fernando Machado)

O cardápio de a gente comer rezando de joelhos foi preparado pela própria anfitriã, Marlene Konrad. O pièce de résistance foi cabidela de perua (que estava divina), acompanhada de salada de manga, abacaxi e tomate, arroz e farofa. Para sobremesa famosa nos pampas, Sagu ao creme. Antes foram servidos lingüiças de cordeiro, com queijo e chimichurri, além de paleta de cordeiro e picanha.

Rielza e Fred Coutinho Freire com o filho Frederico (Foto: Fernando Machado)

Sarau, Tempero e Clarice Lispector

A jornalista Theo Camargo, e Lélia Araújo participaram, sábado, do almoço seguido de um Sarau Literário em homenagem ao centenário de Clarice Lispector, no histórico Restaurante Tempero da Rosa, do Hotel Central. O prato de resistência do encontro foi o que a poetisa adorava; Frango à Kiev, uma receita ucraniana (frango empanado recheado com manteiga aromatizada e ervas, acompanhado de batatas e brocólis refogados).

Theo Camargo, Stenberg Lima e Lelia Araujo (Foto: Face)

O evento foi coordenado por Stenberg Lima, coordenador do Grupo Caminhadas Culturais, após a refeição no Sarau fez dueto com Theo Camargo da Crônica de Clarice Lispector: Banhos de Mar. A poetisa fugiu da Ucrânia para Maceió, e em seguida veio para o Recife, residindo inicialmente na Marquez de Olinda, Praça Maciel Pinheiro, e em dois sobrados da Rua da Imperatriz, indo depois morar na Conde da Boa Vista no número 178. Sua mãe, Mania Lispector (née Krimgold), foi enterrada no Cemitério do Barro.