Fernando Machado

Blog

Tag decoração

João Alberto e a Sociedade Pernambucana

Robson Chagas, João Alberto e José Ubiracy Silva (Foto: Fernando Machado)

Sheila Wanderley e Roberta Jungmann (Foto: Fernando Machado)

O lançamento do livro Sociedade Pernambucana, do arco do nosso high João Alberto, terça-feira, na Arcádia de Boa Viagem, foi um grande acontecimento. O colunista social do Diário de Pernambuco autografou a sua bíblia num mini palco forrado com jacá preta diante de uma jardineira de paudanos. E sobre a mesa sarin repousava arranjos de flores tropicais rodeada de velas brancas e bolas.

Alessandra Arantes, Christiana Rocha, Ubiracy Silva e Daniella Gusmão (Foto: Fernando Machado)

Ana Laura e Guido Stütz (Foto: Fernando Machado)

No palco ainda um totem da Icone de Álvaro Dantas. Nos seus arredores um vaso entupidos de beijos de Dona Norma. João Alberto by Fidelle, da Monserraz à côté Sheila Wanderley num modelo dos anos 30 sairam do local mais de uma hora da manhã. Cansados mais felizes da vida. A festa da bíblia da nossa sociedade foi notável. Parece até as festas do Recife glamoroso somente de gentes conhecidas. C’est La vie.

Carlos Eduardo Santos e Ennio Benning (Foto: Fernando Machado)

Celinha Batista e a filha Patricia (Foto: Fernando Machado)

Adorei a decoração, de dourado ao preto, by Robson Chagas. Na entrada uma jardineira paudanos. Do teto caiam oito esferas de micro luzes e sob elas uma mesa de ferro dourada e vidro, onde estavam os doces. No dancing caiam do teto 90 luminárias douradas. Detalhe toda a casa estava forrada de tecido cor de ébano. Sobre as mesas vasos de vidros com dois tipos de arranjos. Um de Jamaica, açafrão e espada de São Jorge.

Clovis Wanderley Vinhosa, Amanda Barcala, João Vinhosa e Linda Wanderley (Foto: Fernando Machado)

A primeira dama do Recife, Cristina Quirino de Mello e Angela Mota Pragana (Foto: Fernando Machado)

E o outro de dracenas douradas, cristais douradas e folhas de Jamaica. Estavam lindos os arranjos com abacaxis coloridos. Já ia esquecendo das 42 cúpulas de bronze caindo alto. Enquanto João Alberto autografava os livros o DJ Magal arrasava nas picapes com musicas lounges, pernambucanas e samba-rock. Depois entrou a banda Amigos Sertanejos, que colocou muita gente no dancing para balançar o esqueleto ao som de musica sertaneja universitária, forró e batida de funk.

Gabriel Perez e Fátima Bezerra (Foto: Fernando Machado)

O cônsul geral da Argentina Jaime Beserman e Patricia com o vice cônsul de Portugal Marco Ferreira de Melo  (Foto: Fernando Machado)

E bufê foi de era de se comer rezando, para Nossa Senhora da Conceição, no cardápio risoto de pato, salada Waldorf (uma maravilha), canelone de Brie, camarão natural, flor de filo, tortinha de frango ao curry e pastel de festa. A mesa de doces era de a gente comer de joelhos. Somente a doceira Fátima Wanderley me fazia provar aquelas delicias. A barriguinha de freira, enroladinho de pistache, florzinha de coco, hóstia de gemas e flor de damasco. Estava muito bonito o bolo do Chef Thiago Freitas.

Moisés Wolfenson e Zenaide Barbosa (Foto: Fernando Machado)

Mateus Paulinelli ao lado pai Renato Paulinelli (Foto: Fernando Machado)

Às 21h João Alberto fez um hiato nos autógrafos para subir ao palco e comandar os sorteios. Entre eles uma passagem da Air Europa Recife-Madrid-Recife. Quem circulasse poderia encontrar um carrinho dos brownies de Ana Luiza Wanderley, estandes de pipocas gourmet Blend e da Flutê Drinks. O cerimonial foi maravilhoso e tinha a assinatura de Tatiana Marques.

Rodolfo Loepert, Cecilia Ramos e Carlos Eduardo Santos (Foto: Fernando Machado)

A deputada Terezinha Nunes e Joseli Lacerda (Foto: Fernando Machado)

O New Look do Hospital Jayme da Fonte

Padre Josenildo, Alexandre, Antônio Jayme, Ana de Fátima e Maria Auxiliadora da Fonte com Marcos Brekenfeld (Foto: Fernando Machado)

O Hospital Jayme da Fonte é o mais recifense dos recifenses. Foi fundado pelo médico Jayme Wanderley da Fonte (1915/1986), em julho de 1955. Foi o primeiro hospital particular a implantar o Serviço de Emergência na capital pernambucana. No seu complexo hospitalar existia, na época, a Petit Livraria,  e junto a Farmácia Jayme da Fonte, de Paulo Jayme da Fonte, frequentada pelos intelectuais. Pois nela tinha jornais do sul do país, que não existia ainda nas bancas de revistas. Eram costumeiros Renato Carneiro Campos, Jefferson Ferreira Lima, Wamireh Chacon Tomas Seixas e Arthur Carvalho.

Os irmãos Dora e Antônio Jayme da Fonte (Foto: Fernando Machado)

Pois bem, quinta-feira, à noite, aconteceu à inauguração das novas instalações do Hospital Jayme da Fonte. Foi uma cerimônia muito concorrida e prestigiada. Primeiro tivemos uma benção do padre Josenildo Ferreira, pároco da Igreja de Nossa Senhora das Graças, diante um altar onde repousava a imagem de Nossa Senhora do Carmo. Esse ato de fé aconteceu no hall de entrada do HJF. Recebendo os convidados estava Antônio Jayme da Fonte, ao lado da família.

Alexandre da Fonte e a tia Maria do Carmo da Fonte (Foto: Fernando Machado)

Na seqüência aconteceu um tour pelos novos espaços da ampliação, onde foram investidos com direito a tecnologia de ponta cerca de R$ 2 milhões. O destaque é o aparelho da Siemens chamado de Hemodinâmica, que permite ainda mais precisão nos tratamentos. É bom lembrar que o Jayme da Fonte tem o segundo maior programa de transplante de fígado do Brasil, destacando-se também em cirurgias bariátricas, cardíacas, ortopédicas, neurológicas e hemodinâmicas.

O médico Claudio Lacerda entre Ruy Batista e Ravel (Foto: Fernando Machado)

Depois tivemos um coquetel no nono andar. Com direito à música e a discursos. A primeira a se apresentar foi à cantora Kelly Rosa e encerrando tivemos os irmãos Ravel e Racine (que é médico do HJF). O mestre de cerimônia foi Kyril Muniz que convidou para o mini palco para discursarem o diretor Antônio Jayme da Fonte e o deputado Antônio Moraes. A decoração foi de Mercês Santiago que utilizou rosas, lírios e alstroemérias.

Joezil Barros e Neide (Foto: Fernando Machado)

O sim de Gabriela e Paulo

Paulo e Gabriela sendo abençoados pelo Padre Rinaldo (Foto: Fernando Machado)

A Igreja da Madre Deus é do estilo Maneirista e foi construída em  1720. Seu altar-mor é deslumbrante todo recheado de talhas barrocas do século XVIII. A Madre Deus é a mais antiga igreja do Recife. O seu lavabo de mármore de estremoz é considerado um dos mais bonitos do Brasil. No seu retábulo o destaque fica para a imagem de Nossa Senhora Mãe de Deus também século XVIII.

Os noivos seguindo pela nave central até o altar (Foto: Fernando Machado)

Quando a Igreja do Corpo Santo, a primeira instalada no Recife Antigo, foi demolida, todo seu acervo de imagens foi transferido para ela. Nessa igreja é majestosa, aconteceu o casamento, sábado, à noite, de Gabriela filha de Ana Claudia Lins Perez e João Luiz Dias Perez, e Paulo, filho de Maria de Fátima Wanderley de Andrade e Getúlio Tadeu Chaves de Andrade. A cerimônia foi presidida pelo Padre Rinaldo Pereira.

Rosa Mineiro Dias by Paulo Carvalho entre os netos Paulo Marcelo e Pedro Paulo (Foto: Fernando Machado)

A decoração grifada pela Donna da Casa deu um toque de mais beleza ao templo. A nave central virou uma jardineira de gypsophilas. Dois enormes arranjos de lírios, rosas, orquídeas, boca de leão e lysianthus brancos abriam espaço para o cortejo dos pais, dos 32 padrinhos e dos noivos até alcançar o altar. No altar quatro arranjos com as mesmas flores. O noivo, Paulo by Broosksfield muito elegante, surgiu na nave central da igreja, ao lado de sua mãe, Maria de Fátima by Gizela Silveira, tendo como fundo musical Hallelujah de Leonard Cohen.

Ana Claudia Lins Perez by Thays Temponi e Carolina Wanderley by Gizela Silveira (Foto: Fernando Machado)

Depois entraram Ana Claudia, muito elegante, by Thays Temponi e Getulio Tadeu. De repente os convidados ficaram de pé com os olhares para porta de entrada a fim testemunharem a noiva, Gabriela, linda usando um vestido da grife espanhola Pronovias, acompanhada pelo pai, João Luiz, by Ricardo Almeida, ao som da Ave Maria de Schubert e na seqüência Fascinação.

Mônica Sampaio by Paulo Carvalho e Nicole Dantas Perez by Paulo Carvalho (Foto: Fernando Machado)

A homília do Padre Rinaldo foi emocionante. Ele fala muito bem. Depois das fotos Gabriela e Paulo à frente do cortejo, seguiram pela nave central, ao som de Marry You de Bruno Mars. Outro casamento que marcou época no Recife. Amanhã, o blog escreverá como foi a maravilhosa recepção que os noivos ofereceram na Usina Dois Irmãos.

Norma Losada e Ana Maria Paiva, Regia e Roberto Maciel Lopes (Foto: Fernando Machado)

Anotações do Cotidiano

A Associação das Tapeceiras Casa Caiada, Maria Digna Pessoa de Queiroz, Patricia Pessoa de Queiroz e Maria Casa Caiada, movimentam coquetel no próximo dia 16, entre 17 e 22h. O motivo mostrar os tapetes cujo tema é Do Tradicional ao Contemporâneo. O evento acontecerá na Maria Casa Cor, no Shopping da Decoração, em Boa Viagem.

A presidente do Bloco da Saudade, Isabel Bezerra, nos informa a programação para o carnaval de 2018. No dia 26 de novembro de 2017, às 12h, temos a III Vesperal. No dia 14 de janeiro de 2018, 11h30, acontece a VI Manhã de Sol. No dia 19 de janeiro, temos a VIII Noite dos Flabelos. No dia 26 de janeiro o II Acerto de Marcha e no dia 2 de fevereiro, o XXXIV Baile do Bloco da Saudade. Tudo acontece na AABB.