Fernando Machado

Blog

Tag museu

Anotações do Cotidiano

Ontem, mais 1.281 novos praças se formaram para tentar diminuir a violência que toma conta de Pernambuco. A cerimônia do novo contingente foi realizada no Quartel General da Policia Militar de Pernambuco, no Derby, sob a presidência do governador Paulo Câmara. Perguntar não ofende por que o governador não manda de volta para o quartel quase mil soldados que estão à disposição das repartições públicas (Alepe, TJPE, TCE, para citar apenas estas)?

O contingente em forma (Foto: Hélia Scheppa)

No Museu do Estado Rinaldo Carvalho, Isa Pontual e Pedro Frederico (Foto: Instagram)

Quinta-feira tivemos o vernissage da XIX Exposição de Artes do IMIP, no Museu do Estado de Pernambuco. Quem foi gostou muito, pois mais de cem artistas plásticos mostraram seus trabalhos. É bom lembra que parte da renda da venda das obras que segue até o dia 13 de maio será revertida para o IMIP, via a Fundação Alice Figueira, presidida por Silvia Rissin. O artista plástico Pedro Frederico de Almeida está de parabéns pelo sucesso do evento.

Fatos Diversos

Pelo seu trabalho no Ministério da Educação, o deputado Mendonça Filho, recebeu o Prêmio de Personalidade da Gestão Pública de 2018. O 17º Fórum Empresarial LIDE, aconteceu, quarta-feira, durante jantar no Sheraton Reserva do Paiva.

Viviane Senna e Mendonça Filho (Foto: André Nery)

Hoje, entre 9h e 17h, apesar do feriado de Tirandentes, acontece a exposição Cinco Pontas, no Museu da Cidade do Recife. A mostra celebra a indicação do forte de Cinco Pontas a patrimônio da Unesco. A entrada é gratuita.

 

Variedades

Enquanto o forró está desprestigiado no Nordeste, pois agora os promotores de festa prefere musicas sertanejas, Marcelo Mimoso e Chambinho do Acordeon vão fazer um show-manifesto, no próximo dia 28, na Feira de São Cristóvão. Eles lutam para que o forró vire patrimônio imaterial do Brasil. Em 2011, a Associação Cultural Balaio Nordeste da Paraíba deu entrada para o reconhecimento mas até agora o Iphan concluiu a análise.

O Museu da Imagem do Som homenageia hoje, a cantora Claudette Soares, pelo projeto Depoimentos para a Posteridade. Farão parte da mesa os escritores Ruy Castro e Rodrigo Faour (autor da biografia da cantora), o pesquisador e produtor Thiago Marques Luz e o vice-presidente do MIS Pedro Só. Ontem, na Sala Baden Powell, em Copacabana aconteceu o show E Então, onde Claudete divide o palco com o cantor Ayrton Montarroyos.

 

Tereza by Bruno e Montez by Olivia

Hoje, às 19h, no Museu do Estado pela Coleção Memória, da Cepe, teremos o lançamento dos livros Tereza Costa Rêgo: Uma Mulher em Três Tempos segundo o jornalista Bruno Albertim e Montez Magno: Poeta, Artista, Camaleão, escrito pela jornalista Olívia Mindêlo. Sobre Tereza Costa Rego me lembro da sua fase de socialite, quando era casada com o Procurador do Trabalho, José Gondim, de quem teve duas filhas Tereza e Laura.

Minha amiga Tereza Costa Rego (Foto: Reprodução)

Figurou vários anos nas listas de elegantes dos cronistas sociais Altamiro Cunha e Alex (Jornal do Commercio). Depois virou ativista para seguir Diogenes Arruda Sampaio, esta página eu deixo para Bruno e agora a artista plástica, residindo num sobrado centenário em Olinda. Só mais tarde, já confortavelmente aboletada em seu sobrado em Olinda, “onde vive até hoje, tem sido Tereza, a artista do vermelho, dos gatos e dos corpos femininos”. A obra tem a apresentação do também artista plástico José Claudio.

Montez Magno ainda jovem (Foto: Reprodução)

De Montez Magno conheço apenas seu excelente trabalho com suas pinceladas abstracionistas e suas poesias. Do alto dos seus 83 anos artista plástico “é um defensor da liberdade de experimentação, sempre avesso a movimentos e grupos, mas nunca indiferente a tudo o que o cerca. Acabou por se tornar um colecionador, um acumulador de objetos, livros, papéis… Tudo o que esse poeta-pintor viu e leu já virou arte ou poesia”. A jornalista Olivia Mindêlo passeia pela sua vida e não se esqueceu da sua juventude boemia e brigão.