Fernando Machado

Blog

Tag cardápio

Parabéns, Moisés Wolfenson!

Moisés e Magali Wolfenson entre Layla e Fernando (Foto: Fernando Machado)

Clarice D’Avila, Zenaide Barbosa e Maria do Carmo Pontes (Foto: Fernando Machado)

Quinta-feira, o cirurgião plástico Moisés Wolfenson comemorou seu aniversário com um jantar dos mais alinhados, no Espaço Gourmet, do Cabanga Iate Clube. A decoração by Layla Wolfenson Nader, estava muito bonita cujo tema era o mar e suas riquezas.

Ângela Moraes, Beth Rossi, Cristina Lyra e Keila Benicio (Foto: Fernando Machado)

Diana Corte Real e Higia Figueiredo (Foto: Fernando Machado)

Sobre as mesas jarras de astromélias, que dividia o espaço, com jogo americano e porta-guardanapo com aplicações de conchas marítimas. O bufê foi grifado pelo chef Bigode e o cardápio de a gente comer de joelhos para Nossa Senhora da Assunção, foi paelha.

Fernando e Maria Helena Wolfenson (Foto: Fernando Machado)

Layla Wolfenson e Felipe Maranhão Nader (Foto: Fernando Machado)

Como não poderia faltar tivemos os tradicionais parabéns para você, cantado por um coral de 30 vozes e o corte do bolo de frutas by Dona Selma. Moisés estava ao lado da esposa, Magali em grande noite by Prada; dos filhos Fernando e Layla, da nora Maria Helena, do genro Felipe, e dos netos Arthur, Clara, Catarina e Maria Fernanda.

Zulene Norberto e Riva Wolfenson (Foto: Fernando Machado)

Melson Mulatinho, Moises Wolfenson e Joaquim Figueirredo (Foto: Fernando Machado)

José dos Santos & 90 anos

Nadja e José dos Santos (Foto: Fernando Machado)

Lourdinha e Roberto Oliveira com os filhos Arthur e Oscar (Foto: Fernando Machado)

Nadja e José dos Santos abriram sua residência das Graças sábado, para um almoço de se comer rezando de joelhos, para comemorar os 90 anos do dono casa. E uma festa lá é tudo de bom. A casa de Zé Santeiro, como ele é mais conhecido, é um verdadeiro antiquário, e agora que passou por uma grande reforma, está mais linda ainda. E esse santuário fica cercado de fruteiras. É o verde pontificando um espaço rodeado de prédios por todos os lados.

José e Nadja com os filhos Hercilio e Adriana (Foto: Fernando Machado)

Vera Costa e Carlos Eduardo Cunha Barreto (Foto: Fernando Machado)

Como estava num dia chuvoso os beija-flores não vieram testemunhar o encontro. O acervo de arte sacra de Zé Santeiro é um verdadeiro colírio para os olhos. Nadja assinou o próprio almoço. Existe coisa mais chique do que comida caseira? Quem estava querendo emagrecer abandonou a dieta, pois o cardápio era de fazer inveja a Apicius. No cardápio pernil de cabrito, vatapá e filé ao molho de madeira.

Beth Ithamar e José dos Santos (Foto: Fernando Machado)

Os chefs Tito Fernandes, Claudio Manoel e César Santos  (Foto: Fernando Machado)

O chef Tito Fernandes trouxe um pernil suíno acompanhado de uma farofa de a gente ficar de água na boca. Para sobremesa bolo de chocolate, e de mandioca e uma salada de frutas. Às 18h, um coral de 100 vozes cantou os tradicionais parabéns para você e depois cortou um bolo de frutas by Nadja. Foi um encontro à altura do mestre das antiguidades. Tudo isso regado a vinho Gran Tarapacá Reserva, uisques (JB e Logan) e espumante Chandon.

José dos Santos e Mane Tatu (Foto: Fernando Machado)

José dos Santos entre os netos Pedro Henrique e Diogo (Foto: Fernando Machado)

Passava das 19h quando os primeiros convidados começaram a se despedir, mas muita gente ainda ficou. E assim se passou a tarde e foi noite adentro com os olhos se enchendo de bom gosto, os ouvidos atentos ao bom papo e a boca se fartando de gosto bom. O almoço ficou com aquele gosto de quero mais. Zé Santeiro estava muito feliz, ao lado dos filhos, netos, e amigos.

Carol Loyo e José dos Santos (Foto: Fernando Machado)

Leo Silva, José dos Santos e Carlos Augusto Lira (Foto: Fernando Machado)

Parabéns, Mary Queiroz!

Mary Queiroz com Carola, Josué Cavalcanti e os netos Guilheme e Carolina Cavalcanti (Foto: Fernando Machado)

Ontem, no final da tarde, a cerimonialista Mary Queiroz recebeu em seu bonito apartamento de Boa Viagem, um pequeno grupo de amigas para comemorar seu aniversário. Mary sempre foge das comemorações, mas este ano, um pedido de uma grande amiga de sua mãe, Tia Martinha, exigiu que ela fizesse um encontro. E Mary Queiroz não pode deixar de atendê-la. E a reunião foi excelente, daquelas que a gente sai com vontade de ficar.

Carolina Carvalho, Cecilia Urioste e Carola Queiroz (Foto: Fernando Machado)

Taciana Barbosa, Isabel Albuquerque e Martinha Ferreira (Foto: Fernando Machado)

A decoração do apartamento grifada pela filha, a arquiteta Carola Queiroz, estava linda, com arranjos de lisianthus, agapanthus e lírios brancos. O cardápio era de se comer rezando para os Santos Joaquim e Ana, avós maternos de Jesus Cristo. Mary estava em grande noite, num caftã, de chiffon preto, criado pelo trio Carola Queiroz, Silvana Costa e Ana Elizabeth Simon.

Liliana Figueiredo e Mary Queiroz (Foto: Fernando Machado)

Lise Figueiredo e Tessie Senteno (Foto: Fernando Machado)

O bufê foi preparado em casa, existe coisa mais chique do que isso? No cardápio tortas (biscoito, frango e limão), mousse de maracujá, coxinha de galinha e cachorro quente. Para sobremesa doces de Simone Barros. Na hora do Angelus, um coral de 20 vozes cantou os tradicionais parabéns para você. E na sequencia Mary Queiroz cortou o bolo grifado por Lucinha Cascão.

Aninha Guthmann e Mary Queiroz (Foto: Fernando Machado)

Bravo, João Câmara!

O palacete do século XIX, que pertenceu a Augusto Frederico de Oliveira, filho do Barão de Beberibe, tornou-se sede própria do Museu do Estado de Pernambuco a partir de 1940. No começo do século XX, o prédio foi modificado com o acréscimo do segundo pavimento e, em dezembro de 1951, foi incorporado ao patrimônio do Museu um novo pavilhão, denominado de Anexo I, ampliando o espaço cultural para novas atividades.

João e Adelaide Câmara com a filha Adriana e a neta Clarice (Foto: Fernando Machado)

Cristina Guimarães Ribeiro e o curador Emanoel Araujo (Foto: Fernando Machado)

Em 1988, o Museu ganhou nova reforma, desta feita nos porões do casarão, e passou a oferecer ao público duas galerias de exposições temporárias. O Museu ocupa uma área de 9.043m², com amplo estacionamento e jardins ornamentados com esculturas e vasos de cerâmica portuguesa. A entrada principal é guardada por dois grifos de bronze: cabeça de águia, corpo de leão e cauda de serpente.

A diretora do Museu Margot Monteiro (Foto: Fernando Machado)

Renata Brennand, Vera Magalhães e Lourdes Brennand (Foto: Fernando Machado)

Estátuas de zuavos, soldados da infantaria francesa made in Argélia, ladeiam a escadaria que nos leva ao terraço frontal do Museu, onde estão, em mármore, as Musas, que presidem as Artes. Memmosina, da memória, Euterpe, da música; Polímmnnia, da retórica; Erato, da poesia; Melpomene, da tragédia; Tália, da comédia; Clio da história; e Calliope, da epopeia.

Luíza Nogueira e o deputado Raul Henry (Foto: Fernando Machado)

Sheila Wanderley e João Alberto Sobral (Foto: Fernando Machado)

No terraço lateral um canhão holandês, de bronze, com três metros de comprimento e, atrás do Museu quatro canhões da artilharia portuguesa, complementam a coleção de armaria. Pois bem foi nesse set cinematográfico que aconteceu o vernissage João Câmara – Trajetória e Obra de um Artista Brasileiro de João Câmara. A mostra ficará aberta ao publico até o dia 20 de agosto.

Verônica Machado Guimarães e Genita Rabinovitch (Foto: Fernando Machado)

Carlos Rangel e Ricardo Bandeira de Melo (Foto: Face)

Outro destaque vai para o coquetel, grifado pelo Armazém Xavier, cujo chef é Teo. No cardápio pães artesanais, cortados em rodelas, e antepastos. Os pães eram de tomate, jerimum, olívia, azeitona e sementes. Os antepastos eram compostos de caponata, cogumelos, terrine de queijos, tomate confite com salame e ratatouile.

O jornalista Ivan Maurício (Foto: Fernando Machado)

O chef Teo do Armazém Xavier (Foto: Fernando Machado)

Uma noite, sem dúvida, espetacular onde se pode admirar um artista completo e com peças impactantes. As telas enormes nos dava impressão que os personagens queriam falar. Quem não foi perdeu show de arte e de cores. O que não foi nenhuma surpresa para mim, pois João Câmara é João Câmara.