Fernando Machado

Blog

Tag apresentador

Miriam Stevenson X Martha Rocha  

Foto oficial das candidatas (Foto: Manchete)

Hoje faz 65 anos, que acontecia no Long Beach Municipal Auditorium, na Califórnia, o concurso de Miss Universo de 1954, com a participação de 33 candidatas. Tivemos um desfile, na Pacific Ocean Drive, das candidatas de maiô, num carrinho puxado por marinheiros. Era a primeira vez que o Brasil participava do concurso. A vencedora foi Miriam Stevenson (Miss Estados Unidos) e em segundo lugar Martha Rocha (Miss Brasil). A brasileira era considerada o mais bonito rosto do concurso, favorita absoluta entre os 200 jornalistas e fotógrafos que cobriam o evento.

Doze candidatas das 16 (Foto: O Cruzeiro)

O Top 16 (Foto: O Cruzeiro)

Elas empataram no primeiro lugar e o júri formado por nove membros decidiu que o corpo de Miriam (36-23-36) era mais perfeito. Martha (36-23-38) tinha duas polegadas a mais nos quadris. Na época o Miss Estados Unidos acontecia paralelamente ao Miss Universo. A comissão foi formada pelas atrizes Julie Adams, Piper Laurie e Susan Ball, pelos artistas plásticos Alberto Varga, Milo Anderson e Vincent Trota, pelo escultor Yucca Salamunich, pelo maquiador Bud Westmore e pelo fotografo Tom Kelly.

As misses no palco em traje de noite. Martha Rocha é a segunda da esquerda para direita (Foto: Getty)

Apresentador Bob Russell apresentou as 16 semifinalistas. Regina Ernst (Alemanha), Ivana Kislinger (Argentina), Martha Rocha (Brasil), Gloria Mesina (Chile), Marian McKeown (Costa Rica), Miriam Stevenson (Estados Unidos), Blesilda Ocampo (Filipinas), Jacqueline Beer (França), Rika Diallina (Grécia), Virgínia Chün (Hong Kong), Maria Teresa Paliani (Itália), Mona Stornes (Noruega), Liliana Torre (Panamá), Isabella Velarde (Peru), Ragnhild Olausson (Suécia) e Ana Moreno (Uruguai).

Todas as candidatas em traje de noite no palco (Foto: Divulgação)

Efi Andoroulakakis (Grecia) foi eleita Miss Simpatia e Martha Rocha a Garota mais Popular do concurso. Efi ficou em segundo lugar no Miss Grécia e foi enviada ao Miss Universo, porque a vencedora Rika Diallina, teve problemas na imigração, que depois foi resolvido. E finalmente saiu o resultado em quinto lugar ficou Ragnhild Olausson (Suécia), em quarto lugar Regina Ernst (Alemanha), em terceiro lugar Virgínia Chün (Hong Kong), em segundo lugar Martha Rocha (Brasil) e em primeiro lugar Miriam Stevenson (Estados Unidos).

Virginia June Lee, Martha Rocha, Miriam Stevenson, Regina Ernst e Ragnhild Olausson (Foto: Divulgação)

Participaram do concurso Charlein Lander (Alasca), Regina Ernst (Alemanha), Ivana Kinslinger (Argentina), Shirley Bliss (Austrália), Christiane Neckaerts (Bélgica), Martha Rocha (Brasil), Joyce Landry (Canadá), Gloria Legisos (Chile), Marjorie Lee (Cingapura), Kae Sun-Hae (Coréia d Sul), Marian McKeown (Costa Ricar), Isis Garcia (Cuba), Myrna Ros Orozco (El Salvador), Miriam Stevenson (Estados Unidos), Blesilda Ocampo (Filipinas), Lenita Airisto (Finlândia), Jacqueline Beer (França).

Miriam Stevenson depois de coroada pela Miss U 53, Cristiane Martel (Foto: Cruzeiro)

Ainda Rika Dialina (Grécia), Liliam Padilha (Honduras), Virginia June Lee (Hong Kong), Evelyn Andrade (Indias Ocidentais), Aviva Peer (Israel), Maria Teresa Paliani (Itália), Mieko Kondo (Japão), Elvira Olvera (México), Mona Stornes (Noruega), Moananui Manley (Nova Zelândia), Liliana Torre (Panamá), Isabella Dancuart (Perú), Lucy Santiago (Porto Rico), Ragnhild Olausson (Suécia), Am-mara At-savanon, (Tailândia) e Ana Moreno (Uruguai).

Os atores Jeff Chandler e Tony Curtis aproveitaram para beijar Martha Rocha (Foto: O Cruzeiro)

Informação importante: Miriam Stevenson tinha 36 polegadas de busto e de quadris e sua cintura 24 polegadas. Já Marta Rocha tinha 36 polegadas de busto, 38 polegadas de quadris e 23 polegadas de cintura. Foi o jornalista João Martins, da revista O Cruzeiro, quem criou a lenda das duas polegadas a mais. Então Pedro Caetano, Alcyr Pires Vermelho e Carlos Renato compuseram a marchinha carnavalesca, Duas Polegadas, gravada pela própria Martha Rocha. Veja a parte final do concurso:

https://www.youtube.com/watch?v=OwvCiQFBkLI

Martha Rocha na Pacific Ocean Drive sendo puxado por marinheiros (Fotos: O Cruzeiro)

Martha Rocha em outro angulo na Pacific Ocean (Foto: O Cruzeiro)

Minha Fama de Mau

Na noite de quarta-feira aconteceu a pré-estreia do filme Minha Fama de Mau, somente para convidados, no Cinemark do Iguatemi São Paulo. O filme entra em cartaz a partir de amanhã. No evento tivemos a presença de Chay Sued, Laura Neiva, Pedro Bial, Gabriel Leone, Erasmo Carlos, entre outros.

Bianca Comparato, Chay Suede, Malu Rodrigues e Gabriel Leone (Foto: Lu Prezia)

O filme conta a luta para sobreviver e se virando com pequenos trabalhos, o jovem Erasmo Carlos (Chay Suede) alimenta uma paixão: o rock and roll. Fã de Elvis Presley, Bill Halley & The Comets e Chuck Berry, ele aprende a tocar violão e passa a perseguir a ideia de viver da música.

Wanderlea e Erasmo Carlos (Foto: Lu Prezia)

Misturando talento e um pouco de sorte, ele conquista a admiração do apresentador de TV Carlos Imperial, um cara influente no meio artístico, e por intermédio dele conhece o cantor Roberto Carlos, com quem começa a compor diversas canções. A parceria dá muito certo e o sucesso logo chega, transformando para sempre a vida de Erasmo.

De volta para o passado

Há 470 anos, Tomé de Souza instalava na Bahia, o primeiro governo geral do Brasil.

Há 175 anos, nascia na França, Santa Bernadete, que morreu no dia 16 de abril de 1879.

Há 120 anos, nascia em Pernambuco, o jornalista José Penante, que morreu no dia 11 de julho de 1935. (Foto: Revista da Cidade)

Há 110 anos, nascia em Pernambuco, o poeta Henrique de Holanda, que morreu no dia 25 de novembro de 1947.

Há 75 anos, nascia em Pernambuco, o jornalista Arthur Laranjeiras, que morreu no dia 6 de abril de 1998.

Há 30 anos, morria no Japão, o Principe Hirohito, que nasceu no dia 29 de abril de 1901.

Há 20 anos, morria nos Estados Unidos, o apresentador Jota Silvestre, que nasceu no dia 14 de dezembro de 1922.

De Volta para o Passado

Há 80 anos, acontecia no Teatro de Santa Isabel, concerto com o Quarteto Brasileiro, composto por Mauriceia Iacovino (1º piano), Carlota Goulart de Oliveira (2º piano), Afonso Henrique Gouveia (viola) e Lydia Soledade (violoncelo).

Há 55 anos, morria nos Estados Unidos, a colunista social de Hollywood Elsa Maxwell, que nasceu no dia 24 de maio de 1883.

Há 35 anos, morria nos Estados Unidos, o maestro pernambucano Wilson Alves Monteiro, regente da Orquestra Sinfônica do Recife, que estava fazendo um curso.

Há 25 anos, morria em São Paulo, o apresentador Aírton Rodrigues, que nasceu no dia 6 de outubro de 1922.

Há 10 anos, morria em Pernambuco, o jornalista Edson Cacho Borges, que nasceu no dia 15 de julho de 1928.

Há 10 anos, morria nos Estados Unidos, a soprano Yma Sumac, que nasceu no dia 13 de setembro de 1922.