Fernando Machado

Blog

Tag classificação

Indiano vence o Mister Supranational

Todos o candidatos na abertura do desfile de short, pois sunga é proibida (Foto: Concurso)

A 3ª edição do Mister Supranational de 2018 aconteceu sábado, em Krynica-Zdrój, na Polonia com a participação de 39 candidatos. A competição tem à frente Gerhard von Lipinski e Marcela Lobón. O mister Supranational de 2017, Gabriel Correa passou à faixa para Prathamesh Maulingkar da Índia, que tem 27 anos e 1m91 de altura. A apresentação foi de Ola Jordan e Ivan Podrez.

O Top 10 (Foto: Concurso)

No top 20 ficaram Samuel Costa (Brasil), Quinton Martina (Curaçao), Fabián Pérez (Espanha), Nicholas Kotselas (Estados Unidos), Marco Poli (Filipinas), Ennio Fadiaenie (Holanda), Prathamesh Maulingkar (Índia), Benoit Bartolo (Malta), Alejandro Garcia (México), Ellis Lwin (Mianmar), Mathias Duma  (Noruega), Ryan Stone (Panamá), Jakub Kucner (Polônia), José Alfredo Vargas (Porto Rico), Daniel Sicheneder (Republica Dominicana), Ján Palko (Republica da Eslováquia), Jakub Kocht (Republica Tcheca), Mikhail Baranov (Russia), Tymeron Carvalho (Sri Lanka), Kevin Dasom (Tailândia).

Os Misteres Continentes: Caribe, Republica Dominicana, África, Américas, Ásia, Oceania e Europa (Foto: Milton Mieloch)

No Top 10  Samuel Costa (Brasil), Ennio Fadiaenie (Holanda), Prathamesh Maulingkar (Índia), Ján Palko (Republica da Eslováquia), Nicholas Kotselas (Estados Unidos), Mathias Duma (Noruega), Jakub Kucner (Polônia), Daniel Sicheneder (Republica Dominicana), Tymeron Carvalho (Sri Lanka) e Kevin Dasom (Tailândia).

O Top 5, Ennio Fadiaenie, Kevin Dasom, Prathamesh Maulingkar, Gabriel Correa, Jakub Kucner e SAmuel Costa (Foto: Ricardo Carvalho)

Classificação final em 5º lugar Ennio Fadiaenie (Holanda), em 4º lugar Kevin Dasom (Tailandia), em 3º lugar Samuel Costa (Brasil), em 2º lugar Jakub Kucner (Polônia), e em 1º lugar Prathamesh Maulingkar (Índia). Benoit Bartolo de Malta foi o Mister Fotogenia, Kwassy Adjamah de Togo foi o Mister Personalidade, o Mister Corpo foi Prathamesh Maulingkar (Índia). O melhor é roupa de Noite foi Mathias Duma (Noruega), o Mister Top Model Fabián Pérez (Espanha).

Gabriel Correa, Prathamesh Maulingkar e a Miss Supranational de 2018 Valéria Vazquez (Foto: Concurso)

Mister popularidade Ellis Lwin de Mianmar. Mister Amizade Andrés Mejia (Colômbia) e o Mister Talento Mikhail Baranov (Russia). Mister África foi Kwassy Adjamah (Togo), Mister Américas Nicholas Kostelas (Estados Unidos), Mister Asia Tymeron Carvalho (Sri Lanka), Mister Caribe Daniel Sicheneder (Republica Dominicana), Mister Europa Jan Palko (Eslováquia) e Mister Oceania Kevin Aubry (Nova Caledônia).

Os candidatos diante de uma árvore de Natal (Foto: Concurso)

Veja o video: http://www.mistersupranational.com/blog/2018/12/3/mister-supranational-2018-video-reports-3-and-4

Gladys Zender: Miss Universo de 1957

Foto oficial das misses dos países e estados norte-americanos (Foto: Acervo de Roberto Macedo)

Há 60 anos acontecia no Long Beach Auditorium, o VI Miss Universo. A vencedora foi a peruana Gladys Zender, de 17 anos, e se tornou a primeira sul-americana a ser coroada Miss U. Gladys e Terezinha Morango do Brasil ficaram empatadas, no desempate venceu a peruana. Participaram do evento 32 candidatas. Tivemos alguns escândalos, como a desclassificação da Miss Estados Unidos, Leona Cage, por já ter sido casada com Gene Norris e mãe de dois David (2 anos) e Gene Junior (3 anos).

Gladys Zender no trono e no top 15 (Fotos: Manchete e O Cruzeiro)

A segunda colocada no concurso de Miss Estada Unidos, Charlotte Sheffield, não pode participar e foi enviada para disputar no Miss Mundo de 1957. Por conta disso foi a única vez que os Estados Unidos não participaram do concurso. As favoritas da imprensa e do público eram a Miss Alemanha, Gerti Daub, que parecia com a princesa Grace Kelly, e a Miss Brasil Terezinha Gonçalves Morango.

Carol Morris observa a emoção de Gladys quando Bob Russell ajeita a coroa (Foto: Manchete)

O apresentador Bob Russell apresentou o Top 15: Martha Lehmann (Alasca), Gerti Daub (Alemanha), Mônica Lamas (Argentina), Hanneri Melcher (Áustria), Glória Noakes (Canadá), Maria Rosa Gamio (Cuba), Terezinha Morango (Brasil), Ligia Karavia (Grécia), Sonia Hamilton (Inglaterra), Valeria Fabrizzi (Italia), Kyoko Otani (Japão), Jacqueline Dorella (Marrocos), Gladys Zender (Peru) e Inger Jonsson (Suécia).

Maria Rosa, Sonias, Gladys, Terezinha e Martha (Foto: Divulgação)

A classificação final ficou assim: Miss Universo de 1957 Gladys Zender, em segundo lugar Terezinha Morango (Brasil), em terceiro lugar Sonia Hamilton (Inglaterra), em quarto lugar Maria Rosa Gamio (Cuba) e em quinto lugar Gerti Daub (Alemanha). Também foram eleitas como Miss Simpatia, Mapita Cordero (Porto Rico), Miss Fotogenia Gerti Duab (Alemanha) e Garota Popular Gloria Noakes (Canadá).

Gladys Zender depois de coroada por Carol Morris (Foto: O Cruzeiro)

Participaram do concurso Martha Lehmann (Alasca), Gerti Daub (Alemanha), Mónica Lamas (Argentina), Hannerl Melcher (Áustria), Janine Honotiau (Bélgica), Terezinha Gonçalves Morango (Brasil), Glória Noakes (Canadá), Camellia Roslaia Perera (Ceilão), Park Hyunok (Coreia do Sul), Sonia Cristina Icaza (Costa Rica), Maria Rosa Gamio (Cuba), Patricia Consuelo Benitez (Equador), Mary Ann Carmen Philipps Corrales (Filipinas), Lisa Simon (França), Ligia Karavia (Grécia), Ana Walda Olyslager (Guatemala), Ramonas Tong (Havai).

O Top 5 do Miss Estados Unidos tendo Leona Cage como vencedora (Foto:  Manchete)

Ainda Sonia Hamilton (Inglaterra), Bryndis Schram (Islândia), Atara Barzely (Israel), Valéria Fabrizzi (Itália), Kyoko Otani (Japão), Jacqueline Doreilla Bonilla (Marrocos), Ginette Cidalise Montaise (Martinica), Irma Arévalo (México), Lucy Montanero Rivarola (Paraguai), Gladys Zender Urbina (Peru), Mapita Mercado Cordero (Porto Rico), Inger Jonsson (Suécia), Guler Sirmen (Turquia), Gabriela Pascal (Uruguai) e Consuelo Nouel Gómez (Venezuela).

Terezinha Morango de maiô e traje de noite (Foto: O Cruzeiro)

 

Diego Garcy, do México, vence o Mister Supranational

ms-top-10

O Top 10 (Foto: Concurso)

Sábado, à noite, em Krynica-Zdrój, na Polônia, tivemos a escolha do I Mister Supranatural, com a participação de 37 candidatos. A apresentação foi de Davina Reeves. Os candidatos desfilaram de traje de banho, bermudas e depois de traje de gala. O concurso é promovido pela empresária colombiana Marcela Lobén em parceria com o produtor polonês Gerhard Parzutka von Lipinski. O cenário estava deslumbrante.

ms-calcao

Os 11 semifinalistas de bermudas (Foto: Concurso)

ms-calcao2

Os nove semifinalistas de bermudas (Foto: Concurso)

Ficaram no Top 20 Porto Rico (Christian Trenche), Reino Unido (Rex Newmark), Bielorrússia (Sergey Bindalov), Bélgica (Johnny Gaspart), Republica Checa (Jan Pultar), Brasil (Bruno Vanin), Dinamarca (Marcus Jørgensen), Venezuela (Gustavo Acevedo), Suécia (Ali Ghafori), França (Bryan Weber), Malta (Neil Scerri), Japão (Ricky Wakabayashi), México (Diego Garcy), Polônia (Rafał Jonkisz), Espanha (Jose De Haro), Romênia (Catalin Brinza), Republica Eslovaca (Karol Kotlár), Índia (Jitesh Thakur), Panamá (Michael Piggott) e Filipinas (Ar de la Serna).

ms-calcoes

Todos os candidatos de bermudas (Foto: Concurso)

ms-mexico

Diego Garcy depois de te recebido a faixa de Monika Leweczuk (Foto: Concurso)

No Top 10 ficaram Rafał Jonkisz, da Polônia; Jitesh Thakur da Índia; Sergey Bindalov da Bielorrussia; Bruno Vanin do Brasil, Marcus Jørgensen da Dinamarca; Michael Piggott do Panamá; Diego Garcy do México; Ricky Wakabayashi do Japão; Gustavo Acevedo da Venezuela e Catalin Brinza da Romênia.

ms-todos

No palco todos os candidatos (Foto: Concurso)

ms-palco

O top 5 no palco (Foto: Concurso)

E finalmente tivemos a classificação final: em 5º lugar ficou Catalin Brinza da Romênia, em 4º lugar Bruno Vanin do Brasil, em 3º lugar Jitesh Thakur da Índia, em 2º lugar Sergey Bindalov da Bielorrussia e o vencedor foi Diego Garcy do México, que foi coroado pela Miss Supranational 2016, Monika Lewczuk.

ms-top5

Bruno Vanin, Jitesh Thakur, Diego Garcy, Sergey Bindalov e Catalin Brinza (Foto: Concurso)

Gladys Zender: Miss Universo de 1957

mu57-top15-capa-manchete

O Top 15 e a capa da Manchete com Gladys Zender e Terezinha Morango (Fotos: Manchete)

Há 59 anos acontecia no Long Beach Auditorium, o 6º concurso de Miss Universo. A vencedora foi Gladys Zender, de 17 anos, e se tornou a primeira sul-americana a ser coroada. Gladys e Terezinha Morango do Brasil ficaram empatadas, no desempate venceu a peruana. Participaram do evento 32 candidatas. Tivemos alguns escândalos, como a desclassificação da Miss Estados Unidos, Leona Cage, por já ter sido casada e mãe de dois filhos.

mu-57-top5-maio-vestido-cruzeiro

Misses Peru, Brasil, Inglaterra, Cuba e Alemanha em traje de noite e de banho (Foto: O Cruzeiro)

A segunda colocada no concurso de Miss Estada Unidos, Charlotte Sheffield, não pode participar e foi enviada para disputar no Miss Mundo de 1957. Por conta disso foi a única vez que os Estados Unidos não participaram do concurso. As favoritas da imprensa e do pública eram a Miss Alemanha, Gerti Daub, que parecia com a princesa Grace Kelly, e a Miss Brasil Terezinha Gonçalves Morango.

mu-57-top5manchete

O Top 5: Cuba, Inglaterra, Peru, Brasil e Alemanha (Foto: Divulgação)

O apresentador Bob Russell apresentou o Top 15: Martha Lehmann (Alasca), Gerti Daub (Alemanha), Mônica Lamas (Argentina), Hanneri Melcher (Austria), Glória Noakes (Canadá), Maria Rosa Gamio (Cuba), Terezinha Morango (Brasil), Ligia Karavia (Grécia), Sonia Hamilton (Inglaterra), Valeria Fabrizzi (Italia), Kyoko Otani (Japão), Jacqueline Dorella (Marrocos), Gladys Zender (Peru) e Inger Jonsson (Suécia).

mu-57-carol-morris-gladyes-zender-gervasio-batista

Linda Bement, MIss U 56 depois de coroar e enfaixar Gladys Zender (Foto: O Cruzeiro)

A classificação final ficou assim: Miss Universo de 1957 Gladys Zender, em segundo lugar Terezinha Morango (Brasil), em terceiro lugar Sonia Hamilton (Inglaterra), em quarto lugar Maria Rosa Gamio (Cuba) e em quinto lugar Gerti Daub (Alemanha). Também foram eleitas como Miss Simpatia, Mapita Cordero (Porto Rico), Miss Fotogenia Gerti Duab (Alemanha) e Garota Popular Gloria Noakes (Canadá).

mu-57-leonagage-charlotte-sheffield-utah-manchet

Carolyn McMcGirr, Ruth Parr, Leona Cage que perdeu a coroa minutos antes do desfile de Miss Universo, Charlotte Sheffield e Joan Admas (Foto: O Cruzeiro)

  • 1 2