Fernando Machado

Blog

Tag Misses

De Volta para o Passado

Há 100 anos, nascia na Itália, o cineasta Dino de Laurentis, que morreu no dia 11 de novembro de 2010.

Há 95 anos, nascia em Pernambuco, a senhora Palmira Costa Gomes, que morreu no dia 4 de outubro de 2010.

Rufina Braga do Ceará e Dione Oliveira de Pernambuco (Fotos: O Cruzeiro)

Há 60 anos, desfilavam no Náutico as misses Maria Lúcia Ataide Braga (Estado do Rio), Linea Souza Campos (ES), Ivone Baungarten (SC), Maria Aparecida Santos (SE), Lidia Barreto (AL), Dione Oliveira (PE), Glicia Chianca (PB), Maria Tereza Bastos (RN), Rufina Braga (CE) e Mary Prado Azevedo (PA).

Há 60 anos, acontecia no Clube Intermunicipal, o concurso Rainha dos Estudantes de Caruaru. A vencedora foi Terezinha Martins.

Alfred e Blanche Knopf, Mario Souza e Dolores Salgado (Fotos: Divulgação)

Há 55 anos, Dolores Salgado e Mário Souza ofereciam almoço, em sua residência de Casa Forte, para Blanche e Alfred Knopf.

Há 45 anos, o presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon renunciava o cargo, por conta do Caso Watergate.

O Chá das Misses

Eduardo, Alexsandro, Bianca Figueiroa, Arthur, Gabriel, Herbert e Bruno (Foto: Acervo de Fernando Machado)

Há 24 anos acontecia no Mar Hotel uma tarde beneficente intitulada No Tempo das Passarelas. Um encontro que reuniu Misses Pernambuco de vários anos. Sem dúvida o creme de la crema da nossa sociedade prestigiou o evento de grande alcance social. A renda foi destinada para os aidéticos do Hospital Oswaldo Cruz teve o patrocínio da Associação Amigos da Esperança, leia-se a presidente Nizete Abdenor Mendonça.

Zilene de Sá Torres, Maria Euthymia Pimentel, Ana Lúcia Caldas e Simone Valença Duque (Foto: Acervo de Fernando Machado)

Além das 15 pernambucanas, da Miss Bahia de 1959, Maria Euthymia Manso Pimentel, que usou o mesmo modelo da Casa Canadá no concurso de Miss Brasil de 1959, mostraram seus looks Leni Rodrigues, Beautiful People de Flora Lima, Cris e Luci Moda Praia de Cristina Bondan e Lúcia de Souza. Os sapatos foram da Datelli de Zenia Brito e da Diagonal de Ana Cabral. Sem dúvida uma tarde de sucesso.

Simone Augusto, Zilene de Sá Torres, Vera Maria Silva e Raiolanda Castelo Branco (Foto: Acervo de Fernando Machado)

Participaram do encontro as misses Nelbe Souza Chateaubriand (1956), Sonia Maria Campos (1958), Raiolanda Castelo Branco Perman (1966), Vera Maria Silva (1967), Maria Jerusa Farias (1969) que usou o mesmo modelo by Marcilio Campos no Miss Brasil, Ana Almeny Dias Cardoso (1970), Matilde Souza Terto (1976), Zilene de Sá Torres (1977), Ângela Agra Galvão (1978), Ana Lúcia Caldas (1980), Rita de Cássia Spencer (1981), Simone Valença Duque (1982), Monica Cardoso Lima (1983), Simone Augusto da Silva (1985) e Bianca Figueiroa Alves (1984).

Rita de Cássia Spencer, Ângela Agra e Sonia Maria Campos (Foto: Acervo de Fernando Machado)

Apresentaram as coleções os modelos Alexsandro, Arthur, Eduardo, Estevão, Gabriel, Gilberto, Herbert, Pierre, Plinio, Alexsandra, Ana Leticia, Bianca, Érica, Fernanda e Sueny. O fundo musical foi de Leonel e Evaldo Matos. A trilha sonora de Geraldo Melo Jr, cenário da arquiteta Cremilda Martins, a maquiagens e penteados do papa Almir da Paixão, e a filmagem Silas da Costa e Silva. A hostess foi a jornalista Regina Beltrão.

Ana Almeny Dias Cardoso, Bianca Figueiroa, Matilde de Souza Terto e Nelbe Chateubriand (Foto: Acervo de Fernando Machado)

E como patronesses estavam Aliete Duque de Miranda, Anete Cunha, Berenice Andrade Lima, Celeida Nevaris, Cleide Rios, Eliane Lundgren, Fátima Sá, Geralda Farias, Iracema Toscano, Ivone Ximenes, Lenir Barros, Lígia Arruda, Livia Menelau, Moiselita Santos, Marlene Domingues, Maria Euthymia Pimentel, Milene Sterenberg, Neli Ribeiro, Ruth Nascimento, Terezinha Guidotti, Thila Rocha, Sarita Martins, Sueli Rossiter e Vera Arminstrong.

Mônica Cardoso Lima (Foto: Acervo de Fernando Machado)

Martha Vasconcellos coroa Vera Fischer  

Há 50 anos, acontecia no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, a eleição da Miss Brasil de 1969. A vencedora foi Vera Lucia Fischer de Santa Catarina. Apresentadores foram Paulo Marx e Marly Bueno. Participaram do concurso 23 candidatas. As misses mais altas foram Vera Lucia Guerreiro (Bahia) e Iara Lucia Bezerra da Cunha (Rio Grande do Norte) com 1m74 de altura e mais baixa Leida Ferreira Hesketh (Pará) com 1m63 de altura.

Martha Vasconcellos fazendo último desfile como Miss Brasil de 1968 (Foto: Acervo de Jerusa Farias)

A comissão julgadora foi composta por Miss Universo de 1967 Sylvia Hitchcock, Miss Internacional de 1968 Maria da Gloria Carvalho, primeira dama de Brasilia Maria Helena Gomide, os jornalistas Justino Martins, Raul Giudicelli e Pomona Politis, a figurinista Dirce Machado Pinheiro, a cantora lírica Diva Pieranti, os secretários de Turismo Alceu (GB) Pinheiro, Orlando (SP) Zancaner e Clementino (MG) Viana Dotti, os cirurgiões plásticos Rômulo Guida e Altamiro Rocha, o diretor do jornal A Tarde de Salvador Jorge Calmon e o apresentador de televisão J. Silvestre.

Martha Vasconcellos enfaixando Vera Fischer (Foto: Manchete)

No Top 8 ficaram Suely Melo Veras (Amazonas), Vera Lúcia Camelo (Ceará), Marice Galvão (Distrito Federal), Mara Carvalho Ferro (Guanabara), Ana Maria Côrtes (Minas Gerais), Ana Rodrigues (Rio Grande do Sul), Vera Fischer (Santa Catarina) e Maria Lucia Alexandrino (São Paulo. A Miss Simpatia foi Maria do Socorro Alves (PB) e a Miss Fotogenia Vera Fischer (SC). Em 4º lugar ficou Mara de Carvalho Ferro (GB), em 3º lugar Ana Rodrigues (RS), em 2º lugar Maria Lucia Alexandrino (São Paulo) e em primeiro lugar Vera Lúcia Fischer (SC).

Jerusa Farias desfilando no Maracanãzinho (Foto: Acervo de JF)

As 23 candidatas foram: Vera Lucia Caldeiras (Alagoas), Sueli Melo Veras (Amazonas), Vera Lucia Guerreiro (Bahia), Vera Lucia Camelo (Ceará), Marice Vani Galvão (Distrito Federal), Maria Helena Bromenchenkel (Espirito Santo), Adele Zampiere (Fernando de Noronha), Elsa Maria de Sousa (Goiás), Mara Carvalho Ferro (Guanabara), Rosa Maria Tavares Costa (Maranhão).

Vera Fischer como Miss Brasil e como atriz (Foto: Divulgação)

Ainda Sandra Abutaka (Mato Grosso), Ana Maria Côrtes (Minas Gerais), Leida Ferreira Hesketh (Pará), Marli Simon (Paraná), Maria do Socorro Costa Alves (Paraíba), Maria Jerusa Farias (Pernambuco), Rosângela Cordeiro (Piauí), Iara Lúcia Bezerra da Cunha (Rio Grande do Norte), Ana Cristina Rodrigues (Rio Grande do Sul), Vera Lúcia Fischer (Santa Catarina), Maria Lúcia Alexandrino dos Santos (São Paulo) e Maria Carmen Gentil Barreto (Sergipe).

Olga de Sá venceu o Miss Brasil de 1929

O campo do Fluminense estava lotado (Foto: Revista Fon Fon)

Olga Bergamini de Sá e o embaixador Sylvio Gurgel do Amaral (Foto: Divulgação)

Há 90 anos, acontecia o Miss Brasil de 1929, no estádio do Fluminense, no Rio de Janeiro. Participaram do concurso 17 candidatas, que não desfilaram de maiô para o publico, apenas a comissão julgadora presidida pelo poeta Coelho Neto. A vencedora foi a Miss Distrito Federal Olga Bergamine de Sá. Ainda fizeram parte do júri os professores Rodolpho Amoedo e Raul Leitão da Cunha, os escultores Rodolpho Chamberland e Honório Cunha Mello, o presidente Associação Brasileira de Imprensa Paulo Fialho.

Misses Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Maranhão, São Paulo e Ceará (Foto: O Malho)

Cerca de 40 mil pessoas, alguns jornais informaram 70 mil, foram ao estádio e aconteceu um tumulto pois algumas pessoas invadiram o campo e gerou um pânico. Várias pessoas saíram feridas. Na realidade o concurso deveria ter sido realizado no dia 15 de abril, mas devido às chuvas foi transferido para o dia seguinte. Miss Piaui não participou que chegou atrasada. Tivemos as exibições das Bandas do Corpo de Bombeiros e da Policia Militar do Distrito Federal.

Infelizmente não pude identificar as misses da foto (Foto: O Malho)

Muitas misses se apresentaram com os vestidos amarrotados por conta da invasão do publico ao campo. Algumas misses nordestinas reclamaram que foram excluídas. Um dia antes da escolha da Miss Brasil, muita gente sabia que a vencedora seria Olga Bergamine de Sá. A denúncia partiu do escritor Roquete Pinto, que censurou o corpo de jurado.

Eimar PInto Pessoa, Helena Taveiros e Connie Braz da Cunha (Foto: Revista Careta)

Participaram do concurso Helena Taveiros (Alagoas), Edna Frazão Ribeiro (Amazonas), Nair Pereira de Freitas (Bahia), Maria Nazaré da Silveira (Ceará), Olga Bergamine de Sá (Distrito Federal), Glycia Serrano (Espírito Santos), Maria de Lourdes Pantoja (Maranhão), Jesnina Marinho Pimentel (Minas Gerais), Elza Bezerra (Pará), Hilda Netto (Paraíba), Didi Millet Cailet (Paraná), Connie Braz da Cunha (Pernambuco), Eimar Pinto Pessoa (Rio de Janeiro), Bilá Ortiz (Rio Grande do Sul), Yvone Freitas (São Paulo), Iulma Freysleben (Santa Catarina) e Nely Menezes (Sergipe).

O júri Rodolpho Chamberland, Rodolpho Amoedo, Raul Leitão da Cunha, Coelho Neto, Paulo Fialho e Honório Cunha Mello (Foto: A Noite)