Fernando Machado

Blog

Tag fantasia

Anotações do Cotidiano

A chefia do Estado Maior do CMNE, a partir do final do mês terá novo chefe. O atual general de brigada Nilton José Batista Moreno Jr passa para a reserva e assumirá função o atual comandante da 10ª Brigada de Infantaria Motorizada, general de brigada Carlos Duarte Pontual de Lemos.

Senhoras e senhores, preparem-se para uma grande viagem ao divertido universo de magia e fantasia do Circo dos Sonhos. Sexta-feira inicia uma curta temporada do espetáculo Circo dos Sonhos no Mundo da Fantasia no Shopping Metrô Itaquera, em São Paulo. O circo é dirigido por Rosana Jardim.

Fatos Diversos

Outra noticia triste. Faleceu no dia 14 de fevereiro, a senhora Maria da Penha Ribeiro Pessoa Jordão Emerenciano. Era viúva do advogado e acadêmico Severino Jordão Emerenciano que nasceu no dia 14 de fevereiro de 1919, e morreu no dia 17 de fevereiro de 1972. Penha que era uma figura sensacional nasceu na Paraíba.

A senhora Penha Emerenciano (Foto: Fernando Machado)

Amanhã, às 15h, no Clube Português acontece o 60º Bailinho Fantasia de Papel. O tema é Brincando como Antigamente. Teremos o Palhaço Chocolate e uma orquestra de frevo. A atração é o desfile de fantasia de papel. A viúva de Capiba, Zezita Barbosa, fazia parte do júri desde o inicio. Nesta atual diretoria ela foi esquecida.

Trajes Típicos ou Fantasias

O traje típico vencedor do Miss Universo foi a Miss Laos, On-anong Homsombath, um horror (Foto: Concurso)

A coordenação do concurso de Miss Universo tem que definir as regras para o desfile de trajes típicos. Pois atualmente as misses estão aderindo a alegorias, ou melhor, fantasias. A Miss Curaçao, Akisha Albert, estava impecável no seu traje. A Miss Espanha, Ângela Ponce, soube tirar proveito de uma espanhola linda. Também gostei do traje de Miss Zâmbia, Melba Shakabozha.

Misses Curaçao Akisha Albert e Espanha Ângela Ponce (Fotos: Concurso)

Miss Zâmbia Melba Shakabozha acertou mas, Miss México Andréa Toscano lembra uma alegoria de escola de samba (Fotos: Concurso)

Até os bofes e bofonecas estão exagerando nos desfiles. O filólogo alagoano Aurélio Buarque de Holanda explica que fantasia é uma obra de imaginação; vestimenta que se usa no Carnaval. Já o traje típico é um traje habitual de uma região. As misses do Brasil deveriam ir de baiana, de gaucha, de cangaceira, de índia, de passista, etc.

Mayra Dias, do Brasil, usou essa fantasia de Parantins (Fotos: Concurso)

Bal Masqué de 1977

Almir da Paixão o eterno rei das passarelas (Foto: Arquivo do blog)

Há 45 anos, acontecia no Clube Internacional do Recife, o Bal Masqué. Veio para o baile Martha Vasconcelos, Miss Universo de 1968. Uma das presenças jovens mais bonitas da noite foi a do alagoano José Omena Barbosa Filho.

Clóvis Bornay e Martha Vasconcelos (Fotos: Divulgação)

Na categoria originalidade, o campeoníssimo Almir da Paixão vencia com a fantasia A Lenda de Medusa. Em luxo masculino venceu Clóvis Bornay com Gloria e Realeza. Era o tempo dos Bal Masqués em traje a rigor e de muito glamour.

 

O It Boy José Omena (Foto: Fernando Gusmão)