Fernando Machado

Blog

Tag Hino

Com a Direita o Brasil Avança

Olha que coisa mais linda (Foto: Paula Ribeiro)

Ontem, a Avenida Boa Viagem parecia um tsunami de esperança pelo Brasil correto e sem corrupção. Mais de 60 mil pessoas, com camisetas verdes e amarelas, participaram da caminhada contra o STF e o Congresso Nacional (Câmara e Senado), que praticam a política do “dando que se recebe”. A concentração foi nos arredores da Padaria de Boa Viagem, com direito a seis trios elétricos e palavras de ordem.

O verde e amarelo dominou a avenida Boa Viagem (Foto: Conceição Assis)

O povo que isso (Foto: Fernando Machado)

O Hino Nacional que os petistas odeiam foi tocado várias vezes. O relógio batia 15h quando a passeata começou rumo ao Segundo Jardim de Boa Viagem. O ato foi convocado para reforçar apoiar o governo do presidente Jair Bolsonaro. A Reforma da Previdência foi outro ponto lembrado pelos manifestantes. No final da marcha caiu uma chuva daquelas, mas o recado do povo estava dado.

Essa comissão de frente estava empenhada na limpeza na politica e na justiça (Foto: Fernando Machado)

Dia do Exercito na Alepe

Muito bonita e concorrida a reunião solene em homenagem aos 371 anos do Exército Brasileiro, realizada terça-feira à noite, na Assembleia Legislativa, por proposição do deputado Marco Aurélio. A data se refere à primeira Batalha dos Guararapes, travada em 19 de abril de 1648, quando portugueses, negros e índios – povos que deram origem à nação brasileira – venceram o Exército holandês no Monte dos Guararapes, na então Capitania de Pernambuco.

O general Marco Antonio Gomes entre os deputados Marco Aurélio e Eriberto Medeiros (Foto: Breno Laprovitera)

O Hino Nacional foi executado pela Banda de Música do Exército. A Orquestra Criança Cidadã apresentou Lamento Sertanjeo de Dominguinhos e um Medly Brasileiro. O cerimonial foi conduzido pelo competente coronel Franklin Bezerra. O Comandante Militar do Nordeste, general Marco Antônio Freire Gomes, recebeu uma placa comemorativa em alusão à data. A cerimônia foi presidida pelo deputado Eriberto Medeiros.

 

A Marcha da Família

Uma avenida remetendo a brasilidade (Foto: Divulgação)

A Avenida Boa Viagem virou, ontem, um mar de gente, de verde e de amarelo, fazendo um contraponto com o verde do mar. Foi sem dúvida uma tarde consagradora para os coordenadores do Vem Prá Rua e do Movimento Brasil Livre. A Marcha #PTNão, remeteu ao amor pelo país, que está sem rumo e sem respeito à família. Tivemos um momento de prece, com a citação do Padre Nosso. A estimação dos lideres da marcha era que cerca de 150 mil manifestantes, entre crianças, adolescentes, mulheres e homens, prestigiaram o ato cívico.

Essa tribo acredita num novo Brasil (Foto: Divulgação)

No final às 17h, no II Jardim, foi cantando o Hino Nacional que os petistas odeiam, por coral de 100 mil vozes, pois muitos tinham deixado o local. A manifestação deu uma demonstração clara de apoio ao Bolsonaro e de amor ao Brasil. Sem qualquer incidente, com muita paz e alegria. Três trios elétricos fizeram a animação. Edu Cabral em cima do primeiro trio puxava palavras de ordem como Nossa Bandeira Jamais Será Vermelha, Eu Vim de Graça, etc. O Capitão impossibilitado de sair de casa por conta uma facada dada por mineiro, recebeu imagens ao vivo da ação e se emocionou. E mandou uma mensagem do Rio de Janeiro.

Uma visão da Marcha pelo Brasil Livre (Foto: Divulgação)

Entre outras coisas frisou, Bolsonaro: “Só estou nessa porque acredito em vocês e vocês acima de tudo acreditam no nosso Brasil. Um só povo, uma só raça e é, muito importante, uma só bandeira verde e amarela. Amigos do Nordeste, juntos colocaremos o Brasil no seu devido lugar. Sem distinção, sem preconceitos, sem divisões entre nós. Acredito no povo brasileiro e acredito em Deus acima de tudo. O Nordeste, Pernambuco, Recife, um grande abraço e, juntos, se Deus quiser, seremos vitoriosos no próximo domingo e começaremos a escrever uma nova história em nosso querido Brasil”.

Essa visão é do Segundo Jardim (Foto: Divulgação)

De volta para o passado

Mário Melo e Nelson Ferreira no concurso do Hino da Federação Carnavalesca (Fotos: Divulgação)

Há 80 anos, acontecia na Radio Clube de Pernambuco, o concurso do Hino da Federação Carnavalesca. O júri foi formado por Francisco Picado, tenente João Cícero, Mario Melo, Carlos Coelho Rodrigues e Zumba (José Gonçalves). Venceu José Mariano Barbosa com a letra de Aníbal Portela. Em 2º lugar ficou Nelson Ferreira.

Há 70 anos, acontecia o campeonato estadual de natação, na Escola de Aprendizes de Marinheiros. Nos 100 metros rasos venceu Moacir dos Passos (Sport), nos 100 metros peitos venceu Joel de Araujo Soares (Sport), nos 800 metros livre venceu Manoel Rodrigues Laranjeiras Filho (Barroso), nos 100 metros costas venceu Dardano de Andrade Lima (Sport), nos 400 metros venceu José Arsenio Macedo Junior (Náutico), nos 200 metros costa venceu Dardano de Andrade Lima (Sport), nos 200 metros livres venceu Moacir dos Passos (Sport), nos 1.500 metros venceu Orlando Breno de Araujo (Barroso), nos 400 metros peito venceu Pedro Otoni de Melo (Sport), no 4 x 100 venceram Moacir dos Passos, Eligio de Araujo, João Ferreira Mulatinho e Damião Oliveira (Sport). No geral o Sport teve 108 pontos, o Barroso 72 e o Náutico 61.

Assis Chateaubriand e Djanira da Motta e Silva (Fotos: Cruzeiro/Divulgação)

Há 50 anos, Assis Chateaubriand trazia até o Recife, uma delegação do sul, para a inauguração do Museu de Arte Contemporanea, em Olinda. Entre eles, José Maria Bardi e a pintora Djanira.

Há 20 anos, morria no Rio de Janeiro, o musico Fernando Lobo, que nasceu no dia 26 de julho de 1915.

Há 20 anos, Frei Franklin Diniz se ordenava padre.

Há 20 anos, acontecia no Mar Hotel, o chá beneficente, Sociedade na Passarela, com renda para o Hospital Correia Picanço.

  • 1 2 8