Fernando Machado

Blog

Tag evocação

Parabéns, Cristina Vita!

Monica Rios Rodrigues, Cristina Vita e Eliane Neves Baptista (Foto: Fernando Machado)

Dos mais prestigiados o almoço de adesão que as amigas de Cristina Vita promoveram ontem, no The Black Anus, em Boa Viagem. Na coordenação Mônica Rios Rodrigues. Cristina by Victor Dzenk ouviu um coral de 50 vozes cantar o tradicional parabéns para você. Depois tivemos corte grifado pela filha Marina Vita. O DJ Thiago Carvalho apresentou um set-list começando pelas musicas que fizeram sucesso nos anos 70 até 80, mas incluiu os novos hits.

Sonia Fernandes e Tinane Almeida (Foto: Fernando Machado)

Jussara Lemos, Márcia Carneiro e Alizete Maynard (Foto: Fernando Machado)

No repertório o Hino do Cordão do Bola Preta “Ô Abre Alas, / Que eu quero passar / Eu sou da Lira / Não posso negar / Ô Abre Alas, / Que eu quero passar. / Rosas de Ouro é quem vai ganhar”; Máscara Negra, as famosas marchinhas de carnaval “Mamãe eu quero, mamãe eu quero, / Mamãe eu quero mamar! / Dá a chupeta! Dá a chupeta! Dá a chupeta / Dá a chupeta pro bebê não chorar! / Eu tenho uma irmã que se chama Ana: / De tanto piscar o olho já ficou sem a pestana”.

Ângela Maciel e Lucia de Fátima Acioli (Foto: Fernando Machado)

Cristina Vita e Marcos Nascimento (Foto: Fernando Machado)

Ainda o Frevo Nº 1 de Antonio Maria “Ô ô ô saudade / Saudade tão grande / Saudade que eu sinto / Do Clube das Pás, do Vassouras / Passistas traçando tesouras / Nas ruas repletas de lá / Batidas de bombos / São maracatus retardados / Chegando à cidade, cansados, / Com seus estandartes no ar. / Que adianta se o Recife está longe / E a saudade é tão grande / Que eu até me embaraço / Parece que eu vejo / Valfrido Cebola no passo / Haroldo Fatias, Colaço”.

Eliane Pompeu e Eliana Lapenda Guerra (Foto: Fernando Machado)

Fátima Guerra e Lídia Lopes (Foto: Fernando Machado)

E o Mestre Capiba não foi esquecido com Madeira que Cupim não Rói: “Madeira do rosarinho / Vem a cidade sua fama mostrar / E traz com seu pessoal / Seu estandarte tão original / Não vem pra fazer barulho / Vem só dizer… e com satisfação / Queiram ou não queiram os juízes / O nosso bloco é de fato campeão / E se aqui estamos, cantando esta canção / Viemos defender a nossa tradição / E dizer bem alto que a injustiça dói / Nós somos madeira de lei que cupim não rói”.

Germana Monteiro de Carvalho, Alice Souza Leão, Cristina Vita e Rosa Peres (Foto: Fernando Machado)

Paula Freire, Tinane Almeida e Cristina Novaes (Foto: Fernando Machado)

Claro que Nelson Ferreira foi revivido com Evocação Nº 1, as sofrências de Reginaldo Rossi, Despacito e Dançando com Ivete Sangalo: “Mamãe vai fazer, papai vai fazer / só falta você / Dançando, dançando, / dançando, dançando / Dançando, dançando, dançando, / Dançando, dançando, dançando, / Dançando, dançando, dançando, dan dan dan dan, dan, dançando / Dance comigo”.

O DJ Thiago Carvalho nas picapes (Foto: Fernando Machado)

A Trend em ritmo de frevo

A realeza do frevo é a mais nova ferramenta que o Recife ganhou via o Paço do Frevo, como mostrar aos turistas é a dança que Capiba perpetuou compôs: “Pernambuco tem uma dança / Que nenhuma terra tem / Quando a gente entra na dança / Não se lembra de ninguém / É maracatu, não! / Mas podia ser. / É bumba-meu-boi, não! / Mas podia ser. / Mas será o baião, não! / Mas podia ser. / É dança de roda, não! / Quero ver dizer… / É uma dança / Que vai e que vem / Que mexe com a gente / É frevo, meu bem!”

a-paulo-braz-luciana-feranndes-vitor-bauab2

Paulo Braz, Luciana Fernandes e Vitor Bauab (Foto: Fernando Machado)

Pois bem, foi nesse santuário de quatro pisos que Operadora Trend, resolveu lançar, ontem à noite, seus os aplicativos Vitrine e Vitrine Mobile, onde as agências de viagens poderão lucrarem com e-commerce. O Paço do Frevo fica localizado na Praça do Arsenal, no Recife Antigo. O prédio é lindo e lá funcionou até 1973 a Western Telegraph Company, e é tombado pelo Iphan desde 1998.

a-maestro-spok

Maestro Spok (Foto: Fernando Machado)

Foi recuperado com um investimento de R$ 11,7 milhões, graças a uma iniciativa da Prefeitura do Recife, com criação e realização da Fundação Roberto Marinho. No térreo onde funciona a loja, café e o Centro de Documentação Guerra Peixe, além da administração aconteceu o coquetel grifado pela Porto Fino, estava de se comer rezando.

a-mike-eisnar-sandra-luck

Mike Eisnar e Sandra Lück (Foto: Fernando Machado)

No cardápio lichia recheada com creme cheese, tartar de salmão com sour cream e torradas, espetinhos de camarão natural com pimenta biquinho, canapés de queijo brie com damascos, tortinha de Ricota com espinafre e sementes de papoula, carpaccio de vitela ao molho mediterrâneo com grana padano, vol-au-vent depalmito pupunha com queijo parmesão.

a-rebeca-ferreira-bloco-das-flores

Rebeca Ferreira (Foto: Fernando Machado)

Ainda degustamos rolinho em massa harumaki com recheio de legumes e molho oriental, minibruschetas de tomate frescos, parmesão e manjericão frescos, vol-au-vent de alho poró, ravioli de queijo com molho de tomates concassé e gratinado de macaxeira com carne seca desfiada. Tudo isso regado a espumante Salton Brut, cerveja e sucos de frutas.

a-ana-luiza-accioly

Ana Luiza Accioly (Foto: Fernando Machado)

As 20h, os 100 convidados subiram até o terceiro andar que é uma verdadeira maravilha. Na ocasião falaram Vitor Bauab (diretor de Marketing da Trend), Paulo Braz (Paço do Frevo), Luciana Fernandes (Empetur), e Rebeca Ferreira (Trend) que explicou todas as ferramentas da marca para que os agentes possam utilizá-las com facilidade. Depois todos voltaram para o térreo onde o Maestro Spok, continuou seu show de frevo. E claro que a Evocação Nº 1, de Nelson Ferreira, não podia faltar.