Fernando Machado

Blog

Tag construção

Construção Civil no Nordeste

O custo por metro quadrado da construção civil no Nordeste, em janeiro, foi o mais baixo entre as Regiões brasileiras: R$ 954,49. O valor é 11,3% menor que o encontrado na Região mais cara, o Sudeste (R$ 1.075,93). A construção civil na Paraíba aparece como a mais cara da Região: R$ 993,01. O valor é bem superior ao de Sergipe, que apresentou o menor custo nacional (R$ 905,88) e a menor variação regional no período de 12 meses, terminado em janeiro de 2017 (+3,53%).

O Estado também teve o menor custo nacional da mão de obra (R$ 411,26), 33% inferior ao do Rio de Janeiro, que apresenta o maior gasto nesse quesito (R$ 610,87). Pernambuco se destacou por apresentar a maior elevação de custos do país, aumento de 10,85%, no período de 12 meses, até janeiro de 2017. No Nordeste, a variação foi de 6,1%, e de 6,46% na média nacional. A avaliação está publicada no Diário Econômico Etene, produzido pelo Escritório de Estudos Econômicos do Nordeste.

Anotações do Cotidiano

Ontem, às 11h, tivemos a inauguração da Reforma do Lar Esperança, na Vila dos Palmares, em Muribeca. A obra foi realizada pelo programa de Assistência à Projetos Comunitários, do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão. A doação foi de R$ 246.085,20 entregue pelo cônsul Yasuhiro Mitsui visou a construção da cozinha, refeitório e lavanderia da entidade presidida pela senhora Cristina do Nascimento.

Os presidentes da Academia Pernambucana de Letras, Margarida Cantarelli, e do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano, George Cabral de Souza, movimentam segunda-feira, na Casa Carneiro Vilela, sessão solene em homenagem ao Bicentenário da Revolução de 1817. A reunião acontecerá, segunda-feira, às 15h. Na ocasião, o acadêmico Vamireh Chacon ministrará a palestra A Revolução de 1817 e a cultura brasileira.

 

Noticias do Ceará

A Construção da primeira etapa do Teleférico de Barbalha, localizada na Vila do Caldas, encontra-se em ritmo acelerado. Essa semana foi iniciada a montagem da primeira torre do Teleférico de Barbalha, a qual dará arrancada para interligação da Vila do Caldas ao Mirante do Cruzeiro. O Governo do Estado iniciou em setembro às obras do teleférico, a partir da reconstrução do antigo Hotel e da Estação de Partida, localizados na Vila do Caldas, em Barbalha. O prazo previsto de conclusão total das obras é outubro de 2017.

A Semana Internacional da Fruticultura, Floricultura e Agroindústria abre sua 23ª edição hoje, às 8h30, no Centro de Negócios do Sebrae-CE. O evento, que termina amanhã, terá como tema central O uso Eficiente da Água no Setor Agropecuário. A abertura contará com palestra do secretário dos Recursos Hídricos do Ceará, Francisco Teixeira, que abordará a Transposição do Rio São Francisco e as alternativas de oferta de água para o Estado. O público poderá também visitar a XVIII Agroflores, evento que tem como parceiro a Câmara Setorial de Flores.

Anotações do Cotidiano

A Abrasel-PE realizou, terça-feira, à noite, o lançamento do Guia Abrasel 2015/16, no Restaurante Biruta, no Pina. A ocasião também marcou início das comemorações de 25 anos de atuação da Abrasel em Pernambuco. A publicação conta com informações de 400 estabelecimentos do Estado e será distribuída em pontos turísticos, bares e restaurantes. O Guia apresenta o tema Alimente-se de amor e traz na capa ilustração do artista plástico Rafa Mattos, que trabalha produzindo peças que espalhem mensagens positivas com o tema “plante amor, colha o bem”.

a-joão-adauto-marcelo-brasil-núncio-natrielli-valter-jarocki-leonardo-lamartine-laís-domingues

João Adauto, Marcelo Brasil, Núncio Natrielli, Valter Jarocki e Leonardo Lamartine cortando o bolo comemorativo (Foto: Laís Domingues)

Desde 2013 à frente do Ministério Público do Trabalho em Pernambuco, o procurador do Trabalho José Laízio Pinto Júnior foi reconduzido pelo colégio de membros do órgão para mais dois anos de gestão. A posse para o biênio 2015/2017 aconteceu quinta-feira, em Brasília, com a presença do procurador-geral do Trabalho Ronaldo Curado Fleury. Entre as prioridades para o novo ciclo, está a conclusão da obra de construção do edifício-sede, que contará com oito andares. Disporá de 28 gabinetes, quatro salas de audiência, três elevadores e 70 vagas de estacionamento. O edifício foi orçado em R$ 15.117.785,14.