Fernando Machado

Blog

Tag vinhos

Sheraton, Reserva & Italiana

Sábado, à noite, o Restaurante Reserva, do Sheraton Reserva do Paiva, que tem uma vista para o complexo das piscinas, estava lotado, por conta do Festival Gastronômico Português grifado pelo chef Fernando Fonseca, aromatizado pelos vinhos da vinícola italiana Interfood. Recebendo os convidados estavam Marcelo Rocha, Arturo Pinho e Ana Parmera. O fundo musical foi com um trio formado por Neves no acordeon, Pipa na Sanfona e o vocalista Marcos Fantini.

Arturo Pinto, Ana Parmera, Marcelo Rocha e Patrícia Brentzel (Foto: Fernando Machado)

No repertório mais músicas italianas mas fizemos uma viagem pela MPB, boleros hits internacionais. Entre as musicas lembramos Tarantela, Al Di lá, Besa me mucho, Sometimes, New York – New York, Emoções e até Roberta (Você sabe que não é verdade / Que não te quero mais / Eu sei, você não acredita em mim / Não tem confiança em mim / Roberta, me escuta / Volta novamente, te peço).

Ricardo Gitirana, Roberta Jungmann, Ana Parmera e Marcelo Rocha (Foto: Fernando Machado)

Enquanto os garçons serviam, a somalier Patricia Brentzel ia de mesa em mesa explicando o vinho que seria servido em cada prato. E o cardápio era de se comer rezando para o Santo João Paulo II. Como entrada tivemos salmão marinado, presunto Parma, bruscheta de queijo fresco com azeitona e orégano e pesto de rúcula com balsâmico aromatizado com prosecco Visconti Della Rocca brut-doc.

Arturo Pinto, Ana Parmera, Marcelo Rocha, Roberta Jugmann e Fernando Fonseca (Foto: Fernando Machado)

O segundo parto foi sinfonia do mar com salsão, cebolinha, manjericão e Pinot Grigio acompanhado pelo vinho Gabbiano Promessa Pinot Grigio. O terceiro prato foi ravioloni de cogumelos, salva e parmesão salteado em azeite de trufa com creme de leite e tomilho fresco e nozes. Esse foi aromatizado com o vinho Morelino Di Scansano-docg.

Patricia Rands e Socorro Lapenda em noite de vinhos italianos (Foto: Fernando Machado)

O último prato foi medalhões de filé mignon recheado com búfalo e tomate seco, risoto de aspargos e funcho amanteigado com crespo de abobrinha. Aromatizado com Brunello di Montalcino Rosé. E como sobremesa mil folhas de mascapone com morangos, bagas vermelhas e chocolate acompanhado pelo Sperone Moscato Spumante Rosé. E assim se passou a noite, com os olhos se enchendo de bom gosto, os ouvidos atentos ao bom papo e a boca se fartando de gosto bom.

O Solar do Douro com gosto francês

Quinta-feira, o restaurante Solar do Douro, localizado no JCPM Trade Center, no Pina, aconteceu um jantar degustação, com menu de seis etapas, e técnicas francesas, gastronomia molecular e harmonizado com vinhos da Quinta Maria Izabel. A parte musical ficou por conta da Divina Musica. A banda toca bem, do MPB até os hits internacionais sem agredir nossos ouvidos. Coisa rara no Recife.

Luanda e Pepe Cal (Foto: Fernando Machado)

Ana Cristina e Murilo Guimarães (Foto: Fernando Machado)

Recebendo os convidados estava Luanda Medina Cal, que é uma notável anfitriã. O cardápio de fazer inveja ao gastrônomo romano Marco Gávio Apicio (25 a.C/37 d.C) foi grifado pelo chef Wellington Olimpio. Primeiro foi servido sopa Bouillabaisse (clássica francesa servida com torrada de ciabatta e molho rouille, harmonizado com espumante Maria Izabel.

Reginaldo Paes Mendonça à côté Nizete (Foto: Fernando Machado)

Luciana, Wilson e Alessandra Amorim (Foto: Fernando Machado)

Como entradas foram servidas steak tartare maçaricado (servido com mil folhas de macaxeira, broto e gel de ervas, harmonizado com vinho Maria Izabel tinto. E atum avocado (atum selado, servido com purê de abacate, brotos e espuma de molho de ostra. A harmonização foi com vinho Maria Izabel Branco.

Luciana Gamboa e Eduardo Soares (Foto: Fernando Machado)

Rafael Guimarães e Gisela (Foto: Fernando Machado)

O chef Wellington serviu como prato principal filé à mushroom (tornedor de filé em crosta de cogumelos gratinados servido sobre risoto de parmesão assado, molho roti e aspargos). Harmonizado com Maria Izabel tinto. Tivemos uma pré sobremesa: pêra à belle Hellene (peras cozidas em vinho branco, açafrão e especiarias. Foi harmonizada com vinho Maria Izabel rose.

Mirella Martins e Leonardo Caribé (Foto: Fernando Machado)

O chef do Solar do Douro Wellington Olímpio (Foto: Fernando Machado)

E finalmente a sobremesa: Mille feuilles (mil folhas com creme pâtisserie e esferas de frutas vermelhas). Harmonizada com vinho do Porto Vintage da Quinta Maria Izabel. E assim se passou a noite, com os olhos se enchendo de bom gosto, os ouvidos atentos ao bom papo e a boca se fartando de gosto bom. Sem duvida um encontro de amigos. Acredito que estes jantares deverão acontecer mensalmente. Tomara.

Flashes

Entre os 27 e 29 de setembro, das 16h às 22h, acontece no Centro de Convenções de Pernambuco, a Super Mix 2017.

Hoje, temos jantar de degustação com técnicas francesas e vinhos da Quinta Maria Izabel, no restaurante Solar do Douro, no JCPM Trade Center.

Hoje, 21, às 18h, na Alepe, será lançado o livro Sucesso: O que os líderes pensam, do pernambucano Felipe Haeckel.

A cantora pernambucana Edilza Ayres é a atração do Taca mais Música, hoje, às 19h, na área Gourmet do Shopping.

O coiffeur Kal Nascimento de O Boticário (Foto: Divulgação)

O maquiador nacional do Boticário Kal Nascimento, está hoje às 14h, no Shopping Plaza, para apresentar as novidades da linha Intense.

O beer sommelier, Paul Rodrigues, profere palestra hoje, às 19h, sobre a cervejara Ekaut, na RM Express de Boa Viagem, de Marco Ferreira.

Rayanne Balbio, fala hoje, às 9h, no Albert Sabin sobre o tema Tromboembolismo Venoso. Ela é enfermeira no Hospital Regional do Gama (DF).

A Vert Rouge, da Avenida Rosa e Silva, tem um estande na feira de noivas da Revista Matrimoni, no Recife Palace, hoje e amanhã.

 

Anotações do Cotidiano

Na próxima quinta-feira, no restaurante Solar do Douro, no JCPM Trade Center, no Pina, vai acontecer jantar degustação, com menu de seis etapas,  e técnicas francesas, gastronomia molecular e harmonizado com vinhos da Quinta Maria Izabel. A parte musical fica por conta da Divina Musica. No cardápio: sopa Bouillabaisse, steak tartare maçaricado, atum avocado e filé à mushroom. A pré sobremesa será de pêras à belle Hellene e a sobremesa Mille-Feuilles.

A Banda Musical Curica formando músicos para o Brasil (Foto: Divulgação)

A Banda Musical Curica, surgida em 1848 e conhecida por ser um dos grandes patrimônios culturais de Goiana, se apresenta na inauguração do Complexo Goiana, primeiro pátio logístico de Pernambuco, hoje, com solenidade para 300 convidados. A banda teve mestres capitão Zuzinha, maestros Duda Guedes Peixoto. A Curica tem colaborado, desde o seu surgimento, há 169 anos, com o despertar de novos talentos e, conseqüentemente, formando músicos que hoje seguem carreira no Brasil.

  • 1 2 9