Fernando Machado

Blog

Tag pedagoga

Madalena da Educação  

Madalena Rodrigues dos Santos (Foto: Instagram)

Uma nuvem de triste encobriu este blog, ontem, quando soube do falecimento de uma das mais competentes pedagogas de Pernambuco e quiçá do Brasil. Estamos nos referindo a Madalena Rodrigues dos Santos, que venceu na vida sem precisar de cotas. Estudou na Universidade Federal de Pernambuco e doutorado pela George Washington University. Atuou com competência na Secretaria de Educação de Pernambuco, foi professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco e emprestou seus conhecimentos ao Banco Mundial.

Madalena e Tânia Spinelli na casa de veraneio em Porto de Galinhas (Foto: Instagram)

Não sabemos distinguir qual era a melhor Madalena. Na sabedoria, na alegria, na bondade, na alegria ou na dignidade. Uma coisa é certa a educação ficou pequena sem Madalena Rodrigues dos Santos. Seu velório acontece hoje, no Cemitério Morado da Paz, em Paulista, a partir das 8h e ao meio dia será cremada. Madalena faz parte da história da Educação Brasileira. Tinha uma vitalidade incrível, viajou o mundo inteiro dando consultoria da área que ela mais gostava e reinava como ninguém. O blog está de luto.

O sorriso de Madalena era uma das suas marcas registradas (Foto: Instagram)

O casamento das celebridades

O acontecimento desta noite será, sem dúvida, o casamento do sambista Péricles, com a pedagoga pernambucana Lidiane Santos, na Leda Dourado Recepções, em Apipucos. A cerimônia será celebrada pelo padre João Carlos.

Lidiane Santos usará um vestido de renda francesa com cinco mil pedras swarovski, de Albérico Ribeiro e Péricles  by Ricardo Almeida. A animação ficará por conta do grupo Molejo, da banda Patusco e a Orquestra Marcella Brandão.

Tributo à Maria do Carmo Tavares de Miranda

A coluna chora. Faleceu hoje, pela amanhã, uma das mais notáveis mulheres na história da literatura e da filosofia pernambucanas. Estamos nos referindo a filosofa, pedagoga, teóloga e professora Maria do Carmo Tavares de Miranda. Ela nasceu no dia 6 de agosto em Vitória de Santo Antão (PE), estudou na França e na Alemanha. Agora Maria do Carmo vai bater muito papo com o filosofo alemão Martin Heidegger, da qual foi assistente.


Maria do Carmo autografando o livro Papas para Leonardo Silva (Foto: Fernando Machado)

Maria do Carmo, irmã do colunista social Tavares de Miranda, quase que não aparecia ao público. A última vez que o fez, há quatro anos, quando lançou o livro Papas – Trajetórias e Testemunhos, no Memorial da Medicina, no dia 20 de dezembro de 2008. E eu tive orgulho de ter prestigiado esse momento histórico. Maria do Carmo fazia parte da Academia Pernambucana de Letras.