Fernando Machado

Blog

Tag vaias

Nos tempos das Passarelas

Há 59 anos, Adalgisa Colombo, Miss Distrito Federal, era eleita sob vaias Miss Brasil de 1958. O público queira Miss Pernambuco, Sonia Maria Campos que ficou em 2º lugar e foi Miss Brasil Mundo.

Adalgisa Colombo e Sônia Maria Campos (Fotos: O Cruzeiro)

Eliane Thompson e Ana Almeni de Arruda Correa (Fotos: O Cruzeiro e Jornal do Commercio)

Há 47 anos, Eliane Thompson, Miss Guanabara, era eleita no Pavilhão de São Cristovão, no Rio de Janeiro, Miss Brasil de 1970. A Miss Pernambuco foi Ana Almeni de Arruda Correa.

Flashes

Está faltando apenas três dias para os brasileiros irem manifestar contra o PT e os corruptos. Vamos pra Rua, no próximo dia 31.

Entre os dias 31 de agosto e 2 de setembro, no Recife Palace, teremos a realização do II Simpósio Brasileiro de Assistência Social.

Pela turnê Viva Pernambuco, leia-se o cantor André Rio se apresenta hoje, na Casa de Prata, em Lisboa.

A Inpub tocará, hoje, às 19h, apresentando sucessos de J. Quest e Lulu Santos, no Espaço Gourmet do Tacaruna. O show é aberto ao público.

Dilma Rousseff e Lula não vão para a abertura dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. Querem ouvir as vaias somente para Temer.

Adalgisa Colombo Miss Brasil 1958

Há 58 anos Adalgisa Colombo, Miss Distrito Federal, sob vaias, era eleita Miss Brasil de 1958. Pela primeira vez, acontecia no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, o concurso, na nova Meca da beleza brasileira, pois antes acontecia no Hotel Quitandinha, em Petrópolis. Mais de 25 mil pessoas, queria a morena jambo de Pernambuco, Sônia Maria Campos, que terminou no segundo lugar.

b-58-adalgisa

Adalgisa Colombo desfilando como nova Miss Brasil (Foto: Divulgação)

b-58-miss1958

Sonia Maria Campos desfilando diante da comissão julgadora (Foto: Divulgação)

Era é época de ouro dos concursos de misses que paravam o Brasil para assisti-los, pelo rádio, pela TV Tupi ou ao vivo. Adalgisa, que representou o Botafogo no Miss Distrito Federal, não era tão bonita, mas tinha um porte muito elegante, pois era modelo da Casa Canadá. Do alto dos seus 1m69 de altura, 56 kg de peso, 90 cm de busto, 62cm de cintura, 91 cm quadris, 56 cm coxa e 21cm de tornozelo, foi coroada Miss Brasil de 1958.

b-58-maio- rn-rs-se-mundo-ilustrado-23jun1958

Miss Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Sergipe (Foto: Mundo Ilustrado)

b-58-maio-ama-ba-ce--mundo-ilusrado-23jun1958

Misses Amazonas, Bahia e Ceará (Foto: Mundo Ilustrado)

Sonia Maria Campos, que representou o Santa Cruz, tinha 1m71 de altura, 62 kg de peso, 91 cm de busto e quadris, 60 cm de cintura, 60 cm de coxa e 20,5 cm de tornozelo, levou o Maracanãzinh ao delírio. Ela usou um modelo de cetim de seda pura rebordado de pérolas, criado por Victor Moreira. Ao desfilar um dos seus brincos caiu da orelha, e Sonia discretamente arrancou o outro e saiu triunfante pelos 124 metros de passarela em forma de ferradura.

b-58-maio-ac-al-amapa-mundo-lustrado-23jun-1958

Misses Acre, Alagoas e Amapá (Foto: Mundo Ilustrado)

b-58-maio-es-go-ma-mundo-ilusrado-23jun1958

Misses Espírito Santo, Goiás e Maranhão (Foto: Mundo Ilustrado)

Todavia o júri formado por Alfredo Blum, Flávio de Carvalho, Hebert Moses, Oswaldo Orico, o prefeito Negrão de Lima, Niomar Muniz Sodré, Francisco Olimpio de Oliveira, Harry Stone, Armando Falcão, Oscar Santamaria, João Calmon, Humberto Barreto e Fróes Fonseca, preferiu a carioca, que foi coroada pela Miss Brasil de 1957, Terezinha Morango.

b-58-maio-mt-pa-pb-ilustrado-23jun1958a

Misses Mato Grosso, Pará e Paraíba (Foto: Mundo Ilustrado)

b-58-maio-pr-pi-rio-mundo-ilustrado-23jun1958a

Misses Paraná, Piaui e Rio de Janeiro (Foto: Mundo Ilustrado)

Participaram do concurso 23 candidatas: Nascilia Nogueira (Acre), Noélia Lopes Cavalcanti (Alagoas), Ilma da Silva Dias (Amapá), Ruth Costa Novo (Amazonas), Anna Maria Carvalho (Bahia), Maria Sanford Frota (Ceará), Adalgisa Colombo (Distrito Federal), Marly Gomes Cunha (Espírito Santo), Eunice Pamplona Xavier de Brito (Estado do Rio), Magda Renate Pfrimer (Goiás), Ida do Brasil Valente (Maranhão).

b-58-maio-mg-sc-sp-mundo-ilustrado-23jun1958

Misses Minas Gerais, Santa Catarina e São Paulo (Foto: Mundo Ilustrado)

b-58-maracanzinho1

O Maracanãzinho lotado para aplaudir e vaiar as misses (Foto: O Cruzeiro)

Ainda Moacyr Metello Botelho (Mato Grosso), Denise Guimarães Prado (Minas Gerais), Margareth Cleid Huhn (Pará), Stella Maria Stuckert Vasconcellos (Paraíba), Ana Maria Felício de Paiva (Paraná), Sonia Maria Campos (Pernambuco), Maria Creusa Madeira (Piauí), Maria Silveirinha Soares (Rio Grande do Norte), Tânia Maria Santos de Oliveira (Rio Grande do Sul), Carmen Ehrhardt (Santa Catarina), Madalena Fagotti (São Paulo) e Maria Nilza de Brito (Sergipe).

b-58 - adalgisa-colombo

As cinco finalistas (Foto: O Cruzeiro)

b-58-terezinha-morango-adalgisa-colombo-div

Terezinha Morango coroando Adalgisa Colombo e Sônia Maria Campos (Fotos: O Cruzeiro)

Depois de se apresentarem de vestidos e maiôs Catalina saiu o resultado. No quinto lugar ficou Madalena Fagotti (SP), em quarto Carmen Erhardt (SC), em terceiro Denise Guimarães (MG), em segundo Sonia Maria Campos (PE) e em primeiro Adalgisa Colombo (DF). Miss Paraná, Ana Maria Felicio de Paiva, foi escolhida Miss Simpatia.

Vera Ribeiro: Miss Brasil de 1959

a-sonia-campos-vera-ribeiro-cruzeiro4julho1959

Sonia Maria Campos entrega o cetro para Vera Ribeiro e parte da passarela (Fotos: O Cruzeiro)

Há 57 anos, 27 mil pessoas aplaudiram as 25 candidatas ao título de Miss Brasil de 1959. A vencedora foi Vera Regina Ribeiro, do Distrito Federal, que foi coroada sob vaias, pela Miss Brasil de 1958, Sônia Maria Campos. A candidata favorita era a Miss Pernambuco, Dione Brito de Oliveira, que ficou no segundo lugar. E que foi representar o Brasil no concurso de Miss Mundo, em Londres.

a-teresinha-dione-vera-euthymia-vania-manchete

Teresinha, Dione, Vera, Maria Eutmya e Vânia Beatriz ( Foto: Manchete)

A comissão julgadora foi formada pelas senhoras Edith Pinheiro, Lelly Frontini e Marlene Barata, ainda por Herbert Moses, Oswaldo Teixeira, Pedro Bloch, Alfredo Blum, Julio Kaus, Oscar Santamaria, Accioly Neto e Indalécio Wanderley. Miss Minas Gerais, Vânia Beatriz Diniz Gotlib, foi eleita Miss Simpatia.

a-am-cruzeiro4julh1959

Nora, Aneida, Martha, Ivone e Marly (Foto: O Cruzeiro)

O resultado final foi: Miss Brasil de 1959, Vera Regina Ribeiro (DF), em segundo Dione Brito de Oliveira (Pernambuco), em terceiro Maria Euthymia Manso Dias (Bahia), em quarto Terezinha Rodrigues (São Paulo) e em quinto Vânia Beatriz Diniz Gotlib (Minas Gerais).

a-df-cruzeiro4julh1959

Vera, Lenita, Mary, Lidia, Maria Otilia e Teresinha (Foto: O Cruzeiro)

Também participaram do concurso: Aneida Lopes (Acre), Lidia Barreto (Alagoas), Dalva Nunes (Amapá), Nora Sabbá (Amazonas), Martha Garcia (Brasilia), Rufina da Justa (Ceará), Linezia Campos (Espírito Santo), Maria Lúcia Braga (Estado do Rio), Norma de Carvalho (Goiás), Lenita Gomes (Maranhão), Marly Cardoso Rosa (Mato Grosso).

a-pb-rio-branco-rio-bahia-piaui-rn

Glícia, Fernanda, Maria Lúcia, Maria Euthimya, Vera e Terezinha (Foto: O Cruzeiro)

Ainda Mary Azevedo (Pará), Glícia Chianca (Paraíba), Shirley Tempski (Paraná), Vera Neiva (Piaui), Fernanda Pinheiro de Paula (Roraima),Terezinha Bastos (Rio Grande do Norte), Maria Otília Rodrigues (Rio Grande do Sul), Fernanda de Paula (Roraima), Ivone Baumgarten (Santa Catarina) e Maria Aparecida Santos (Sergipe).

a-pe-cruzeiro4julh1959

Dione, Linezia, Norma, Shirley, Rufina e Vânia Beatriz (Foto: O Cruzeiro)

Informações importantes: Para Terezinha Morango a nova Miss Brasil deveria ter sido Dione Oliveira de Pernambuco. Miss Maranhão que lembrava Sophia Loren disse que ia casar em breve. Miss Minas Gerais brigou com o namorado por conta do concurso. As misses mais altas foram a do Acre e do Rio (lm73) e a mais baixa Minas Gerais (1m60).

a-vera-capa-manchete-4julh1959

Vera Ribeiro no trono, como maiô de ouro, cetro, faixa e coroa (Foto: Manchete)

  • 1 2