Fernando Machado

Blog

Tag mulheres

Pernambucarnaval segundo Gustavo Krause

Território: “Recife cidade lendária” e “Olinda cidade eterna”. Governo: frevocracia absoluta, exercida pela Rainha do Maracatu com poderes mágicos de fada-madrinha e de Santa. O Rei Momo é o bobo da corte. Constituição: “Art.1°- Fica instituído o reino da alegria e decretada a folia, em todo o território do Pernambucarnaval, sob os acordes do Frevo e do Maracatu. Art. 2°- Esta constituição estará em vigor do sábado de Zé Pereira até a Quarta-Feira de Cinzas, revogados a tristeza, o mau humor, o pessimismo e o azar”.

Gustavo Krause retratado para a galeria dos governadores de Pernambuco (Foto: Divulgação

Neste reino, o tempo é o presente e não haverá saudades. Todos estarão vivos, “de braços para o alto/frevando sem parar”, assim na terra como no céu. As mulheres serão “morenas da cor de canela”, “diabos louros com cara de gente”, “mulatas da alma cor de anil”. E todas terão “pele macia, carne de caju, saliva doce…” Os homens serão bons e pacíficos. Sairão fantasiados de anjos, dizendo a uma só voz: “Olinda, quero cantar a ti esta canção”.

Gustavo Krause um dos grandes oradores da terra do Frevo e do Maracatu (Foto: Gleyson Ramos)

(O amor será livre, leve e louco). Todos comerão o Pão que Deus amassou. Beberão “bate-bate com doce”. Provarão do vinho que Baco ofertou. E a sobremesa será filhoses. À noite, serão iluminadas as casas e as ruas (em vez de lâmpadas) por pedaços de lua. “Na madrugada do terceiro dia”, choverá um minuto de cinzas para lembrar que somos pó e que ao “Bacalhau na vara” retornaremos. Depois, todos dormirão em paz. Durante 361 dias, sonharão com “serpentinas partidas”, até que “o Galo canta e anuncia a madrugada de um novo dia”. Este artigo foi escrito pelo ex-prefeito do Recife e ex-governador de Pernambuco Gustavo Krause.

Anotações do Cotidiano

Maria Clara Dantas é um exemplo de força de vontade. Abdicou da Medicina para se dedicar a arte da fotografia e cinema. Viveu dias difíceis para vencer uma depressão e extraiu da sua dor inspiração para traduzi-la pelas suas lentes, retratando seus sentimentos e conflitos internos. Um caminho longo e pesado de introspecção e entendimento de mundo. Pois bem no na próxima quinta-feira, vamos vernissage dela na Garrido Galeria, em Casa Forte, com a mostra Embaixo do Meu Esterno, instigante e que quebra tabus e preconceitos.

A Nestlé integra a lista de companhias que compõem o Índice Bloomberg de Equidade de Gênero 2019. O ranking distingue as empresas comprometidas com a transparência no reporte de ações para promover igualdade de gênero e o avanço da participação das mulheres no ambiente de trabalho. A diversidade e a inclusão são partes essenciais da cultura da Nestlé e a empresa está empenhada em trabalhar no sentido de garantir a igualdade de remuneração e reduzir as disparidades salariais entre homens e mulheres. Informa Béatrice Guillaume-Grabisch, diretora de recursos humanos.

De volta para o passado

Há 200 anos, nascia no Rio de Janeiro, o poeta Olavo Bilac, que morreu no dia 16 de dezembro de 1865.

Há 115 anos, nascia em Pernambuco, o fundador do Cinema em Pernambuco Ary Severo, (Luiz de França da Rosa Torreão), que morreu no dia 10 de novembro de 1994.

Há 85 anos, acontecia no Teatro de Santa Isabel, o Festival da atriz Lourdes Monteiro.

Há 75 anos, estreava no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, a peça Vestido de Noiva de Nelson Rodrigues.

Há 60 anos, o colunista social Altamiro Cunha lançava as mulheres mais elegantes de Pernambuco de 1958: Carmen Tartaruga, Nara Roesler, Tania Meira, Cristina Ribeiro, Lais Cabral da Costa, Lucila Pessoa de Queiroz, Edna Nery da Fonseca, Cristina Santos, Dulce Souza Leão Sampaio, Helena Baptista da Silva Perez e Nadya Lucena de Melo.

Há 55 anos, no Teatro de Santa Isabel, acontecia a eleição do Mister Pernambuco de 1963. O eleito foi Sérvulo Araujo Escorel (Adulto) e Liberato Humberto Escorel de Araujo (juvenil). Ambos do Ginásio Poder Muscular.

Há 51 anos, se casava na Matriz do Espinheiro, Anna Maria Ferreira e Marco Maciel. A cerimônia religiosa foi presidida por Dom Irineu.

Há 20 anos, morria na França, o arquiteto Alexandre Castro e Silva, que nasceu no dia 20 de maio de 1945.

 

A Mulher & 15 Homens da GQ Brasil

A atriz Marina Ruy Barbosa, a Mulher do Ano (Foto: renato Wrobel)

A revista GQ Brasil em 2018 premiou Marina Ruy Barbosa como a Mulher do Ano. A atriz recebeu o troféu da publicação pelas mãos da CEO da Editora Globo Condé Nast, Daniela Falcão. A cerimônia também apresentou os 15 homens que mais se destacaram em suas áreas. A solenidade aconteceu terça-feira, no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

Gustavo Kuerten e Dudi Machado assistindo a premição (Foto: Roberto Filho)

Os premiados foram Alberto Landgraf (Gastronomia), Alexandre Birman (Moda Nacional), André Namitala (Revelação na Moda), Ariel Lambrecht, Renato Freitas e Eduardo Musa (Inovação), Claude Troisgros (Empreendedorismo), Frederico Trajano (Liderança), Edu Lyra (Responsabilidade Social).

Um dos 15 mais Oskar Metsavat (Foto: Renato Wrobel)

Ainda Gui Siqueira (Estilo), Gustavo Kuerten (Ícone GQ), Kondzilla (Música), Leo Picon (Personalidade Digital), Oskar Metsavat (Sustentabilidade), Paulo Gustavo e Monica Bartelli (Entretenimento), Rodrigo Teixeira (Cinema) e Zeca Veloso (Revelação).

Paulo Gustavo à côté Paulo Bredas (Foto: Renato Wrobel)