Fernando Machado

Blog

Tag candidatas

Miss Pernambuco de 1968

Há 45 anos, a jovem Maria Eunice Mergulhão, Miss Clube Intermunicipal de Caruaru, era eleita no Clube Português, Miss Pernambuco de 1968. Maria Eunice tinha 1m67 de altura e desfilou com um modelo criado por Marcilio Campos e confeccionado por Nícia Barbalho.

m68-maria-euniice-mergulhão-68

Maria Eunice Mergulhão (Foto: Arquivo do blog)

Na comissão julgadora anotamos, entre outros, José Carlos Poncell Neto (presidente), Iva Costa, Lea Pabst Craveiro, Cesar Cals, Antonio Barroso. No segundo lugar ficou Gisoneide Diniz e em terceiro, empatadas Naida Lins Albuquerque e Rosa Maria de Souza Basto. A renda da festa foi revertida para a Campanha Pernambucana Pró-Infância.

m68-nadia lins

Naida Lins de Albuquerque (Foto: Passarela Cultural)

Participaram do concurso Cátia Maria Arruda Silva (Boa Viagem), Maria da Conceição Bandeira (Nautico), Marluze Siqueira Cavalcanti (Bom Conselho), Ivanise Batista (Jaboatão dos Guararapes), Gisoneide Diniz (Arcoverde), Maria Eunice Mergulhão Maciel (Intermunicipal), Miriam Cristina Queiroz (Vitória de Santo Antão), Naida Lins de Albuquerque (Sport) e Rosa Maria de Souza Basto (Português).

Miss Pernambuco de 1958

Hoje faz 55 anos que a mulata grau 10 Sonia Maria Campos, Miss Santa Cruz, vencia no Clube Português, o concurso de Miss Pernambuco de 1958. Desfilaram no festival da beleza nove candidatas para um publico estimado em cinco mil pessoas. Era o tempo do glamour das misses, que nunca mais voltará, apenas deste tempo restaram as fofocas.  

pe-58-misses 58

As misses na pergula da piscina do clube Português (Foto: Correio da Manhã)

As candidatas foram Josefina Barreto do America, Ligia Villar do Cabanga, Maria Helena Padilha do Circulo Militar, Silvia Martins de Almeida Internacional, Maria de Lourdes Costa do Jet, Louise Brendell do Náutico, Sonia Maria Campos do Santa Cruz, Iara Portella do Clube dos Universitários e Ingrid Hoffmann do Português.

pe-58-sonia-maria-campos-maio

Sonia Maria Campos desfilando de maiô (Foto: Arquivo)

O concurso de Miss Pernambuco foi coordenado por Alex, que também fez parte do júri. As misses foram maquiadas por Alberto Zampolioni, Hemê Pessoa e Mucio Catão. Os penteados foram grifados pelos cabeleireiros Alécio, Alberto Zampolioni, Ernane e Aparecida. As misses tiveram como personal trainer Otavio Catanho.

pe-58-zaira-sonia-campos-louise-brandell-josefina-barreto-helena-padilha-silvia-martins-dealmeida-lourdinha-costa-iara-portela

Zaira Pimentel, Sonia Maria Campos, Louise Brendell, Josefina Barreto, Helena Padilha, Silvia Martins de Almeida, Lourdinha Costa e Iara Portella (Foto: Correio da Manhã)

Já era manhã do domingo quando Zayra Pimentel, Miss Pernambuco de 1957 passou a faixa de Miss Pernambuco de 1958 para Sônia Maria Campos que usava um modelo criado por Marcilio Campos e confeccionado por Cecília Campos. No segundo lugar ficou Ingrid Hoffmann que nasceu na Paraíba e o terceiro com Louise Brendell recém chegada da Alemanha, que usou um modelo de Victor Moreira.

pe-58-miss-dp

Reprodução do Diário de Pernambuco do dia 3 de junho de 1958

A vitória de Sônia foi contestada por ser mulata e ter vencido duas loiras. O cronista social Altamiro Cunha, que não participou da comissão julgadora torceu por Sonia Maria Campos. Já o sociólogo Gilberto Freyre do júri não escondia que Sônia era a candidata mais pernambucana de todas.

Miss America 2013


As candidatas no Planet Hollywood (Fotos: Isaac Brekken da AP)

Aconteceu sábado à noite no Planet Hollywood Resort and Casino, de Las Vegas, a eleição da Miss América de 2013. Os apresentadores foram Chris Harrison e Brooke Burke-Charvet. A Miss Nova Iorque, Mallory Hagan, que venceu 52 candidatas foi coroada pela Miss América de 2012, Laura Kaeppeler e tem 23 anos de idade.


Ali Rogers e Mallory Hagan aguardam o resultado final

A segunda colocada foi a jovem Ali Rogers, da Carolina do Sul e na terceira colocação cicou com Alicia Clifton, de Oklahoma. Mallory ganhou uma bolsa de estudos no valor de 50 mil dólares. Miss Alabama, Anna Laura Bryan, lembrou que seu estado tem o homem mais sexy, o Channing Tatum, que esse blog publicou sua foto ontem em Porta Retratos. O concurso de Miss América foi iniciado em 1921, portanto o mais antigo de todos eles.


Laura Kaeppeler coroando Mallory Hagan

Miss Mundo de 1971

Há 40 anos, a carioca Lucia Tavares Petterle, era eleita no Royal Albert Hall, em Londres, Miss Mundo de 1971. Participaram do concurso 56 candidatas. Estava chegando ao fim os tempos dourados dos concursos de misses no Brasil. Naquele ano acontecia a 21ª versão do concurso e Lucia foi a única brasileira a ser coroada Miss Mundo. Três pernambucanas representaram nosso pais no Miss Mundo: Sonia Maria Campos (1958), Dione Oliveira (1959) e Maria Edilene Torreão (1960).

miss-mundo-llucia-peterle-cruzeiro
Lucia Tavares Petterle é a Miss Mundo de 1971 (Foto: O Cruzeiro)

As 15 semifinalistas foram Monica Fairall (África do Sul), Waltraud Luca (Austria), Valerie Roberts (Australia), Lucia Tavares Petterle (Brasil), Brucene Smith (Estados Unidos), María García (Espanha), Myriam Stocco (França), Deborah Bordallo Nelson (Guam), Nalini Moonsar (Guiana), Marilyn Ann Ward (Inglaterra), Miri Ben-David (Israel), Ava Joy Gill (Jamaica), Nalini Moonsar (Portugal), Simonetta Koh (Suécia), Ana María Padrón (Venezuela).

miss-mundo-cinco-upi
Ava Joy Gill, Ana de Almeida, Lúcia Petterle, Marilyn Ann Ward e Nalini Moonssar (Foto: UPI)

O traje tíico mais bonito foi o da Miss Filipinas, Onelia Ison José. As sete finalistas foram Brasil, França, Guiana, Inglaterra, Jamaica, Portugal e Estados Unidos. O resultado final foi Miss Mundo, a brasileira Lucia Tavares Petterle, em segundo Marilyn Ann Ward (Inglaterra), em terceiro Ana de Almeida (Portugal), em quarto Nalini Moonsar (Guiana) e em quinto Ava Joy Gill (Jamaica).