Fernando Machado

Blog

Tag campeão

Acontecencias

Reflexões sobre o arquétipo feminino na arte permeiam a exposição Artista, o Substantivo no Feminino, mostra coletiva que está em cartaz o dia 28 de fevereiro, na ArtEEdições Galeria, localizada Jô Jardim América, em São Paulo, com Catherine Yass, Cris Rocha, Elizabeth Magill, Leda Catunda, Sonia Gomes e Rachel Whiteread. Informa Marilia Borges, que assina o texto da mostra.

Lucas Viana curtindo o Beack Park, em Fortaleza (Foto: Divulgação)

Campeão do reality da Record A Fazenda 2019, Lucas Viana já tem destino e planos mais que certos para 2020. Pela primeira vez no Beach Park, um dos melhores parques aquáticos do mundo segundo o TripAdvisor, o modelo comentou quais serão os próximos passos pelo mundo. Lucas seguiu domingo até Orlando e Las Vegas, depois pretende conhecer Dubai e a Europa.

Morre Cabral, um ídolo tricolor

O deus de ébano tricolor Cabral (Foto: Luiz Gonzaga)

Enquanto o Brasil comemorava, sábado, o bicampeonato do Flamengo, na Libertadores, o futebol pernambucano perdia um ídolo. Estamos nos referindo ao lateral José Paes Cabral, que nasceu no dia 1 de janeiro de 1948, Pernambuco. Foi campeão pelo Santa Cruz em 1969, bi em 1970, tri em 1971, tetra em 1972 e penta em 1973.

Gena, Rivaldo, Valter, Detinho, Antonino e Cabral; agachados: Miruca, Givanildo, Fernando, Santana, Luciano e Ramon (Foto: Memórias do Santa Cruz)

Cabral tinha 1m79 de altura, jogou começou sua carreira, aos 19 anos pelo Clube Ferroviário do Recife. Em 1974 jogou pelo Rio Negro do Amazonas, pelo Sporting de Portugal e pelo America do Recife, em 1975. Era viúvo e encerrou sua vida esportiva em 1986, aos 38 anos, jogando pelo Paulistano de Pernambuco.

Cabral O bicampeão pernambucano Cabral (Foto: Memórias do Santa Cruz)

De Volta para o Passado

Há 110 anos, morria no Rio de Janeiro, o ministro João Barbalho Uchoa Cavalcanti, que nasceu no dia 13 de junho de 1846.

Há 90 anos, nascia em Pernambuco, a senhora Elza Pessoa de Queiroz, que morreu no dia 18 de abril de 2012.

A equipe do Nautico campeã de 1939 (Foto: Diário da Manhã)

Há 80 anos, o Náutico era campeão pernambucano de futebol ao vencer o Santa Cruz por 1×0, no campo da Jaqueira. O gol foi de Ary. O alvirrubro jogou com Djalma, Edson e Célio; Guilherme, Ary e Alencar; Zezé, Bermudes, Fernando, Emídio e Celso. O tricolor com Vicente, Sidinho II e Pedrinho; Rubens, Pellado e Pedro; Ita, Tará, Jango, Sidinho e Siduca (Itaguari).

Há 60 anos, se apresentavam na Radio Tamandaré e no Clube Português, as Irmãs Marinho.

Há 60 anos, acontecia no Clube Atlântico Olindense, o Desfile Bangu. Valda Haertin e Ruth Braz foram eleitas Misses Elegantes Bangu.

Há 55 anos, Renata Drechsler, era eleita Rainha da Cerveja, no Clube Alemão, promoção da Antarctica. No 2º lugar ficou Elizabeth Zimmermann, e no 3º lugar Ruth Birmann.

Há 35 anos, morria na Índia, a 1ª Ministra Indira Gandhi, que nasceu no dia 19 de novembro de 1917.

De volta para o passado

Há 120 anos, nascia nos Estados Unidos, o gangster Al Capone, que morreu no dia 25 de janeiro de 1947.

Há 100 anos, morria no Ceará, a beata Maria Araujo, que nasceu no dia 24 de maio de 1862.

Há 70 anos, o Sport ao vencer o America, 2×0, na Ilha do Retiro, em segunda partida da melhor de três era campeão pernambucano de futebol de 1948. Os gols foram de Amorim. O Sport jogou com Manuelzinho, Chicão e Givanilton; Vavá, Alheiros e Zago; Zildo, Arquimedes, Varejão, Dega e Amorim. O América com Russo, Cido e Almir; Procópio, Zai e Astrogildo; Julinho, Teles, Buarque, Toia e Evaldir.