Fernando Machado

Blog

Anotações do Cotidiano

O professor e coordenador do Café Cultural da Fafire, Alexandre Furtado e a professora GIlda Verri, tornam-se membros oficiais do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico de Pernambuco, em sessão magna, no próximo dia 28, também na Fafire. Ele é doutor em Letras e fala fluentemente seis idiomas.

Ontem, durante a inauguração da mostra “Ao Recife o que o Recife não Conhece”, marcando da data da libertação dos sobreviventes do campo de concentração Auschewitz-Birkenau, na Polonia, no Paço Alfândega, foram homenageados alguns dos sobreviventes que vieram na época da II Grande Guerra como Luiz Kano, Pola Berenstein, Suzi Krautamer e Moisés Lederman, este último o mais velho integrante da atual comunidade recifense.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.