Evoé, Evoé!

c-alceu-juliano-valenca
Alceu Valença e o filho Juliano aguardando o desfile da Unidos da Tijuca (Foto: Fernando Machado)

Preocupado com a fuga dos cariocas para brincar o Carnaval em outros centros, principalmente Olinda, Recife e Salvador, os governos estadual e municipal investiram pesado no Carnaval de Rua do Rio de Janeiro. Patrocinaram mais de 500 agremiações, entre blocos e bandas, princplamente dos bairos situados no entorno da área central da cidade e da zona sul onde se hospedam a maioria dos turistas vindos do exterior e dos visitantes de cidades próximas ao Rio.

c-sandra-arraes-angela-mota
A empresária Sandra Arraes e a cerimonialista Angela Mota em tempo de campeãs (Foto: Fernando Machado)

São tantas as bandas a perder e vista. Só em Copacabana saem umas 10 das principais ruas. As mais famosas são as das Ruas Santa Clara e Filarmônica da Rua Siqueira Campos. Todavia a top de linha ainda é a Banda de Ipanema. Detalhe o repertório musical ainda é pobre, pois a maioria das músicas tocadas se resumem as antigas marchinhas, como Mulata Bossa Nova. No entanto os foliões só saiam do chão quando era executado o frevo Vassourinhas. Os cariocas e turistas iam a loucura.

c-muciolo-dominic-conde
Muciolo Ferreira, Dominic Pimentel e Wilton Condé antes de entrarem na Marquês de Sapucai (Foto: Adilia Pimentel)

De Luisa Leão: “Apesar de atrasada, parabéns pela matéria da Unidos da Tijuca. Gostei muito da parte historica, ninguém se preocupa mais com a historia, só você.”

c-karla-almeida
A jornalista Karla Almeida atenta para os buxixos do Camarote da Unidos da Tijuca (Foto: Fernando Machado)

De Andrea Hirschle: “Parabéns pela excelente cobertura do carnaval 2012. Você conseguiu passar para quem não pode participar da folia uma visão geral das festas inclusive da Sapucaí.”

c-mucio-souto-rui-dias-jose-marlon-ivon-gomes
Múcio Souto, Rui Dias, José Marlon e Ivo Gomes na marques de Sapucai (Foto: Fernando Machado)