Fernando Machado

Blog

Tag réveillon

O Réveillon do Copacabana Palace

O réveillon do Belmond Copacabana Palace. Os convidados se dividiram entre jantar nos restaurantes Cipriani ou Pérgula, sob o comando do chef João Melo. Não esquecer que muitos curtiram a virada da década nos salões de festa: Golden Room, Nobre e Frontais. À meia-noite, viram a tradicional queima de fogos. À 1h, a área da piscina contou com uma pista de dança ao som do DJ Guga Weigert.

A diretora do Copa: Andrea Natal (Foto: Miguel Sá)

Pedro Nelson de Senna, Márcia Veríssimo e Yuri-Antigo (Foto: Miguel Sá)

A decoração remetendo a floresta brasileira foi grifada por Daniel Cruz. Noitada regada a Veuve Clicquot. O Copa é sem dúvida um camarote para os fogos, com bufês ótimos, gente do mundo todo. A diretora do hotel, Andrea Natal, no final recebeu muitos parabéns dos que foram ao réveillon do Copacabana Palace. Este ano, a festa no Copacabana Palace foi mais familiar, como é a do Sheraton Reserva do Paiva.

Fatos Diversos

O Iate Clube do Recife, leia-se o Comodoro Nagibio Luiz de Carvalho Nunes – realizou,  após 30 anos, o seu réveillon com muito sucesso. O receptivo foi capitaneado por Inês Pessoa e o bufê foi grifado pela chef Adnie Ribeiro.

O comodoro Nagibio Nunes e Mônica (Foto: Divulgação)

No próximo dia 11, às 15h, no Palácio dos Governadores de Olinda, teremos a comemoração dos 25 anos de atuação do carnavalesco Carlos Ivan Vieira de Melo no Bloco da Saudade. Na ocasião serão apresentadas as fantasias para o Carnaval da entidade.

O Maravilhoso Réveillon do Sheraton: O Mais Família

A fidalguia dos anfitriões Guido e Ana Laura Stütz (Foto: Fernando Machado)

Salão Luiz Felipe Brennand do Sheraton Reserva do Paiva estava deslumbrante, terça-feira, com uma decoração que remetia ao branco, dourado e nude. Cerca de três mil balões brancos, dourados, nudes e transparentes (estes últimos repletos de serpentina) deram o toque todo especial. Anualmente os réveillons do Sheraton ganha mais beleza, animação e um festival gastronômico de se tirar o chapéu. No espaço aéreo caiam bolas transparentes dentro delas serpentina douradas.

O cônsul geral da Argentina Alejandro Lastra, com a consulesa Maria Antonieta e sua irmã Glória (Foto: Fernando Machado)

Sobre as 55 mesas repousavam arranjos de ferro com balões brancos, nudes e dourados. O decorador Romildo Alves está de parabéns pelo seu trabalho. Na entrada um Painel Instragando, onde os convidados paravam para selfies e fotografias. O branco foi a cor preferida dos que foram curtir a virada da década no cinco estrelas do Paiva. O réveillon do Sheraton começou às 21h e somente terminou, lá pelas 4h. Coube ao DJ Alexandre Carvalho iniciar os trabalhos colocando nas picapes boleros, tangos, musicas italianas, etc.

Fernando Fonseca, com a mulher Manuele Santos e o filho Pedro Ricardo (Foto: Fernando Machado)

Depois entrou o violinista Marcomio dos Santos, por sinal excelente. Na sequencia a banda Bailinho Maravilha, que levou a turma para o dancing. Meia noite teve a queima de fogos tendo como fundo musical foi o frevo Vassourinhas. Uma homenagem digna de louvor a nossa pernambucanidade. Os fogos pirotécnicos foram belíssimos. A turma adorou a cascata de luz cortando o céu da Reserva do Paiva. Os convidados emocionados se abraçavam e desejavam Feliz Ano Novo, com suas taças de champanha Taittinger.

Marcelo Rocha e Flávia (Foto: Fernando Machado)

Não podemos deixar de parabenizar o gerente geral Guido Stütz à côté Ana Laura  by Calvin Klein, o gerente de vendas Marcelo Rocha, o gerente de Gerente de Alimentos e Bebidas o chef Fernando Fonseca além dAna Figilioulo. Outro item notável era o bufê, leia-se o chef Fernando Fonseca que era de a gente comer rezando para Jesus Cristo, o Salvador do Mundo.

O DJ Alexandre Carvalho (Foto: Fernando Machado)

No bufê frio, tinha tártaro de atum com cebolinha verde e oregano, mesclun de folhas verdes com crotons de pão integral e Ementhal, abóbora assada com tomilho, queijo estepe, pimenta preta e mel, bruscheta de bacalhau confit com cebola roxa, azeitona e azeite virgem, espetinhos de mozarella de bufala com manjericão e tomate cereja, salada de couscous com lagosta, salsão, iogurte magro e cebolinha, salada de maçã verde com aipo branco, creme de leite e nozes.

Bailinho Maravilha (Foto: Fernando Machado)

Ainda abacate e camarão com óleo de gergelim, maracujá e garam masala, lulas com cogumelos frescos, cebola roxa e coentro. Na Estação Fria: Atum em caldo aromatizado com vinagrete, salsa e cebolinho, salmão Gravad Lax e salmão marinado com maracujá e pimenta Jamaica, barriga de porco a baixa temperatura com uisque e especiarias, display de sushi ou poke havaiano.

Fernanda Telles e Paulo Duarte (Foto: Fernando Machado)

Na Estação de Ostras: Ostras vivas do Rio Grande do Norte abertas ao vivo, limão, pimentas moinho, tabasco, vinagre com cebola e azeite virgem. Na Estação A: shitaki assado com gorgonzola farinha de mandioca e manteiga de alho, caril madras de couve flor, batata e grão de bico (Vegan), ravioli de fungui porcini com pesto e parmesão, vegetais da estação grelhados com azeite de tomilho e chimichurri, empada de espinafres, cebola e queijo com requeijão.

Rose Cecilio e Renan Machado (Foto: Fernando Machado)

Na Estação B: camarão salteado com garam masala e salsa de abacaxi picante, filete de atum em papilhote com Chermoula, caçaarola de frutos do mar com pimenta de limão, leite de coco e cebolinha, arroz de limão e manteiga de curcuma, lombo de bacalhau lascado no forno gratinado com queijo gruyere e cebola seca. Na Estação C: medalhões de filé mignon com funghi seco e molho de creme Emincé de raquete Angus, especiarias Cajun, shoyo e compota de cebola, tagine de cordeiro com Ras el Hanout e limão confit.

Suzana Azevedo que segue hoje até Portugal (Foto: Fernando Machado)

Também costela Rojão Black Swift assada a baixa temperatura com flor de sal, coxa de pato confit, lentilhas, pure de maçã e molho de alho doce. Na Estação D: sopa de lentilhas com abóbora, batata doce e tomate seco, farofa de coco com manteiga de garrafa, puré de batatas doces assadas com azeite virgem e queijo Ementhal. arroz Pilaf com coentro, cebola e canela, escolha de vegetais da estação grelhados com azeite de tomilho, batatas recheadas com linguiça, cebolinha e compota de alho.

Os paulistas Marcilio Domiciano e Ana Clara Grana Costa com filho Joaquim (Foto: Fernando Machado)

Na Estação Doce: Pudim de leite, torta Red Velvet com frutas vermelhas, Macarron, Saint Honoré, Tiramisu, copinhos de chocolate, mini cupcakes, dourado e prata, torta Palha Italiana Chocolate e leite Ninho, mil Folhas de Damasco, pavlova individuais, bombom na travessa com morango, mousse de cupuaçu, pastel de Belém, sobremesa 0 açucar: mousse de maracujá e mousse de limão, sobremesa 0 Lactose: torta de chocolate e mesa de doces finos.

Maria Lúucia e José Brunetto também vieram de São Paulo (Foto: Fernando Machado)

Ceia de fim de ano: creme de galinha com espagos verdes e mandioquinha. rondeli de carne seca com coalho, manjericão e creme de leite, escondidinho de bacalhau com queijo manteiga, mesa de frios e queijos, cesta de pães, tostas e grissinis. Tudo isso regado a champanhe (Taitinger), espumante (Codorniu), vinho Tinto (Domaine Bousquet Malbec Orgânico, Vinho branco (Domaine Bousquet Chardonay Torrontes Orgânico), uísque (J. Walker Gold), gin (Hendricks), vodka (Stolichnaya) e cerveja (Eisenbahn).