Fernando Machado

Blog

Tag mundo

Sônia Maria Campos:  7ª mais bela do Mundo

Gunilla, Claudine, Penelepoe, Vinnie, Lucienne e Sônia Maria Campos (Fotos: Alamy e O Cruzeiro)

Há 59 anos, acontecia no Lyceum Ballroom, em Londres, na Inglaterra, a escolha da Miss Mundo de 1958. Participaram do evento 22 candidatas. No top 7 ficaram Sonia Maria Campos (Brasil), Eileen Elizabeth Sheridan (Inglaterra), Lucienne Struve (Holanda), Gunilla Harriet Margareta Wågström (Suécia),   Vinnie Ingemann (Dinamarca), Claudine Ogger (França) e Penelope Coelen (África do Sul).

Na foto 17 candidatas, Sônia Maria Campos é a segunda da esquerda para direita (Foto: Manchete)

Top 12 foi formado por Penelope Coelen (África do Sul), Dagmar Herner (Alemanha), Sonia Maria Campos (Brasil), Marilyn Anne Keddie (Canadá), Vinnie Ingemann (Dinamarca), Nancy Anne Corcoran (Estados Unidos), Claudine Oger (França), Lucienne Struve (Holanda), Eileen Elizabeth Sheridan (Inglaterra), Elisabetta Velinsky (Itália), Ase Qjeldvik (Noruega), Gunilla Harriet Margareta Wågström (Suécia).

Sônia Maria Campos com as misses Nancy Anne Cocoran dos Estados Unidos e Hisako Okuse do Japão (Fotos: UPI/O Cruzeiro)

Participaram do Miss Mundo de 1958 as jovens Penelope Coelen (África do Sul), Dagmar Herner(Alemanha), Michele Gouthals (Bélgica), Sonia Maria Campos (Brasil), Marilyn Anne Keddie (Canadá), Vinnie Ingemann (Dinamarca), Nancy Anne Corcoran (Estados Unidos), Claudine Oger (França), Mary Panaoutsopoulou (Grécia), Lucienne Struve (Holanda), Eileen Elizabeth Sheridan (Inglaterra), Susan Riddell (Irlanda), Hjordis Sigurvinsdóttir (Islandia).

Penelope Coelen no trono e com traje típico (Fotos: Divulgação)

Ainda Rachel Shafrir (Israel), Elisabetta Velinsky (Itália), Hisako Okuse(Japão), Jocelyne Lambin (Marrocos), Ase Qjeldvik (Noruega), Gunilla Harriet Margareta Wågström(Suécia), Denise Orlando (Tunísia), Sunay Uslu (Turquia) e Ida Margarita Pieri (Venezuela). O Brasil, com a pernambucana Sônia Maria Campos participava pela primeira vez do concurso. A Miss França, Claudine Oger, virou atriz de cinema, com o nome de Claudine Auger. Inclusive atuou em James Bond.

As 16 jovens de traje típico em foto oficial (Foto: Manchete)

Veja o desfile no https://www.youtube.com/watch?v=zEnPP0PQfTw

Ralph Lauren comemora 50 anos com desfile 

Esses looks fizeram sucesso no lançamento da Ralph Lauren (Fotos: Milk Digital)

A Ralph Lauren, uma das marcas norte-americanas mais influentes ao redor do mundo, celebra seus 50 anos em um dos cenários mais icônicos de Nova York, o Central Park. A noite mais que especial contou com um desfile de várias linhas da label – Collection, Double RL e Polo Ralph Lauren -, além de uma imersiva instalação digital e um elegante jantar, perfeitamente integrado a ambientação do parque.

Os homens e as mulheres de Ralph Lauren são sofisticadas (Fotos: Milk Digital)

Celebrando o multifacetado mundo da Ralph Lauren, a coleção de 50 anos da marca articula a visão singular de Mr. Lauren em relação à moda norte-americana, exemplificando temas e inspirações que trabalhou ao longo de sua carreira. O desfile, quase cinematográfico, exibe a feminina Collection ao lado de Polo Ralph Lauren e Double RL pela primeira vez.

Os trajes de noite e pret-a-porter tem glamour (Fotos: Milk Digital)

Importante lembrar que, no Brasil, Polo Ralph Lauren masculino tem venda exclusiva na loja Polo Ralph Lauren no shopping Iguatemi São Paulo, já Collection, Purple Label e Polo Women podem ser encontrados, exclusivamente, na loja Ralph Lauren do shopping Cidade Jardim, em São Paulo.

Roupas fashions do homem até a gurizada (Fotos: Milk Digital)

Há 60 anos o Brasil era Campeão do Mundo

Hoje faz 60 anos, que o Brasil ao vencer a Suécia por 5×2, no Estádio Rásunda, em Estocolmo, era campeã mundial de futebol pela primeira vez. Era uma seleção de dar gosto aos brasileiros. A Copa começou em 8 de junho e terminou em 29 de junho de 1958. Com a participação de 16 seleções, na sua maioria européia: Suécia, Alemanha Ocidental, Áustria, França, Republica Tcheca, Hungria, União Soviética, Iugoslávia, Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales. Pela América Latina estavam o Brasil, a Argentina, o México e o Paraguai.

A delegação brasileira que foi até Suécia (Foto: O Cruzeiro)

Castilho, Dida e Didi (Foto: O Cruzeiro)

Dino Sandi, Djalma Santos e Garrincha (Foto: O Cruzeiro)

No primeiro jogo, o Brasil venceu a Áustria por 3 x 0. Os gols foram de Mazolla (2) e Nilton Santos. No segundo o Brasil empatou com a Inglaterra em 0 x 0 e no último o Brasil venceu a União Soviética por 2 x 0. Os dois gols foram do pernambucano Vavá. Começa as Quartas de Finais. No dia 19 de junho Brasil venceu o País de Gales por 1 x 0. O único gol foi de Pelé. Chega a semifinal e o Brasil vence a França por 5 x 2. Os gols foram de Vavá, Didi e Pelé (3). Finalmente aconteceu a final e o Brasil vence a Suécia, novamente por 5 x 2. Os gols foram de Vavá (2), Pelé e Zagalo.

Gilmar, Joel e Mauro (Foto: O Cruzeiro)

Mazzola, Moacyr e De Sordi (Foto: O Cruzeiro)

Nilton Santos, Oreco e Orlando (Foto: O Cruzeiro)

Terminada a Copa do Mundo de 1958, Pelé marcou 6 gols, Vavá 5, Mazzola 2, Didi, Nilton Santos e Zagallo 1. Daquela seleção estão vivos apenas seis craques: Dino Sani, Zagallo, Pelé, Moacir, Mazzola e Pepe. O nosso capitão foi um só para toda a competição. O bonito, educado e elegante Bellini. Seu pai era descendente de italiano e caminhoneiro, que não queria o filho fosse jogador de forma alguma. E Bellini excursionou como barbeiro, para enganá-lo. Foi dele o gesto imitado pelos demais capitães: Levantar a Jules Rimet.

Pelé, Pepe e Vavá (Foto: O Cruzeiro)

Zagalo, Zito e Zózimo (Foto: O Cruzeiro)

Bellini ergendo a Jules Rimet em Estocolmo e Bellini o eterno galã (Fotos: Manchete/Marcelo Carvalho)

Nossa seleção era composta por Castilho (1927/1987), Capitão Bellini (1930/2014), Gilmar (1930/2013), Djalma Santos (1929/2013), Dino Sani (1932), Didi (1929/2001), Zagallo (1931), Oreco (1936/1985), Zózimo (1932/1977), Pelé (1940), Garrincha (1933/1983), Nilton Santos (1925/2013), Moacir (1930), De Sordi (1931/2013), Orlando (1935/2010), Mauro (1932/2002), Joel (1931/2003), Mazzola (1938), Zito (1932/2015), Vavá (1934/2002), Dida (1934/2002), Pepe (1935) e o técnico: Vicente Feola (1909/1975).

Anotações do Cotidiano

Depois do jogo, os atletas da Seleção de Portugal já estavam dentro do ônibus rumo ao hotel, quando o malavilhoso Cristiano Ronaldo observou um garotinho chorando do lado de fora. Desceu e foi falar com ele. E ainda deu autografo e fez selfies. Gente fina é outra coisa. Algum tempo atrás a cantora Claudia Leite estava no salão de embarque e duas jovens tentavam em vão que ela fosse até a janela envidraçada para fazer uma selfie. Sabe o que ela fez? Pediu ao segurança da estação de passageiros que as retirassem pois estavam incomodando.

Entre os dias 21 e 24 de junho, Todeschini (www.todeschini.com.br), participa de um dos eventos mais importantes de franchising do mundo: a ABF que acontece no Expo Center Norte em São Paulo. Sempre atenta às novas tecnologias, a Todeschini disponibiliza aos visitantes a experiência em conhecer melhor o negócio. Por meio dos óculos 3D, eles poderão fazer uma viagem e conhecer ambientes reais de lojas, de projetos e de produtos, observando sua futura operação. Informa o diretor comercial Nereu Conzatti.