Fernando Machado

Blog

Tag vencedora

Mexicana vence o Miss Mundo de 2018

Sábado na Sanya City Arena, na China, cenário estava lindo demais, tivemos a escolha da Miss Mundo de 2018. Participaram do concurso 118 candidatas. Os apresentadores foram Fernando Allende, Angela Chow, Stephanie Del Vallle e Frankie Cena. A vencedora foi a mexicana  Vanessa Ponce de Leon que foi coroada pela Miss Mundo de 2017, Manushi Chhillar, da Índia.

Todas as candidatas no belo palco (Foto: Concurso)

Top 30: Thulisa Keyi (África do Sul), Jannatul Ferdous (Bangladesh), Ashley Lashley (Barbados), Angeline Flor Pua (Bélgica), Maria Vasilevich (Belarus), Mao Peirui (China), Anahi Hormazabal (Chile), Marisa Butler (Estados Unidos), Linzi McLelland (Escócia), Maeva Coucke (França), Reihana Koteka-Wiki (Ilhas de Cook), Anukreethy Vas (Índia), Alva Nurrshabrina (Indonesia), Katharine Walker (Irlanda), Kadijah Robinson (Jamaica).

O Top 30 (Foto: Concurso)

Ainda Kanako Date (Japão), Larissa Ping (Malásia), Larissa Segarel (Martinica), Murielle Ravina (Mauricio), Vanessa Ponce de Leon (México), Shrinkhala Khatiwada (Nepal), Anita Ukah (Nigéria), Jessica Tyson (Nova Zelândia), Solaris Barba (Panamá), Natalya Stroeva (Rússia), Vanessa Peh (Singapura), Nicolene Limssnukan (Tailandia), Quin Abenakyo (Uganda), Veruska Ljubisavljevic (Venezuela) e Tran Tieu Vy (Vietnã).

O Top 20 (Foto: Concurso)

No Top 12 ficaram Maria Vasilevich (Belarus), Linzi McLelland (Escócia), Maeva Coucke (França), Kadijah Robinson (Jamaica), Larissa Segarel (Martinica), Murielle Ravina (Mauricio), Vanessa Ponce de Leon (México), Shrinkhala Khatiwada (Nepal), Jessica Tyson (Nova Zelândia), Solaris Barba (Panamá), Nicolene Limssnukan (Tailandia), Quin Abenakyo (Uganda).

Manushi Chhillar coroando Vanessa (Foto: Concurso)

Miss África é Quin Abenakyo (Uganda), Miss América é Solaris Barba (Panamá), Miss Asia Nicolene Limssnukan (Tailandia), Miss Caribe Kadijah Robinson (Jamaica), Miss Europa é Maria Vasilevich (Belarus) e Miss Oceania Jessica Tyson (Nova Zelândia).

O Top 5 Belarus, Jamaica, México, Uganda e Tailândia (Foto: Concurso)

Classificação final: Em 5º lugar Quin Abenakyo (Uganda), em 4º lugar Kadijah Robinson (Jamaica), em 3º lugar Maria Vasilevich (Belarus), em 2º lugar Nicolene Limssnukan (Tailandia) e em 1º lugar Vanessa Ponce de Leon (México).

Miss Mundo de 2018

Hoje, em Sanya, na China, vai acontecer a escolha da Miss Mundo de 2018. Os apresentadores serão Frankie Cena, Barney Walsh, Stephanie del Valle e Jay Kamiraz. A Miss Mundo de 2017, a indiana Manushi Chhillar, passará a coroa para a vitoriosa, entre as 119 candidatas. O Miss Mundo foi criado por Eric Morley, e o primeiro aconteceu em 29 de julho de 1951, no Lyceum Theatre, em Londres.

Todas as candidatas ao titulo de Miss Mundo 2018 (Foto: Concurso)

A vencedora foi Kiki Hakansson, da Suecia, por sinal, a primeira e única ser coroada de biquini. O concurso iria acontecer apenas uma vez, mas Eric ao saber que seria criado o Miss Universo, o evento virou anual. A Índia e a Venezuela foram as misses que mais faturaram a coroa: seis vezes. A primeira Miss Brasil Mundo, foi à pernambucana Sônia Maria Campos, em 1958. O Brasil ganhou apenas uma vez o concurso e foi em 1971, com Lucia Petterle.

Miss Mundo de 2018

Os trajes típicos da Miss Argentina, Victoria Soto e da Miss Brasil Jessica Carvalho (Fotos: Concurso)

No dia 8 de dezembro em Sanya, na China, vai acontecer a escolha da Miss Mundo de 2018. Os apresentadores serão Frankie Cena, Barney Walsh, Stephanie del Valle e Jay Kamiraz. A Miss Mundo de 2017, a indiana Manushi Chhillar, passará a coroa para a vitoriosa, entre as 119 candidatas. O Miss Mundo foi criado por Eric Morley, e aconteceu em 29 de julho de 1951, no Lyceum Theatre, em Londres.

Os trajes típicos da Miss Egito, Mony Helal; da Miss Espanha, Amaia Izar e da Miss Rússia Natalya Stroeeva (Fotos: Concurso)

A vencedora foi Kiki Hakansson, da Suécia, por sinal, a primeira e única ser coroada de biquini. O concurso iria acontecer apenas uma vez, mas Eric ao saber que seria criado o Miss Universo, o evento virou anual. A Índia e a Venezuela foram as misses que mais faturaram a coroa: seis vezes. A primeira Miss Brasil Mundo, foi à pernambucana Sônia Maria Campos, em 1958. O Brasil ganhou apenas uma vez o concurso e foi em 1971, com Lucia Petterle.

Miss Chile, Anahi Hormazabal e Miss Paraguai, Maquenna Gaiarín (Fotos: Concurso)

Martha Vasconcellos: Miss Brasil de 1968

As misses no palco do Maracanãzinho e Martha Vasconcellos já como Miss Brasil (Foto: O Cruzeiro)

Martha Vasconcellos (Cruzeiro) e Martha com a Miss Universo de 1967, Silvia Hitchcock (Manchete)

Há 50 anos acontecia no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, diante de um publico de 40 mil pessoas, o Miss Brasil de 1968. A vencedora foi Martha Vasconcellos, da Bahia e que foi coroada por Wilza Rainato, que assumiu o titulo devido a renuncia de Carmen Silvia Ramasco, Miss Brasil de 1967. A 2ª colocação ficou com Ângela Stecca (Minas Gerais), que representou o Brasil no Miss Mundo, em Londres e a terceira colocada Maria da Gloria Carvalho, (Guanabara) que representou o Brasil no Miss Internacional, realizado no Japão e voltou com a coroa. Os apresentadores do concurso foram Paulo Max Marly Bueno.

As misses no palco aguardando a hora de desfilar na passarela (Foto: O Cruzeiro)

O Top 8: Ângela, Delzi, Evelize, Marluce, Maria da Glória, Josemary, Maria do Pilar  e Martha (Foto: O Cruzeiro)

Martha Vasconcellos, do alto dos seus 1,75 m de altura, 59 kg de peso, 59 cm de cintura, 93 cm de busto e de quadris, 55 cm de coxa e 21 cm de tornozelo, voltou para o Brasil, com o titulo de Miss Universo de 1968. No Maracanãzinho, Martha desfilou com um modelo azul turquesa assinado pelo estilista Gerson e com um traje típico de baiana estilizada grifada pelo estilista Evandro Castro Lima. A Miss Simpatia foi Maria Anunciada Cunha (Goiás) e a Miss Fotogenia Martha Vasconcellos (Bahia).

Maria do Pilar, Josemary e Maria da Gloria (Foto: O Cruzeiro)

Delzi, Evelize e Marluce (Foto: O Cruzeiro)

A comissão julgadora foi presidente pela primeira dama de Mato Grosso Maria Aparecida PedrossianTeresinha Silveira, Miss Brasil de 1958 Adalgisa Colombo, Miss Brasil de 1965 Maria Raquel de AndradeDalal Achcar (diretora do corpo de baile do Teatro Municipal), a atriz Bibi FerreiraAntonio Manoel Silveira (diretor da TAP), Nei Cidade Palmeira (Presidente do Tribunal de Alçada da Guanabara), os jornalistas Mário Moraes (O Cruzeiro) e Justino Martins (Manchete), Oscar Ornstein (diretor do Copacabana Palace), figurinista Evandro Castro LimaOrlando Zancani (Secretário de Turismo de São Paulo), o diplomata Donatelo Griecco e Bem Novack (dono do Hotel Fontainebleu de Miami Beach).

Em trajes típicos Maria do Pilar, Carmen e Dalva (Foto: O Cruzeiro)

As misses Vera, Mariza e Maria de Fátima(Foto: O Cruzeiro)

Ficaram no Top 8: Martha Vasconcellos (Bahia), Maria do Pilar Matos Ferro (Brasilia), Josemary Vasconcelos Correa (Estado do Rio), Maria da Gloria Carvalho (Guanabara), Angela Stecca (Minas Gerais), Delzi Captan (Paraná), Evelize Brietzig (Santa Catarina) e Marluce Facci (São Paulo). O resultado final ficou assim: em 4º lugar Josemary Correia (Estado do Rio), em 3º lugar Maria da Gloria Carvalho(Guanabara), em 2º lugar Angela Stecca (Minas Gerais) e a Miss Brasil, Martha Maria Cordeiro de Vasconcellos.

As miss Maria da Glória, Ângela e Maria Anunciada (Foto: O Cruzeiro)

As misses Ângela, Vilma e Claudia Virginia (Foto: O Cruzeiro)

Participaram do concurso 25 jovens: Carmen Ferreira Nunes (Acre), Claudia Virginia Lisboa Martins(Alagoas), Maria de Fátima de Souza Acris (Amazonas), Martha Maria Cordeiro de Vasconcelos (Bahia), Maria do Pilar Matos Ferro (Brasilia), Vera Maria Veras (Ceará), Dalva Riva (Espírito Santo), Josemary Vasconcelos Correa (Estado do Rio), Maria Anunciada Fernandes da Cunha (Goiás), Maria da Gloria Carvalho (Guanabara), Vilma das Graças Castro Sales (Maranhão), Maria Auxiliadora Campos (Mato Grosso).

MArluce, Martha e Josemary (Foto: O Cruzeiro)

Maria Eunice, Leonisia e Clara (Foto: O Cruzeiro)

Ainda Angela Carmelia Stecca (Minas Gerais), Clara Marcos Pinto (Pará), Ilona Pinheiro de Sá (Paraiba), Delzi Capan (Paraná), Maria Eunice Mergulhão Maciel (Pernambuco), Ana Aurora Aragão (Piaui), Maria Suely Pereira da Silva (Rio Grande do Norte), Elizabeth Borella Finardi (Rio Grande do Sul), Mariza Correa (Rondonia), Angela Maria Martins (Roraima), Evelize Brietzig (Santa Catarina), Marluce Facci (São Paulo) e Leonisia Fonseca Mota (Sergipe).

Ana Aurora, Delzi e Maria Suely (Foto: O Cruzeiro)

Ângela Stecca, Delzi Captan e Martha Vasconcellos (Fotos: O Cruzeiro)

  • 1 2 4