Fernando Machado

Blog

Tag comediante

De volta para o passado

Há 115 anos, nascia na Bélgica, a escritora Marguerite Yourcenar, que morreu no dia 17 de dezembro de 1987.

Há 110 anos, nascia em Pernambuco, o medico Nelson Chaves, que morreu no dia 25 de maio de 1988.

Há 85 anos, nascia nos Estados Unidos, a comediante Joan Rivers, que morreu no dia 4 de setembro de 2014.

Flashes

Linda a crônica que o jurista José Paulo Cavalcanti escreveu, ontem, no Diário de Pernambuco, sobre sua mãe. Dona Maria Lia.

A comediante e youtuber cearense, Dinah Morais, sobe, hoje, às 20h30, ao palco do Teatro Boa Vista, com o Rir Pra Não Chorar.

A senhora Amanda Campos me convida para participar do almoço da ACMEPE, no Spettus. Fiquei muito feliz pela lembrança.

O presidente da Aspa, José Luiz Torres, promove hoje mais um Programa de Desenvolvimento e Capacitação para os associados.

Excelente a crônica do acadêmico Paulo Gustavo, sobre O Bruxo do Brasil, no Jornal do Commercio, de ontem.

Quem está tem tempo vale a pena ser criança é a senhora Paula Paiva. Está em temporada de férias na Disney, em Orlando.

Esquinas do Mundo

O comediante Renato Aragão lançou a biografia Renato Aragão – Do Ceará para o coração do Brasil, terça-feira, na Livraria Travessa, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Ele recebia os amigos ao lado da mulher, Lília Taranto, e da filha, Lívian Aragão. A obra marca seus 57 anos de carreira do famoso cearense. Destacamos entre outros Jayme Monjardim, Patricia Poeta, Tony Ramos e Nicolas Prattes. Pincei esta noticia do blog de Lu Lacerda.

Renato Aragão, Tony Ramos, Livian Aragão, Lidiane Barbosa e Lilian Taranto (Foto: AgNews)

Conhecido como um dos precursores da moda sustentável, o figurinista brasileiro Geová Rodrigues, radicado em Nova York fez uma rápida passagem por São Paulo no sábado, para um evento de abertura da sua Pop Up na loja da UMA em Vila Madalena. O público foi surpreendido pelo pocket show do ator e cantor Juan Alba acompanhado da violinista Tamiris Soler. A mostra é parte da Art Basel.

A Diva das Divas: Marilyn Monroe

MM um nome que a história guardou para sempre (Foto: Divulgação)

Hoje esta coluna acordou pensando nela. Ela transpirava sexy-appeal. Os críticos de cinema deitavam e rolavam sobre sua vida, pois como o titulo do filme nunca foi santa. Brilhou como um diamante. Foi uma comediante fantástica. As inimigas diziam sobre ela o pecado mora ao seu lado. Este monstro sagrado que me refiro, faz hoje 55 anos que morreu. Ela nasceu no dia 1 de junho de 1926, ou seja, há 91 anos, como Norma Jeane Mortenson.

MM no primeiro casamento com James Dougherty e no terceiro com Arthur Miler (Fotos: Divulgação)

Como Norma Jeane Mortenson ou Norma Jeane Baker, aos 16 anos se casou com o fuzileiro naval James Dougherty. Na sequencia casou com o jogador de beisebol Joe DiMaggio, que nunca a esqueceu. E finalmente o terceiro marido foi dramaturgo Arthur Miller. Em 1946 incursionou no mundo do cinema e teve seu nome trocado para Marilyn Monroe. A partir de 1953 sua carreira na telona deslanchou.

Joe DiMaggio que nunca esqueceu MM (Foto: Divulgação)

Até hoje sua morte não foi explicada. Para uns devido à overdose, para outros, suicídio e tem aqueles que acham a CIA tramou sua morte, por ter se envolvido com o presidente John Kennedy. Uma de suas frases transformou o perfume Chanel nº 5, num objeto de desejo. Quando perguntaram o que usava para dormir, a rainha das divas respondeu: “Apenas duas gotinhas de Chanel Nº 5”. A verdade é que morreu a atriz Marilyn Monroe nasceu a divina, Marilyn Monroe.