Fernando Machado

Blog

Tag coquetel

Esquinas do Mundo

Aconteceu sexta-feira, o Baile da Vogue 2020 e a designer Andressa Salomone, que sempre produz os seus looks, apostou em uma roupa superousada de brilhos inspirada no clipe Toxic da Britney Spears. Como arremedo um acessório, um porta Juul banhado a ouro, cravejado de cristais. A beauty foi de Fernando Torquatto.

 

 

Eduardo Toldi, Glorinha Kalil e Naná Paranagá (Foto: Renato Wrobel)

Gloria Kalil e Eduardo Toldi Resultou num sucesso o coquetel, sexta-feirai, na Egrey do Shopping Leblon, de lançamento da coleção assinada pela consultora de moda Gloria Kalil. Eduardo Toldi estava em estado de graça. Entre as presenças destacamos Mila Moreira, Diogenes Queiroz, Regina Rique,  e Angela Hall.

Fatos Diversos

A escritora pernambucana Maria Anna Martins lança, no site Constelação, o livro As Duas Faces da Realidade. Ele relata como se sente uma noiva na véspera do casamento. Sobre o quê conversam as rosas e quais os sentimentos dos sapatos.

Daniela e Gabriela Maia, leia-se Spük, inauguram com coquetel para convidados, a sua 20ª loja e primeira Maison, na Avenida Conselheiro Aguiar, amanhã, às 19h. O espaço tem atendimento personalizado para mulheres oferecerá roupas da linha executiva até plus size.

Samir Abou Hana movimentará quinta-feira, às 19h30, no Espaço Nossa Casa, em Boa Viagem, jantar quando o prato de resistência será o anúncio do seu programa de entrevistas em parceria com uma revista impressa, Jurema. Para participar ligue para (81) 97109.6202.

Coquetel, Bazar & Natal

Heckel Verri, Sueli e Ricardo-Stambowsky (Foto: Marco Rodrigues)

Sueli e Ricardo Stambowsky como manda a tradição movimentam todos os anos no seu apartamento de Copacabana coquetel e bazar natalino. Terça-feira, eles reuniram muitos nomes conhecidos da sociedade carioca. O encontro foi dos mais alinhados e concorridos. Uma presença muito comentada é da Miss Brasil de 1957 e 2º lugar no Miss Universo, Teresinha Morango Pittigliani.

Guida Sève, Marly Garcia e Terezinha Pittigliani (Foto: Marco Rodrigues)

Os amigos botam a conversa em dia e tomam conhecimentos de novos potins. A mesa esta linda. No cardápio torta de maçã by Terezinha Morango Pittigliani; o bolo foi grifado por Regina Rodrigues, a torta de nozes foi preparada por Maria Pia Sussekind e Maria Nabuco, os brownies foram da Olenka e o pão de mel de Christiane Guinle. Quem roubou a cena do encontro foi o garçom Gabriel Anzolin, lindo de viver. O Rio sempre é uma festa…

Gabriel arrasou Anzolin e Eduardo Guinle (Foto: Marco Rodrigues)

Parabéns, Alemanha!

Betânia Correia de Oliveira, Roberto e Maria de Siqueira Regueira (Foto: Fernando Machado)

Gilberto Freyre Neto e Maria Könning de Siqueira Regueira (Foto: Fernando Machado)

A Data Nacional da Alemanha foi comemorada, ontem, à noite no Forte de Cinco Pontas, ou Forte de São Tiago das Cinco Pontas. O Forte é uma construção no melhor estilo de edificação holandesa do século XVII, construído pelo engenheiro holandês Tobias Commersteijn e com a direção de obras de Peter Van Buerer.

Ana Laura e Guido Stütz (Foto: Fernando Machado)

Sua construção foi providenciada para garantir o suprimento d’água das cacimbas de Ambrósio Machado, no extremo sul da ilha de Antônio Vaz, único lugar onde havia água potável no Recife, assim como para impedir que barcos inimigos penetrassem pelas áreas baixas do Rio Capibaribe.

O cônsul geral dos Estados Unidos, John Barrett, Mariana Cunha e cônsul para Assuntos Administrativos dos EUA Luis Reinoso (Foto: Fernando Machado)

Em 1654, as forças brasileiras e portuguesas, comandadas por André Vidal de Negreiros e pelo general Francisco Barreto de Menezes, finalmente derrotaram os holandeses e ocuparam o Forte das Cinco Pontas, tendo a rendição ocorrido na Campina do Taborda, porta sul da cidade, nos arredores do Forte.

O diplomata Carlos Alberto Asfora e o vice-cônsul de Portugal Marco Ferreira de Melo (Foto: Fernando Machado)

Em 1677, após a rendição dos holandeses, o forte foi reconstruído em pedra e cal com apenas quatro baluartes.  Seu nome foi mudado para Forte de São Tiago, mas o povo, fiel a sua origem, logo o chamou de São Tiago das Cinco Pontas.

A diretora do Hospital Naval, Cristina Heuseler e comandante dos Portos Mauricio Bravo (Foto: Fernando Machado)

Com a expansão da cidade o forte perdeu seu sentido de defesa e ganhou novos usos. Nos séculos XVIII e XIX funcionou com prisão e mais tarde como quartel militar. Em 1938 foi tombado como patrimônio nacional e, em 1980 foi restaurado e a partir de 1982 passou a sediar o Museu da Cidade do Recife. Ali podíamos contabilizar muitas histórias que passeiam em nossas mentes, noutras não.

O cônsul da Italia, Gabor de Zagon e a consulesa Iohanna Weiss (Foto: Fernando Machado)

O pátio interno do Forte repousam sete palmeiras imperiais imponentes. Encravado na parede principal do museu está um santuário de São Tiago. Pois foi neste cenário repleto de história que a cônsul geral da Alemanha, Maria Könning de Siqueira Regueira e o marido Roberto de Siqueira Regueira receberam os convidados para festejar os 30 anos da Queda do Muro de Berlim (25/11/1989), e os 70 anos de lei fundamental.

O cônsul geral do Japão Jiro Maruhashi, o general Pedro Paulo Braga e o brigadeiro César Farias Guimarães (Foto: Fernando Machado)

Os Siqueira Regueira ao lado da diretora do Museu, Maria Betânia Correia de Araujo recebiam os convidados. Coube a Bernardo Fialho comandar o cerimonial. Tudo começou com a execução dos hinos do Brasil e da Alemanha, composto por Haydn, pela banda Encore formada dois violonistas Carlos Santos e Jade Martins, Laila Campelo na Viola e Fabiano Menezes no Violoncelo. Na sequencia tivemos uma projeção de slides sobre a queda do Muro de Berlim.

O grafiteiro Johny Cavalcanti (Yone) e vice-cônsul da Alemanha Gil Berghoff (Foto: Fernando Machado)

Ainda tivemos a execução do hino da Comunidade Europeia, a 9ª Sinfonia de Beethoven com o solo de Fernando Almeida acompanhado pelo Ensemble Vocal Cantamus. Depois a cônsul geral Maria Könning de Siqueira Regueira e o secretário de Cultura, Gilberto Freyre Neto, fizeram suas saudações. O grafiteiro Yone (Johny Cavalcanti), subiu ao tablado para grafitar uma tela de 3m20x2m50, remetendo a Queda do Muro de Berlim, que será colocada na entrada da sede do Consulado Alemão. O Thiago Henrick Trio fez o fundo musical enquanto rolava o coquetel.

 

A diretora do Conservatório de Música Roseane Hazin e o quarteto Encore (Foto: Fernando Machado)

O coquetel foi grifado pela Camila Arruda Bufê. No cardápio canapés involtine de berinjela com tomate seco e rúcula, brochete de melão Orange com presunto Parma, capaccio de mignon com molho mostarda e lascas de parmesão e cestinha de bacalhau, linguiça alemã com chucrute, tartar de salmão, dip de camarão ao curry com coentro, panelinha de risoto de pera com presunto de Parma, panelinha de pene gratinado com molho de gorgonzola e moquequinha pernambucana com farofinha de dendê. Tudo isso regado a uísque, espumante, cerveja artesanal, sucos e refrigerantes.

O maestro Gilson Celerino e o Ensemble Vocal Cantamus (Foto: Fernando Machado)

Cleison Almeida e Camila Arruda responsáveis pelo bufê (Foto: Fernando Machado)