Fernando Machado

Blog

Tag voz

Cidadania com Vez e Voz

O projeto Cidadania com Vez e Voz idealizado pela Promotora de Justiça Dalva Cabral, quando assumiu a coordenação do Centro de Apoio Operacional às Promotorias. Hoje, está institucionalizado pelo Ministério Público de Pernambuco. Já foram visitados 26 municípios de Pernambuco e semana passada, realizado o primeiro projeto na Capital, em parceria com o Colégio Santa Maria, que doou livros e cestas básicas para a comunidade de Três Carneiros.

A promotora Dalva Cabral e o professor Borba, do Santa Maria (Foto: Instagram)

O Major PM conversando com essas garotinhas (Foto: Instagram)

A promotora sempre profere uma palestra de abertura sobre os eixos da Cidadania, a comunidade responde formulários sobre políticas públicas, drogas, violência contra idoso, mulher,  pessoa com deficiência, acessibilidade, discriminação, bullying, inclusão social etc e fazemos a escuta ativa, bem como a coleta de denúncias de cada comunidade. Na sequência, buscamos solução e resolutividade. Sem dúvida, um trabalho de muito importante.

Wilfred e as bandas heavy-metal

Pesado – Origem e consolidação do metal em Pernambuco, do jornalista Wilfred Gadêlha, será relançada amanhã, às 19h, no Centro Cultural Correios. Esta segunda edição é revisada, ampliada e publicada pela Cepe Editora. Com 336 páginas, o livro ainda dá direito a QR Code, como uma autêntica trilha sonora de 15 músicas – uma para cada capítulo – escolhidas a dedo pelo autor para acompanhar a leitura.

Humberto Brito (Acervo: Levi Cerqueira)

Após escrever a primeira versão do livro, surgiu o documentário Pesado – que som é esse que vem de Pernambuco, do qual Wilfred foi idealizador. O material audiovisual foi outro sucesso tão de peso que incentivou novas bandas de metal a se formarem e fez outras tantas que estavam paradas ressurgirem. Amparado por pesquisas sociológicas, o livro não se prende a cronologia – vai e volta no tempo diversas vezes sem se perder. “Quem curtia heavy metal nos anos 1970 curte até hoje”, justifica o autor, que tem uma banda de heavy metal, a Will2Kill.

Plague Inside (Acervo de Wilfred Gadelha)

Dividida em três partes – O espaço, O som, A imagem -, a obra dá voz gutural a protagonistas como a primeira banda de heavy metal pernambucana, a Herdeiros de Lúcifer, que fez o primeiro show em 1983. Os poucos headbangers locais que existiam lá pelos anos 1970 foram muito bem acolhidos na loja de discos de som pesado e residência do lendário, esquisitão e gente fina Humberto Luiz de Brito, na Rua da Matriz, 97, na Boa Vista.

Variedades

No próximo dia 27, no Vila Ventura EcoResort, será escolhida entre 30 jovens, a Miss Rio Grande do Sul 2018. Novamente será utilizado aquele projeto de reality show, que é um horror e uma falta de respeito às candidatas. A representante de Arroio do Tigre, Sancler Frantz é considerada a favorita da competição. Os missologos estão apostando tudo neste vitória e ainda a considera como a nova Miss Brasil. Todavia somente a coordenação poderá julgar a queridinha dos gaúchos.

Sancler Frantz tem tudo para ser a vitoriosa (Foto: Face)

As emissoras de rádio do País foram contempladas com a sanção da lei que flexibiliza o horário para transmitir o programa A Voz do Brasil. Até então, a transmissão ocorria de segunda a sexta, impreterivelmente às 19h. De acordo com o novo texto da lei, as rádios poderão transmitir o programa entre as 19h e 22h, exceto aos sábados, domingos e feriados. Presidente Michel Temer sancionou, quarta-feira, a lei que flexibiliza o horário de transmissão do programa A Voz do Brasil.

Fatos Diversos

Os produtores Marconi e Ana Cláudia Thorpe convidam para a II Mostra DeAaZ Decor. O evento reúne, hoje, 20h, no Paço Alfândega, arquitetos renomados que expõem as novas tendências em ambientação, decoração, design de móveis e acessórios para empreendimentos empresarias e residenciais.

O dia 16 de abril é o Dia Mundial da Voz, entretanto a UPAE Garanhuns realizou no mês passado atividades especiais com os pacientes da fonoaudiologia da unidade, conscientizando para os cuidados que se devem ter para conservar as cordas vocais e todos os órgãos relacionados à fala. Na coordenação a fonoaudióloga Anaírda Fernandes.