Fernando Machado

Blog

Tag aniversário

Parabéns, Mônica Rios Rodrigues!

Germana Monteiro Carvalho, Elisa Castro, Mônica Rios Rodrigues, Lourdes Barreto e Cristina Vita (Foto: Fernando Machado)

Alice Souza Leão, Rosa Peres e Ana Maria Margolis (Foto: Fernando Machado)

Ao som Amigos para sempre, chegou ontem à tarde ao The Black Angus, a executiva Mônica Rios Rodrigues, e tomou um susto, pois suas amigas Cristina Vita, Elisa Castro, Lourdes Barreto e Germana Monteiro Carvalho, organizaram uma festa surpresa para comemorar o seu aniversário. Ela não agüentou foi as lágrimas. O convite pedia máscaras e todas elas foram ao restaurante, como exigia as coordenadoras. O almoço começou às 13h, mas não teve hora para acabar.

Alizete Maynard, Djamari Pedrosa e Maria José Ferreira (Foto: Fernando Machado)

Ana Carazzai, Eliana Lapenda e Eliane Neves Baptista (Foto: Fernando Machado)

O excelente DJ Thiago Carvalho arrasou nas picapes levando a turma à loucura. Começou como as marchinhas cariocas. “Allah-lá-ô, ô ô ô ô ô ô / Mas que calor, ô ô ô ô ô ô / Atravessamos o deserto do Saara / O sol estava quente / Queimou a nossa cara / Viemos do Egito / E muitas vezes / Nós tivemos que rezar / Allah! allah! allah, meu bom allah! / Mande água pra ioiô / Mande água pra Iaiá / Allah! meu bom allah”.

Ana Paula e Silvia Maciel, Mônica Rodrigues e Silvana Maranhão (Foto: Fernando Machado)

Anete Cunha e Laís Monte Teixeira (Foto: Fernando Machado)

Depois tivemos Chiquinha Gonzaga com “Ó abre alas que eu quero passar / Ó abre alas que eu quero passar / Eu sou da lira não posso negar / Eu sou da lira não posso negar / Ó abre alas que eu quero passar / Ó abre alas que eu quero passar / Rosa de ouro é que vai ganhar / Rosa de ouro é que vai ganhar”. E na seqüência Sidney Magal cantando “Eu te amo! / Ooh! / Eu te amo meu amor / Ooh! / Eu te amo! / E o meu sangue ferve / Por você / Ooh! / Eu te amo! / Ooh! / Eu te amo meu amor”.

Célia Gomes de Moraes e Avelina Ferraz (Foto: Fernando Machado)

Germana Monteiro Carvalho e Sandra Bandeira (Foto: Fernando Machado)

E turma enlouqueceu quando o DJ atacou de Despacito e depois o frevo teve sua vez. Como bom pernambucano carnaval começa com Vassourinhas, pois sem Vassourinhas não há Carnaval. E sem Nelson Ferreira, Capiba, Luiz Bandeira e Antônio Maria , para citar estes ícones, é Carnaval Genérico. Mônica em grande tarde, ouviu um coral de 40 vozes, cantar os tradicionais parabéns para você e logo em seguida corte de bolo by Marina Vita.

Joseli Lacerda e Ana Maria Margolis (Foto: Fernando Machado)

Lourdes Barreto e Cristina Vita (Foto: Fernando Machado)

Flashes

As amigas de Cristina Vita movimentam, hoje, no The Black Angus, em Boa Viagem, almoço de adesão, em torno do seu aniversario.

A festa St Patricks Day Recife acontecerá no dia 17 de março no Catamaran, data da celebração do padroeiro da Irlanda.

Claudia Holanda foi comemorar o aniversário na residência do artista plástico Reynaldo Fonseca que também estreava idade nova.

Reynaldo Fonseca e Claudia Holanda (Foto: Face)

O professor Tácio Maciel e a artista plastica Vânia Coutinho (Foto: Face)

A artista plástica Vania Coutinho retratou o seu professor de matemática na adolescência Tácio Maciel.

O cantor André Rio abre hoje, o “mês da folia” no Tacaruna com um esquente às 19h, na área Gourmet, pelo Taca mais Música.

Hoje, às 19h40, o Som na Rural estará na Praça do Arsenal, comemorando 10 anos. A Rural de Roger será com Zeca do Rolete.

Anotações do Cotidiano

Amanhã, às 19h30, será realizada a comemoração de aniversário da Academia Pernambucana de Letras, fundada por Joaquim Carneiro Vilella (1846/1858), no dia 26 de janeiro de 1901. Na ocasião, Margarida Cantarelli toma posse para o seu segundo mandato e Silvio Neves Baptista assume a cadeira Nº 19, que pertenceu ao acadêmico Marcus Accioly (1943/2017). A atração será a apresentação do Bloco da Saudade.

Banda Som da Terra (Foto: Divulgação)

A banda pernambucana Som da Terra comemora o sucesso do clipe de sua nova música de trabalho para o carnaval 2018, 40 anos do Galo. Em apenas três dias de publicação na internet já atingiu a marca de mais de 15 mil visualizações. O clipe mostra imagens dos desfiles do Galo da Madrugada, fantasias de alma, em alusão às utilizadas no primeiro desfile em 1978 e o estandarte é uma réplica perfeita do original.

Retrospectiva de 2017

Continuando a Retrospectiva das festas que marcaram o Recife em 2017, hoje focamos o mês de Outubro. No dia 19 tivemos a comemoração do aniversário de Libia Atiê Simon, no Internacional Palace, dia 20 o jantar beneficente da Vogue, na Arcadia e no dia 28 o lançamento do livro do executivo Eduardo Mendonça no JCPM Trade Center.

Libia Simon e sua cunhada Socorro Atié diante da mesa de doces libaneses (Foto: Fernando Machado)

Minha amiga Líbia de Lucas Simón, née Atiê, movimentou um happy hour no Salão Arrecifes do Internacional Palace Hotel, em Boa Viagem, dia 19, dos mais concorridos e elegantes, para comemorar seus 80 anos. Libia by Armani, não quis presentes e sim lençóis de solteiro que foram para o Hospital do Câncer. A decoração estava irrepreensível e foi grifada por Fabiano Reis e Silvio Medeiros. O destaque ficou para a mesa de doces libaneses, pois sua família nasceu no Líbano.

Ângela Simon sempre uma mulher elegante (Foto: Fernando Machado)

Juliana Santos e sua mãe, Lilia Santos (Foto: Fernando Machado)

No dia 20, aconteceu na Arcádia de Boa Viagem, o Baile da Avina/Vogue, com renda para a construção de uma cisterna numa escola publica cidade de Poção. Foi uma noite de muitas surpresas e muita munganga. Vieram algumas celebridades do sul. A atração foi a cantora Zizi Possi. Lília Santos e a filha Juliana coordenaram a festa. A decoração foi de Fabiano Reis e Silvio Medeiros e que se inspiraram no Sertão. O DJ Zé Pedro levou algumas socialites para dançar funk. Sem dúvida um rebu.

Miguel Henriques e Marina Paiva no Baile da Avina/Vogue (Foto: Fernando Machado)

Eduardo Mendonça à côté Ana Maria (Foto: Fernando Machado)

Foi no JCPM Trade Center que aconteceu, no dia 28, o lançamento do livro do empresário Eduardo Mendonça, O dito e o não dito, escrito por Moema Luna. Eduardo recebia os amigos ao lado da esposa Ana Maria by Reinaldo Lourenço, e das filhas Danielle e Viviane. A cerimonialista Tatiana Marques inovou porque Eduardo não autografou os livros, na saída da festa as pessoas pegavam a publicação. A renda foi para o Instituto Eduardo Mendonça, que mantém a Casa Sorrir, que assiste crianças portadoras da fissura palatal.

O clã Paes Mendonça: João Carlos, Eduardo, Joseilde e Reginaldo (Foto: Hans Von Monteufell)