Fernando Machado

Blog

Tag candidatas

Catriona Gray é a Miss Universo de 2018

Aconteceu domingo, na Impact Arena, em Pak Kret, Região Metropolitana de Bangkok, na Tailândia, a escolha da Miss Universo de 2018. Venceu a filipina Catriona Gray, 24 anos, foi a quarta vez que a coroa vai para o país asiático. Antes venceram o concurso Gloria Maria Aspillera Díaz em 1969, Maria Margarita Roxas Moran em 1973 e Pia Alonzo Wurtzbach em 2015. No ranking os Estados Unidos tem oito títulos, a Venezuela sete, Porto Rico cinco e Filipinas quatro. Ela foi coroada pela Miss Universo de 2017 Demi-Leigh Nel Peters .

O Top 20 (Foto: AP)

O Top 10 (Foto: AP)

O Brasil coitado venceu apenas duas vezes nestes 66 anos de concurso, com Ieda Vargas em 1963 e Martha Vasconcellos em 1968. O deste ano apesar de 94 representantes foi ágil. O cenário estava belíssimo e a passarela em X nos fez lembrar os gloriosos concursos do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Vibrei. A abertura maravilhosa mostrou a cultura tailandesa e misturada com o cantor Ne-Yo. O terno do host Steve Harvey personalizado e no interior do seu paletó os nomes dos países que disputaram o Miss Universo de 2018.

Kiara Ortega, H’Hen Niê, Catriona Gray, Tamaryn Green e Sthefany Gutierrez (Foto: AFP)

A mais bela miss do concurso, a deusa de ébano Melba Shakabozha de Zâmbia (Foto: Concurso)

O evento teve muitas inovações e injustiças. A não inclusão da Miss Zambia, Melba Shakabozha pelo menos no Top 20, foi um horror. Para mim será a Miss U e a Miss Curaçao Akisha Albert não ter ficado no Top 5 arranharam a administração do evento. Foram selecionadas cinco candidatas da África e da Ásia, cinco da Europa, cinco das Américas e cinco na Repescagem. Por uma parte foi válido mas por outra prejudicou várias candidatas.

Outra linda miss, a Miss Curaçao, Akisha Albert (Foto: Concurso)

A melhor Alegoria, ops, traje típico foi do representante de Laos, On-anong Homsombath (Foto: Reuters)

No Top 20: Tamaryn Green (África do Sul), Catriona Gray (Filipinas), Manita Devkota (Nepal), H´Hen Niê (Vietnã), Sophida Kanchanarin (Tailândia), Magdalena Swat (Polônia), Zoe Brunet (Bélgica), Dee-Ann Kentish Rogers (Grã-Bretanha), Enikő Kecskès (Hungria), Grainne Gallanagh (Irlanda), Akisha Albert (Curaçao), Natália Carvajal (Costa Rica), Marta Stepien (Canadá), Kiara Ortega (Porto Rico), Emily Maddison (Jamaica), Sarah Rose Summers (Estados Unidos), Sthefany Gutierrez (Venezuela), Sonia Citra (Indonésia), Mayra Dias (Brasil) e Francesca Hung (Austrália).

Catriona Gray sendo coroada por Demi-Leigh Nel Peters (Foto: Reuters)

Mayra Dias do Brasil e Andrea Diaz do Chile (Fotos: Concurso)

o Top 10: Tamaryn Green (África do Sul), H´Hen Niê (Vietnã),, Sthefany Gutierrez (Venezuela), Catriona Gray (Filipinas), Natália Carvajal (Costa Rica),  Akisha Albert (Curaçao),  Manita Devkota (Nepal),  Marta Stepien (Canadá), Sophida Kanchanarin (Tailândia) e Kiara Ortega (Porto Rico). No Top 5: Kiara Ortega (Porto Rico), H´Hen Niê (Vietnã), Sthefany Gutierrez (Venezuela),  Tamaryn Green (África do Sul), e Catriona Gray (Filipinas). Na classificação final ficaram 3º lugar Sthefany Gutierrez (Venezuela),  em 2º lugar Tamaryn Green (África do Sul), e em 1º lugar Catriona Gray (Filipinas), que foi coroada pela Miss Universo de 2017. O melhor Traje Típico foi o de On-anong Homsombath de Laos.

 

 

Mexicana vence o Miss Mundo de 2018

Sábado na Sanya City Arena, na China, cenário estava lindo demais, tivemos a escolha da Miss Mundo de 2018. Participaram do concurso 118 candidatas. Os apresentadores foram Fernando Allende, Angela Chow, Stephanie Del Vallle e Frankie Cena. A vencedora foi a mexicana  Vanessa Ponce de Leon que foi coroada pela Miss Mundo de 2017, Manushi Chhillar, da Índia.

Todas as candidatas no belo palco (Foto: Concurso)

Top 30: Thulisa Keyi (África do Sul), Jannatul Ferdous (Bangladesh), Ashley Lashley (Barbados), Angeline Flor Pua (Bélgica), Maria Vasilevich (Belarus), Mao Peirui (China), Anahi Hormazabal (Chile), Marisa Butler (Estados Unidos), Linzi McLelland (Escócia), Maeva Coucke (França), Reihana Koteka-Wiki (Ilhas de Cook), Anukreethy Vas (Índia), Alva Nurrshabrina (Indonesia), Katharine Walker (Irlanda), Kadijah Robinson (Jamaica).

O Top 30 (Foto: Concurso)

Ainda Kanako Date (Japão), Larissa Ping (Malásia), Larissa Segarel (Martinica), Murielle Ravina (Mauricio), Vanessa Ponce de Leon (México), Shrinkhala Khatiwada (Nepal), Anita Ukah (Nigéria), Jessica Tyson (Nova Zelândia), Solaris Barba (Panamá), Natalya Stroeva (Rússia), Vanessa Peh (Singapura), Nicolene Limssnukan (Tailandia), Quin Abenakyo (Uganda), Veruska Ljubisavljevic (Venezuela) e Tran Tieu Vy (Vietnã).

O Top 20 (Foto: Concurso)

No Top 12 ficaram Maria Vasilevich (Belarus), Linzi McLelland (Escócia), Maeva Coucke (França), Kadijah Robinson (Jamaica), Larissa Segarel (Martinica), Murielle Ravina (Mauricio), Vanessa Ponce de Leon (México), Shrinkhala Khatiwada (Nepal), Jessica Tyson (Nova Zelândia), Solaris Barba (Panamá), Nicolene Limssnukan (Tailandia), Quin Abenakyo (Uganda).

Manushi Chhillar coroando Vanessa (Foto: Concurso)

Miss África é Quin Abenakyo (Uganda), Miss América é Solaris Barba (Panamá), Miss Asia Nicolene Limssnukan (Tailandia), Miss Caribe Kadijah Robinson (Jamaica), Miss Europa é Maria Vasilevich (Belarus) e Miss Oceania Jessica Tyson (Nova Zelândia).

O Top 5 Belarus, Jamaica, México, Uganda e Tailândia (Foto: Concurso)

Classificação final: Em 5º lugar Quin Abenakyo (Uganda), em 4º lugar Kadijah Robinson (Jamaica), em 3º lugar Maria Vasilevich (Belarus), em 2º lugar Nicolene Limssnukan (Tailandia) e em 1º lugar Vanessa Ponce de Leon (México).

Miss Mundo de 2018

Hoje, em Sanya, na China, vai acontecer a escolha da Miss Mundo de 2018. Os apresentadores serão Frankie Cena, Barney Walsh, Stephanie del Valle e Jay Kamiraz. A Miss Mundo de 2017, a indiana Manushi Chhillar, passará a coroa para a vitoriosa, entre as 119 candidatas. O Miss Mundo foi criado por Eric Morley, e o primeiro aconteceu em 29 de julho de 1951, no Lyceum Theatre, em Londres.

Todas as candidatas ao titulo de Miss Mundo 2018 (Foto: Concurso)

A vencedora foi Kiki Hakansson, da Suecia, por sinal, a primeira e única ser coroada de biquini. O concurso iria acontecer apenas uma vez, mas Eric ao saber que seria criado o Miss Universo, o evento virou anual. A Índia e a Venezuela foram as misses que mais faturaram a coroa: seis vezes. A primeira Miss Brasil Mundo, foi à pernambucana Sônia Maria Campos, em 1958. O Brasil ganhou apenas uma vez o concurso e foi em 1971, com Lucia Petterle.

Notícias do Rio Grande do Norte

A atriz Luana Fontes da Cunha Lima, de 1m75 e 20 anos, representante de Candelária, foi eleita terça-feira, no Hotel Parque da Costeira, Miss Natal de 2019 e vai representar a capital do Estado no Miss Rio Grande do Norte de 2019, que será realizado no dia 5 de fevereiro, no Teatro Riachuelo, em Natal. O concurso é coodernado pelo eficiente George Azevedo.

Luana Fontes da Cunha Lima (Foto: Concurso)

Luana que estudou teatro em Nova Iorque (EUA), fala fluentemente inglês e francês, além e claro do português. No 2º lugar ficou Larissa Trajano (Igapó), em 3º lugar ficou Anne Caroline Bastos (Conjunto Pirangi), em 4º lugar ficou Geovanna Oliveira (Cidade Satélite), e em 5º lugar Ana Heloiza (Capim Macio). Participaram do festival 26 candidatas.