Fernando Machado

Blog

Tag filme

Dira Paes é Pureza

Pureza é um longa-metragem inspirado em fatos reais. O filme narra a história de uma mãe que procura por seu filho desaparecido e o encontra numa rede de fazendas praticando o trabalho escravo no interior da Amazônia. Ela se emprega numa dessas fazendas onde testemunha o tratamento brutal de trabalhadores rurais e o desmatamento florestal, mas consegue escapar e denuncia os fatos às autoridades Federais.

Dira Paes conversando com Renato Barbieri (Foto: Magno Barros)

O longa Pureza está sendo rodado em Marabá, com Dira Paes, que vive a protagonista que dá nome ao filme; Flávio Bauraqui, que interpreta o capataz Narciso; e Matheus Abreu que faz Abel, o filho de Pureza. Mariana Nunes, Claudio Barros e Sergio Sartório completam o elenco. O roteiro é de Renato Barbieri e de Marcus Ligocki Jr., que também assina a produção executiva ao lado de Affonso Beato e Paulo Morelli. O filme é produzido pela Gaya Filmes e Ligocki Entretenimento.

Uma Quase Dupla

Semana passada aconteceu, no Cinemark do Iguatemir São Paulo, aconteceu a pré-estreia do filme Uma Quase Dupla, somente para convidados. A noitada foi muito prestigiada e concorrida. No evento tivemos a presença de Cauã Reymond, Tatá Werneck, Marcus Baldini, Daniel Furlan, Alejandro Claveaux, Luciana Paes, Davi Sabbag, Marina Person, entre outros.

Cauã Raymond e Tatá Werneck na pré-estreia de Uma Quase Dupla (Foto: João Sal)

Sinopse: Quando uma série de assassinatos abala a rotina da cidade de Joinlândia, o calmo e pacato subdelegado Claudio (Cauã Reymond) receberá a ajuda da destemida e experiente investigadora Keyla (Tatá Werneck). No entanto, a diferença de ritmo e a falta de química dos dois só atrapalhará a solução do caso. O filme entra em cartaz nos cinemas no próximo dia 19.

As rolinhas do Barão

O documentário Kibe Lanches, dirigido por Alexandre Figueirôa, sobre uma lanchonete especializada em pratos árabes funcionava no bairro do Pina, foi selecionado para a mostra competitiva do Rio Festival de Gênero & Sexualidade no Cinema, que ocorre no Rio de Janeiro, de hoje até o dia 11 de julho.

Barão arrasava na sua lanchonete (Foto: Divulgação)

Na década de 1980, nos finais de semana, além de vender kibes, esfihas, charutos de repolho, entre outras iguarias, o Kibe Lanches transformava-se numa casa de espetáculos improvisada. Grupos de pagode animavam as tardes de domingo; aos sábados, se realizavam festas dançantes; e, nas sextas, o local tornava-se um dos principais pontos de encontro LGBT da cidade, com apresentações de transformistas e um desfile de rapazes.

A Drag Fashion participa do documentário (Foto: Divulgação)

Ousado para a época, com os candidatos desfilando primeiro vestidos e, no final, completamente nus, o inusitado concurso era conhecido como as rolinhas do Barão, referencia ao proprietário do estabelecimento e o animador das festas Luiz Ferreira de Araújo, mais conhecido como Barão. Assista ao trailer do documentário no https://vimeo.com/238947506.

 

 

De volta para o passado

Há 120 anos, nascia em Pernambuco, o cangaceiro Lampião (Virgulino Ferreira da Silva), que morreu no dia 28 de julho de 1938.

Há 90 anos, nascia em São Paulo, o empresário Antonio Ermirio de Moraes, que morreu no dia 24 de agosto de 2014.

Há 90 anos, em Galveston, Miss Chicago, Ella Von Hueson, de Chicago era eleita Miss Universo de 1928.

Há 65 anos, eram concluídas as filmagens do filme O Canto do Mar, dirigido por Alberto Cavalcanti.

Há 45 anos, morria em São Paulo, o precursor do saiote para homem, o arquiteto Flávio Carvalho, que nasceu no dia 30 de julho de 1899.

Há 42 anos, Matilde de Souza Terto, de Serra Talhada, era eleita no Geraldão, Miss Pernambuco de 1976, diante de um publico de 20 mil pessoas.