Fernando Machado

Blog

Tag bodas

Bloco da Saudade

Amanhã, às 15h, no Palácio dos Governadores, sede do Governo Municipal de Olinda, Carlos Ivan Vieira de Melo, vai comemorar suas Bodas de Prata como Carnavalesco do Bloco da Saudade. Na ocasião, serão apresentadas as fantasias para o próximo Carnaval.

Amanhã, às 12h, na AABB, teremos a VIII Manhã de Sol do Bloco da Saudade, leia-se a presidente Izabel Bezerra. Animação fica por conta do Coral e da Orquestra do Bloco da Saudade e da Orquestra do Maestro Lessa. Os ingressos custam 40 reais mais detalhes no 81.3117.6062.

As Bodas de Prata de Liana e Mauricio

Liana e Mauricio Gama (Foto: Fernando Machado)

O cirurgião plástico Mauricio Gama e sua Liana comemoraram suas Bodas de Prata com um jantar, sexta-feira, chiquérrimo no seu bonito apartamento da Avenida Boa Viagem, que fica debruçado para o mar. Eles receberam os convidados, somente a família e os padrinhos da cerimônia realizada no dia 21 de dezembro de 1994, na Igreja da Madre Deus. Liana usou na cerimônia um modelo da modista Lourdes Fernandes. No jantar estava em grande noite num modelo branco by Iorane.

Gabriel e Lúcia Bacelar (Foto: Fernando Machado)

Bruno e Liana e Durval Bacelar (Foto: Fernando Machado)

Mauricio também estava elegante by Hugo Boss, recebia os convidados com as filhas Camila by Animale, Gabriela by Rosa Chá e Cecilia by Animale. A decoração do apartamento estava maravilhosa, cujo projeto foi do arquiteto Humberto Zirpoli, foi grifada por Náiade Lins. Que utilizou tulipas, rosas e orquídeas vermelhas e altromelias brancas. Não esquecer no seu casamento da Madre Deus, Maria Odete Souto usou também flores vermelhas.

Luciana e Durval Bacelar (Foto: Fernando Machado)

Isabella Santini, Paula Dubeux Bacelar e Márcia Moura (Foto: Fernando Machado)

Primeiro tivemos como fundo musical Renildes ao violino e Henrique no violoncelo. Depois assumiu as picapes o DJ Peterson Stangl. Tivemos um momento muito emocionante, quando as filhas Camila, Gabriela e Cecília, ao som de Samewhere Over the Rainbow, para reavivar a memória, trilha sonora do filme O Mágico de Oz, falaram sobre os pais. Depois entregaram uma joia para eles. Mauricio e Liana agradeceram. Foi bonito demais.

Karina e Marcelo de Lucas Simon Filho (Foto: Fernando Machado)

Camila e Bruno Tude de Melo (Foto: Fernando Machado)

O jantar de se comer ajoelhado para Nossa Senhora do Menino de Jesus, foi da Arcádia. No bufê volante lichia com creme cheese e caviar; massa filo com mascarpone e cebola glaceada; cestinha de Prima Donna com maçã e canela; corneto de parmesão com peito de peru defumado, geleia de damasco e amêndoas. No bufê montado tinha salada Monte Cristo com camarão; ceviche de peixe branco no perfume de limão siciliano.

Luiz Felipe de Lucas Simon e Cecília Gama (Foto: Fernando Machado)

Gabriela Gama e Diego Ledo (Foto: Fernando Machado)

Ainda brie folhado com geleia de damasco; pudim de bacalhau; pera à Califórnia com molho de passa, terrine de salmão e creme cheese temprado; patê de fígado de ave com geleia de jabuticaba; arroz de pato e filé mignon fatiado com cebolas ao mel, cenoura caramelada e molho demi glace, arroz pilaf e linguine maçaricado com queijo parmesão, ao molho (pesto ou camarão).

Gabriel Bacelar Neto e Maria Carolina Simon (Foto: Fernando Machado)

Artur, Marina, Gustavo, Ana Paula e Marcelo Gama (Foto: Fernando Machado)

E como sobremesas bolo de chocolate de Lucinha Cascão, cassata by Suely Renda e docinhos de Lana Bandeira. Caso “inventor da coluna social moderna” o norte-americano Walter Winchell  (1897/1972) tivesse na festa com certeza diria “Vocês sabem receber muito bem”. São festas como estas que nos remetem ao Recife do Glamour. Parabéns, Liana e Mauricio.

Mauricio e Liana na Madre Deus em 21 de dezembro de 1994 (Foto: Acervo da Família)

 

Bodas de Ouro de Maria Alice e Claudio

Claudio Fernandes, Padre Fabio e Maria Alice Fernandes (Foto: Fernando Machado)

A Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem, foi fincada até a metade do século XVII, no território da Barreta, correspondendo toda a área costeira, que se estendia do Pina até Candeias. Não se tem conhecimento de uma fonte precisa que assegure a data da abertura da igreja. Em 1743 o templo já estava pronto. Em 1707, Balthazar da Costa Passos e sua esposa, Ana de Araújo Costa, doaram ao padre Leandro Camelo o local onde havia um “oratório” a Jesus e Maria. Em 1772 o altar foi entalhado pelo mestre João Pereira e dourado pelo artista Francisco Teixeira Ribeiro.

Claudio e Maria Alice com os filhos Daniel e Claudia (Foto: Fernando Machado)

Uma coisa é certa foi a Capelinha de Boa Viagem que deu nome à famosa praia. Em 8 de setembro de 1948, por decreto do Arcebispo Dom Miguel de Lima Valverde, foi criada a Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem, com a elevação de sua igreja à categoria de matriz, sendo seu primeiro Pároco Monsenhor Romeu Vasconcelos de Sá Barreto, que aqui permaneceu de 1º de janeiro de 1949 a 6 de agosto de 1967, quando faleceu.

Ana Luíza Fernandes e Flavio Coelho (Foto: Fernando Machado)

Pois bem foi nesta Igreja, que Maria Alice e Claudio Fernandes promoveram uma missa em torno dos 50 anos de casados. Não esquecer que Claudio se batizou nesta igreja e os noivos se casaram na Igreja de Nossa Senhora do Perpetuo do Socorro em São Paulo. A missa foi conduzida pelo padre Fábio. O ministério musical, por sinal muito bom, foi com Marcos Eventos Religiosos.

Eliane Luna, Claudio e Maria Alice com Tania Spinelli (Foto: Fernando Machado)

A primeira leitura e o Salmo foram feitos pela filha Claudia. Terminado as benções a nora Ana Claudia Fernando pediu para Maria Alice e Claudio se beijarem. Maria Alice e Claudio têm três filhos, Eduardo, Daniel e Claudia; e sete netos. Foi uma cerimônia religiosa simples, mas muito bonita. Depois dos cumprimentos, os convidados receberam um mimo (uma caixa com doces de nozes, hóstia, castanha, bom-bocado de chocolate e amêndoa).

Carlos Henrique Barbosa e a irmã Taciana (Foto: Fernando Machado)

As bodas de Diamante de Marlene e Carlos Antônio

Marlene, padre Caetano e Carlos Antônio (Foto: Fernando Machado)

Marlene by Printing e Carlos Antônio Domingues da Silva by Ricardo Almeida festejaram suas bodas de diamante de casamento com uma missa de ação de graças, na Igreja de Nossa Senhora da Piedade, na Rua do Lima. A cerimônia simples, mas muito bonita foi presidida pelo padre Caetano Pereira Pereira. A igreja foi inaugurada em 4 de setembro de 1905 e a partir de 13 de fevereiro de 1912, teve como primeiro vigário, o Padre Manoel da Silva Ferreira.

Carlos Antônio e Marlene (Foto: Fernando Machado)

Claudia by Reynaldo Lourenço e Mauro Alencar by Giorgio Armani (Foto: Fernando Machado)

Primeiro tivemos o cortejo com os filhos, genro, noras, netos e bisneto, tendo como fundo musical Jesus Alegria dos Homens de Bach. E depois entrou o casal ao som de Primavera das Quatro Estações de Vivaldi. O ministério musical, excelente, foi Maestro Ricardo Farias. A primeira e a segunda leitura foram lidas pelo filho Carlos Antônio e pela neta Beatriz respectivamente.

Carlinhos e Renata Domingues (Foto: Fernando Machado)

Flávio Domingues com a filha Helena e o futuro genro Guilherme Menezes (Foto: Fernando Machado)

A homilia do Padre Caetano foi muito bonita e com recheio de descontração. Marlene e Carlos Antônio saíram do templo, com destino ao Armazém Blu’Nelle, onde teve a recepção, ao som da Pequena Serenata Noturna de Mozart. O cerimonial foi da Trevo de Josie Campello. Por sinal muito competente. A Blu’Nelle teve uma decoração da realizada pela Kato. A animação ficou com conta do DJ Magal.

Taciano e Beth Domingues (Foto: Fernando Machado)

Claudia Alencar, Miriam e Edyr Azevedo de Melo com Marlene Domingues (Foto: Fernando Machado)

O cardápio foi grifado pelo chef Wellington Correia e constou de lichia com creme de framboesa n acama de amêndoas, mini cuscuz paulista com camarão, folhadinho Philadelphia, mini quiche de cordeiro com geleira de menta, triangulo folhado de bacalhau com oliva negra, cone de queijos finos com geleia de pimenta, cestinha de gruyere ao perfume de canela, ninho de filé com alho poro e mostarda Dijon.

Célia Gomes e Ângela Souza (Foto: Fernando Machado)

Fabiana e Ricardo Melo (Foto: Fernando Machado)

Ainda camarão crocante ao molho de rapadura, rolhinho de pato com molho de damasco, musseline de bacalhau com alho poó, gratinado com granna padano, mini creme de siri com farofinha dedendê, salada de legumes grelhados, ravióli de queijos fino com comporá de figo e lâminas de amêndoas, na manteiga de manjericão, filé fatiado ao molho demiglace com trilogia de cogumelos e mini peras ao vinho.

Jacione e Francisco Assis (Foto: Fernando Machado)

Francisco Assis Filho e Marlene Domingues (Foto: Fernando Machado)

Também leques de abacaxi e cebolas holandesas ao caramelo, arroz com frutas secas, mil folhas de batatas com ervas de Provence, arroz de limão siciliano com alho poro. A frente do serviço impecável da Bru’Nelle estava os gerentes Eugenio Raimundo e Robson Pontes. Marlene e Carlos Antônio depois de ouvirem os tradicionais parabéns para você cantados por um coral de cerca de 100 vozes cortaram o bolo grifado por Mana Asfora.

Carmita e Etério Galvão (Foto: Fernando Machado)

Débora Andrade e Julianne Farias (Foto: Fernando Machado)