Fernando Machado

Blog

Tag bloco

Notícias da Bahia

A Bahiatursa está participando em São Paulo, até quinta-feira, da II Conferência Internacional da Diversidade e Turismo LGBT (gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros) 2018. O objetivo é fortalecer junto a agentes de viagens e operadores de turismo LGBT a imagem da Bahia como destino rico em atrativos e produtos que interessam o segmento, mostrando que as cidades baianas se destacam no turismo gay friendly. Na Bahia, além da capital, Itacaré, na Costa do Cacau, e Porto Seguro (Trancoso), na Costa do Descobrimento, se destacam entre as cidades gay friendly.

O Bloco Afro Olodum celebra 39 anos de sucesso, fazendo uma  homenagem ao Tributo a Ranavalona III, em grande estilo: a comemoração acontecerá na Praça Pedro Arcanjo, no próximo domingo, às 14h. A programação contará com o melhor do Samba Reggae, com a presença de grandes nomes da música baiana, antigos vocalistas e da atual ala de canto do Olodum. E a celebração continua, abrindo as festas dos 40 anos a serem celebrados em 2019, com filme, cursos, seminários e a realização, este ano, de outros eventos na Bahia, em outros estados do país e no exterior.

 

As Bodas de Prata do Camburão da Alegria

O bloco Camburão da Alegria, primeira agremiação carnavalesca do Brasil criada por policiais militares, completa 25 anos de folia com muita história para contar. Seu primeiro desfile foi realizado em 28 de fevereiro de 1993, primeiro domingo após o Carnaval, na Avenida Boa Viagem, sendo aberto pelo vice-governador Roberto Fontes, com tudo que teve direito: trios elétricos, orquestra de frevo, boneco gigante, porta-estandarte e milhares de foliões de todas as categorias profissionais, dentro da proposta de oferecer uma opção de divertimento para os policiais e bombeiros militares que passam todo o período carnavalesco trabalhando.

Os bonecos gigantes no abre alas do Camburão da Alegria em 28 de fevereiro de 1993 (COPM Jornal)

O bloco foi criado na Assessoria de Comunicação Social pelo então tenente-coronel Geraldo Severiano, auxiliado pelo então major Antonio Neto, que coordenou a pesquisa para escolha do nome do bloco. O nome vencedor foi uma sugestão do pessoal do Batalhão de Choque. O estandarte foi confeccionado pelo cabo Severino Martin, carnavalesco que desde então é o porta-estandarte oficial do bloco. Em seu primeiro desfile saiu com um boneco gigante criado pelo artista plástico Sílvio Botelho, com direito a um frevo especial composto Gustavo Tiné, um samba de Júnior Alegria e um frevo orquestrado do tenente Djalma Feliciano.

Um soldado virou boneco gigante (COPM Jornal)

Entre os milhares de foliões estavam o comandante Romero Leite, o chefe do Estado Maior Heráclito Toscano, o superintendente da Polícia Federal Ayrton Marques Mendes. No primeiro desfile o bloco recebeu o apoio do jornalista Marcelo Mário de Melo, presidente da Fundação de Cultura da Cidade do Recife, que confessou ter ficado impressionado com o sucesso do bloco. Atualmente o bloco desfila em Olinda já pelo segundo ano, depois de ter sido enxotado da avenida Boa Viagem pelo Secretário de Segurança Urbana do Recife, Murilo Cavalcanti, que tomou essa controvertida decisão no início da gestão de Geraldo Júlio, como medida invertida de integração entre sua pasta e os integrantes de uma corporação responsável pela segurança preventiva da população.

O major Antônio Neto um dos fundadores do Camburão da Alegria (Foto: Divulgação)

A Avenida Boa Viagem, por ironia, ficou reservada com exclusividade para a parada gay e a marcha para Jesus. O pessoal do bloco passou a desfilar no centro da cidade e depois se mudou para Olinda, onde foi recebido com o carinho e a consideração que merece. (Jornalista Antônio Neto)

 

Flashes

Não será surpresa para nosso blog se o tema do Bloco da Saudade, para o carnaval de 2019, seja em homenagem ao Recife.

Retornando, hoje para Manchester, na Inglaterra, onde reside, a senhora Mercedes Astle. Foi hóspede da irmã Marinanda Carvalho.

Está tramitando na Assembleia Legislativa de Pernambuco um projeto do deputado Alberto Feitosa que vai diminuir a burocratização no Estado. Vamos torcer.

Hoje, às 19h30, na Igreja de Nossa Senhora do Rosário, no Pina, teremos a missa de 7º dia da matriarca Maria de Lourdes Souza.

Retornando hoje from Washington DC, para o Recife, a executiva Tânia Spinelli. Fica por aqui algum tempo retorna para os States.

Lucia Albuquerque Marques comemorou seu aniversário, ontem, durante almoço no Coco Bambu, ao lado de Jorge Marques.

 

 

De Volta para o Passado

Há 110 anos, nascia no Rio de Janeiro, o folclorista Almirante (Henrique Foreis Domingues), que morreu no dia 21 de dezembro de 1980.

Há 55 anos, o governo proibia que empresas francesas pescassem lagosta no mar territorial brasileiro.

Há 35 anos, era lançado em Boa Viagem, o bloco Balança Rolha.

Há 35 anos, morria no Rio de Janeiro, o ator Jardel Filho, que nasceu no dia 24 de julho de 1928.

Há 25 anos, morria no Rio de Janeiro, o ator Carlos Augusto Strazzer, que nasceu no dia 4 de agosto de 1945.