Fernando Machado

Blog

Tag Navio

Pelo Regent navegar é preciso

João Alberto, Glaucia Mayr, Fátima Bezerra e Rodrigo Borges (Foto: Fernando Machado)

Quinta-feira à convite de Liese Nóbrega da Rhema Operadora fiz um shiptour no Regent Seven Seas Cruises que é uma linha de cruzeiros, anteriormente conhecida como Radisson Seven Seas Cruises, com sede em Miami, na Florida. A empresa oferece cruzeiros de luxo para mais de 300 portos do planeta. O Regent Seven Seas é especializado em navios com pequena capacidade de passageiros e muitas amenidades incluídas.

Ana Lucia Diniz, Geraldo Figueiroa e Cacau Accioly (Foto: Fernando Machado)

É a primeira embarcação onde todas as suítes possuem varandas, e foi premiada com o Navio do Ano em 2002 pela Ocean e Cruise News. O Regent foi a primeira a oferecer refeições pelo famoso Le Cordon Bleu de Paria em um dos restaurantes a bordo. No dia 14 de março quando ele atracar no porto de Barcelona, na Espanha, encerrando esse cruzeiro, ele vai passar por uma reforma.

Carol Boxwell e Raissa Falcão (Foto: Fernando Machado)

Depois dessa repaginação, o navio passa a operar cruzeiros pelo Alasca. A visita ao transatlântico que foi fundado em 2001 e construído pela Chantiers de L’Atlantique Saint-Nazaire, na França, foi muito boa, apesar de rápida. O Regent tem 12 decks, mas a partir do 5 é que consta na listagem que recebi. No deck 5 além da recepção temos o teatro, por sinal muito chique.

Janaina Mendes, Eline Ramos André e Sheila Borges (Foto: Fernando Machado)

A praça de alimentação também fica neste deck. Tanto o restaurante Compass Rose como o francês as porcelanas são de Versace. Os pratos são de a gente repetir Beleza põe Mesa. A Starlight Boite é uma beleza, onde no pequeno palco sobe os artistas para os shows. Adorei o minúsculo Cassino, as salas de ginásticas, as lojas e a área de piscina. Muitos passageiros curtiam na pérgula o sol do Recife.

João Alberto no cassino (Foto: Fernando Machado)

O Regent tem capacidade para mais de dois passageiros, mas a direção prefere ocupar colocar 700 passageiros. As cabines têm entre 24 a 112m². No último deck repousa o Obervation Lounge, que possui uma vista colossal. Nele às 17h, é servido um chá das cinco. O Regent antes de chegar ao nosso porto passou pelo do Rio de Janeiro e de Salvador. Encerrando o shiptour voltamos para o restaurante Compass Rose, onde foi servido o almoço.

O teatro que apresenta shows todas as noites (Foto: Fernando Machado)

Antes tomei uma Coca-Cola made USA (tem um sabor superior as nossas). Depois começou a ser servido o almoço. Como entrada lagosta com melão (verde e amarelo), depois um consume de jerimum com coco e o prato principal foi filé com legumes no vapor. Nunca comi um filé tão mole e gostoso como aquele. E como sobremesa cheescake de chocolate. Quero parabenizar Rodrigo Borges da Rhema e Glaucia Mayr do Regent Seven Seas Cruises. Excelentes anfitriões.

Apesar do sol os passageiros não apareceram na pérgula da piscina (Foto: Fernando Machado)

Corpo Consular

Entre os dias 14 e 17 de março, estará atracando em nosso porto o navio de pesquisa alemão Meteor, daqui seguirá viagem até Belém. A viagem faz parte das comemorações dos 150 anos do Consulado Geral da Alemanha no Recife, que foi instalado em 20 de Junho de 1868 e o seu primeiro cônsul geral foi Wilhelm Otto.

Desde então 27 Cônsules Gerais estiveram na capital de Pernambuco como representantes do governo alemão fortalecendo as parcerias entre a Alemanha e Pernambuco. O interessante é que a atual Cônsul Geral Maria Könning de Siqueira Regueira foi a única mulher a ter assumido tal função.

De volta para o passado

Há 110 anos, acontecia o Bal Masqué no Cassino de Boa Viagem.

Há 85 anos, acontecia vernissage de Augusto Rodrigues, na A Decoradora, na Rua da Imperatriz, 193.

Deutschland ancorado no porto e ao lado o comandante com autoridades locais (Fotos: Diário da Manhã)

Há 80 anos, chegava ao nosso porto, o navio-escola alemão Deutschland, sob o comando do mar-e-guerra Carlos Von den Steinen. Trazia a bordo 9 oficiais, 12 sargentos, 85 marinheiros. No dia 29 seguia para a Alemanha. Trazia a suástica.

Há 70 anos, nascia em Pernambuco, o jornalista Paulo Granja, que morreu no dia 2 de dezembro de 1990.

Há 65 anos, o Náutico conquistava o titulo de campeão de natação de 1952, na piscina da EAM-PE. Nos 100m livre venceu Milton Chose, nos 200m peito João Batista Ferreira, nos 800m livres Leonidas Saraiva, nos 100m costa Paulo José do Nascimento, nos 4×100 Milton Chose, Edir Carneiro Leão, Leonidas Saraiva e Fernando Souza Leão, nos 200m costas Paulo José do Nascimento, nos 100m peito Paulo Frederico Wanderley, nos 1.500m Leonidas Saraiva e 4x200m Leonidas Saraiva, Luciano Brasil, Fernando Souza Leão e Mauro Magalhães.

Há 50 anos, partia do Recife até o Rio de Janeiro, o I Vôo do Frevo do Internacional. No comando o presidente do Clube Internacional José Sales. Aconteceu uma Noite de Frevo no Clube da Aeronáutica do Rio. Entre os passistas Antonieta de Alencar, Gerluce Amorim e Coruja. A animação ficou por conta das orquestras de Nelson Ferreira e José Menezes. O coordenador foi o coronel Marcio Leal Coqueiro.

Há 35 anos, Eneas Alvarez e Diva Pacheco eram indicados pelo prefeito Jorge Cavalcanti, Rei Momo e Rainha do Carnaval de 1983.

Há cinco anos, participei como jurado do Baile dos Artistas, no Clube Português.

Há um ano, morria em Pernambuco, o jornalista Francisco Melo, que nasceu no dia 18 de fevereiro de 1937.

De volta para o passado

Antonino José de Miranda Falcão e a primeira página da primeira edição do DP

Há 192 anos, Antonino José de Miranda Falcão fundava no Recife, o jornal Diário de Pernambuco.

Há 150 anos, nascia na Polônia, Madame Curie (Marya Sklodowska), que morreu no dia 4 de julho de 1934.

Há 105 anos, nascia em Pernambuco, o poeta/jornalista Alfredo Craveiro da Costa Leite, que morreu no dia 15 de janeiro de 1974.

Há 100 anos, devido a um boato que os alemães tinham torpedeados o Navio Escola Benjamim Constant, o recifense tocou fogo na Joalheria Krause, no Convento de São Francisco, e na Casa Alemã.

Há 80 anos, acontecia no Teatro de Santa Isabel, recital de soprano Jupyra Nadyr, e do tenor Fernando Barreto, em homenagem ao Orfeão da Brigada Militar. A orquestra foi regida pelo maestro Armando Lameira.

Vicente, Nelson e Luperce (Fotos: Divulgação e Diário da Manhã)

Há 70 anos, o tenor Vicente Celestino cantava no Teatro de Santa Isabel, acompanhado do maestro Nelson Ferreira e do bandolinista Luperce Miranda.

Adalgisa Colombo e Patricia Lacerda (Fotos: O Cruzeiro e Manchete)

Há 60 anos, acontecia no Cabanga um desfile de moda da Matarazzo, com Tutsi Bertrant, Adalgisa Colombo, Patricia e Vera Lacerda, Araci Rosas, Norma Primo e Maria Helena Gioia.

Há 55 anos, morria nos Estados Unidos, a ex primeira dama dos Estados Unidos, Eleonor Roosevelt, que nasceu no dia 11 de outubro de 1884.

Há 20 anos, era assassinado em Pernambuco, o ex padre Hosana de Siqueira e Silva, que nasceu no dia 19 de março de 1913.