Fernando Machado

Blog

Tag luto

Flashes

O mundo das artes plásticas está e luto com o falecimento ontem do mestre da esculturas Corbiniano Lins.

No Clube das Pás hoje às 17h, tem balada com shows de Edson Rangel & Banda, Banda Raízes do Brega e a Orquestra das Pás.

A GrandVision by Fototica, de Rodrigo Amaral e Rodolfo Knauer líder global do varejo ótico, inaugura mais duas franquias no Recife.

Luiza Leão, Ângela Souza, Cléa Borges e Ângela Figueira (Foto: Fernando Machado)

Luiza Leão foi homenageada sábado, com um almoço, no Tio Armenio do RioMar, por Cléa Borges, Luiza Leão, Ângela Souza e Ângela Figueira, por conta do seu aniversário.

Quanto não rolou para Receita Federal perdoar R$ 200 milhões que Neymar não pagou de Imposto de Renda. E existe a Lava Jato.

Estou estarrecido. A Caixa Econômica Federal está novamente no colo do PT. Li sábado na coluna de Claudio Humberto publicada no JC.

Flashes

A jornalista Fernanda d’Oliveira elogiou a análise de Phelipe Rodrigues. E lembra adoro os rapazes que você posta. Merci!

Um lembrete hoje a comemoração dos 80 anos da amiga Libia de Lucas Simón no Hotel Internacional, com gosto de filantropia.

O competente gerente geral do Sheraton Reserva do Paiva, Guido Stütz, está de luto. Faleceu na Alemanha seu pai Lothar Stütz.

Tenho ouvido muitos elogios para o trabalho que Roberto Pereira vem realizando à frente da Secretaria de Turismo de Goiana. Ele é o cara.

O professor joga um bolão no turismo Roberto Pereira (Foto: Fernando Machado)

Bartinha Coutinho ter vernissage hoje na Arte Garden (Foto: Divulgação)

A artista plástica e designer Bartira Coutinho, abre, hoje, às 19h, sua exposição via digitação Déco Tropical na Art Garden.

O figurinista alagoano Leo Sandres apresentou sua coleção de noivas, em Las Vegas, nos Estados Unidos, semana passada.

O restaurante Ponte Nova, leia-se o chef Joca Pontes, sediará, hoje, um jantar harmonizado com vinhos premium da distribuidora DOM.

O presidente da ABAV-PE, Marcos Teixeira, comanda café da manhã, hoje, no Recife Praia Hotel, para falar da rede Palladium.

Flashes

Tássia Castelo Branco e Paulo Marcelo Dias Perez vão passar a lua de mel entre a França e Itália. Portugal está também no roteiro.

Mônika e Gustavo de Lucas Simon comemoraram ontem, mais um aniversário de casamento. Parabéns amigos.

A chegada de Miss Universo, Iris Mittenaere, na França foi um sucesso. Parecia a chegada dos atletas campeões do mundo.

Marcos Simão, Betânia Amorim, Suzana Martins, Murilo Amorim e Cremilda Martins no Largo (Foto: Divulgação)

Os aniversários de Betania Amorim e de Marcos Simão foram comemorados, dia 10, no Restaurante Largo em Lisboa, Portugal.

A Filha de Oyá demorou uma hora e meia para seu show começar. E quando começou cadê o som? Bethania deve ter ficado uma arara.

A sociedade pernambucana está de luto com o falecimento, quinta-feira, do engenheiro Armando Cairutas.

 

Morre um herói da II Guerra

Força Aérea Brasileira está de luto com o falecimento, sábado, no Hospital de Aeronáutica do Recife, de um herói da II Guerra Mundial John Buyers, oficial dos Estados Unidos, que voou com pilotos brasileiros do 1° Grupo de Aviação de Caça. Morreu um dia após o Dia da Aviação de Caça, data que celebra a participação do 1° Grupo de Aviação de Caça na II Guerra Mundial. John William Buyers era o último piloto ainda vivo e estava com 96 anos. A missa de corpo presente acontece, hoje, às 9h, na capela da Base Aérea do Recife e à tarde será sepultado em Maceió (AL). “Mesmo sem ter sido da Força Aérea Brasileira, o Major John Buyers ajudou a escrever a gloriosa história do 1° Grupo de Aviação de Caça nos seus dias de luta na Itália”, afirmou o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato.

john-william-buyers

O major John William Buyers diante de suas máquinas voadoras (Fotos: Divulgação)

“É uma grande perda para o Brasil”, completou brigadeiro Rossato. Nascido em Juiz de Fora (MG), mas filho de norte-americanos, o John Buyers participou da II Guerra Mundial como militar da Aviação do Exército dos Estados Unidos. Por falar português fluentemente, foi designado para atuar como oficial de ligação entre o Comando dos Estados Unidos e o 1° Grupo de Aviação de Caça da Força Aérea Brasileira, entre 1944 e 1945. Sua função seria apenas burocrática, mas ele foi voluntário para voar 21 missões de combate a bordo de caças P-47 Thunderbolt. Também pilotou um avião B-25 utilizado em missões de apoio. Após o conflito, já no posto de Major, veio morar no Brasil, onde trabalhou como piloto e também na indústria de cana de açúcar.

  • 1 2 6