Fernando Machado

Blog

Tag coquetel

Mônica lança Estilo & Atitude

Renata Sampaio entre as irmãs Mônica e Mara Ayub (Foto: Fernando Machado)

O lançamento do livro da jornalista e pesquisadora de moda, Mônica Ayub lançou quarta-feira, na Livraria Cultura, do RioMar, Estilo & Atitude, resultou num grande sucesso. Ela define a obra como uma abordagem leve sobre a moda inserida em contextos político-sociais ao longo das décadas. A autora morou em Paris onde estudou museologia e restauração de arte na École du Louvre. Mônica também estudou na Universidade de Cambridge, nos Estados Unidos.

Shirley Alverini, Cacyone Gomes e Mara Ayub (Foto: Fernando Machado)

Tania e Fernando Campello com o filho Claudio (Foto: Fernando Machado)

Foi na TV Globo Nordeste que Mônica Ayub pôs em prática o seu conhecimento de fashion stylist no quadro Certo ou Errado, exibido semanalmente no NE TV – primeira edição. Mas o livro, da editora Labrador (SP), já estava à venda na versão impressa nos sites da própria Livraria Cultura, Amazon e na Saraiva, além de estar disponível em formato digital nas plataformas de vendas do Google Livros, iBooks, Kobo, Amazon, Cultura e Saraiva.

Mônica Ayub e Humberto Araújo (Foto: Fernando Machado)

Silvana Gondim e Leia Campos (Foto: Fernando Machado)

O coquetel, impecável, foi grifado pela Porto Fino. No cardápio wrap de Provolane com geléia de damasco, sevice de peixe branco acompanhado de batata doce, tulipa de rosbife com Gorgonzola e pesto de manjericão, guagamole com natrons, galet de frango com açafrão acompanhado de cebola caramelizada. Tudo isso regado a espumante Nero Celebration Brut. Um começo de noite maravilhoso.

Marco Polo e Ângelo Castelo Branco (Foto: Fernando Machado)

Pagode & Calote

Zeca Pagodinho virou musical. A estréia de Zeca Pagodinho – Uma História de Amor ao Samba aconteceu, segunda-feira, no Theatro Net Rio. Ao terminar o espetáculo, Zeca Pagodinho subiu ao palco ao som de Deixa a Vida me Levar e fez dueto com o protagonista e diretor Gustavo Gasparani. A peça fica em cartaz até o dia 29 de outubro.

Na estreia do musical Zeca Pagodinho e Isabelita dos Patins (Foto: AgNews)

A primeira dama do Rio de Janeiro, Silvia Jane Crivella deu um calote no dono de bufê Eder Meneghine. Ela pediu que ele doasse o coquetel beneficente para a ABBR. Ele prontificou-se a oferecer um arroz de pato, pois não podia bancar todos os custos. Ele cumpriu a promessa, mas até hoje nem obrigado recebeu da evangélica. Essa nota eu pincei de Anna Ramalho.

Anotações do Cotidiano

No próximo sábado, às 9h, acontece Missa de Ação de Graças na Capela, às 10h sessão solene no Salão Nobre e às 11h, coquetel na Biblioteca. Esta é a programação das comemorações dos 162 anos do Real Hospital Português de Beneficência. No comando estará o provedor Alberto Ferreira da Costa.

Hoje, às 19h, a dupla Thony Silas e Eron Villar, autores da série de revistas em quadrinhos, A Noiva, profere conferencia na Faculdade Ibratec. A escola fica localizada na Estrada da Batalha, 1200, no Ibura e a entrada custa R$ 20 para alunos da instituição e R$ 30 para visitantes.

De Volta para o Passado

Há 130 anos, nascia em Pernambuco, o líder político Sérgio Loreto, que morreu no dia 7 de março de 1937.

Há 110 anos, nascia em Pernambuco, o jornalista Gomes Maranhão, que morreu no dia 1 de agosto de 1992.

Há 95 anos, nascia em Pernambuco, o radialista Amarílio Nicéas, que morreu no dia 15 de julho de 1975.

Há 75 anos, morria em São Paulo, Madre Paulina do Coração Agonizante de Jesus, que nasceu no dia 16 de dezembro de 1865.

Há 70 anos, às 18h, o executivo João Lacerda, movimentava coquetel, para a reabertura do restaurante Leite, depois de 18 meses fechado.

Há 70 anos, nascia em Pernambuco, à jornalista Elza Teixeira, que morreu no dia 5 de fevereiro de 2013.

Há 65 anos, passavam pelo Recife, os violinistas Louis e Anette Kauffmann. Ele fez a partitura do filme E o Vento Levou.

Há 57 anos, Linda Belment, Miss Estados Unidos, era eleita em Miami, Miss Universo de 1960. Miss Brasil, Gina MacPherson, ficou no Top 15.

Há 40 anos, morria em Brasília, o senador Paulo Guerra, que nasceu no dia 10 de dezembro de 1915.