Fernando Machado

Blog

Tag restaurante

No Oleiro: Os Dois Nordestes

Rodrigo Oliveira, João Alberto e Claudemir Barros (Foto: Fernando Machado)

Milena e Manoel Ferreira (Foto: Fernando Machado)

O restaurante Oleiro Cozinha Artesanal, em Parnamirim, recebeu ontem, o festival gastronômico Os Dois Nordestes, sob o comando dos chefs Claudemir Barros e Rodrigo Oliveira, comemorando cinco meses daquele restaurante. O Chef convidado foi Rodrigo Oliveira, dono do Mocotó Restaurante, em São Paulo. Ele é paulista filho de pernambucano e o maior representante da cozinha pernambucana fora dos limites de Pernambuco.

Ed Machado, Carolina Laranjeiras e Bruno Albertim (Foto: Fernando Machado)

Erika Lacet e Duca Lapenda (Foto: Fernando Machado)

O Secretário de Cultura Gilberto Freyre Neto (Foto: Fernando Machado)

Quando foi anunciado este encontro de gastronomia as reservas se esgotaram em dois dias. O cardápio era de a gente comer rezando para Nossa Senhora Aparecida. Rodrigo apresentou dadinhos de tapioca com grãos e macadâmia, molho apimentado de manga e ceviche de peixe do dia, leite de umbu e coco fresco. Claudemir mostrou um mini carpaccio de brüllée de queijo de coalho defumado e mini chambaril vegetariano à base de caju.

Raissa Maciel, Gustavo Belarmino e Marina Simões (Foto: Fernando Machado)

Saburó e Katharina Matsumoto (Foto: Fernando Machado)

Sofia Mota e Claudemir Gomes (Foto: Fernando Machado)

Tivemos como entrada salpicão de siri, purê de mandioquinha defumada. Os pratos principais foram 2. Peixe recheado com camarão na palha, vatapá de jerimum e farofa de amendoim by o chef Claudemir Barros. E carne de sol artesanal, baião de dois cremoso pelo chef Rodrigo Oliveira. A sobremesa foi grifada pelo chef Rodrigo Oliveira e constou de frutas amarelas (crme de pequi, sorbet de butiá, compota de maracujá).  Informação importante: A executiva Sheila Wanderley passa essa semana em Brasília em reuniões com o Governo Federal. Mais poder impossível.

Thiago Vita e Silvia Lafayette (Foto: Fernando Machado)

Wanessa Lins e Wagner Ramos (Foto: Fernando Machado)

Aura lança Cardápio

Amanhã o restaurante Aura, localizado na Avenida Herculano Bandeira, 287, no Pina, estará lançando seu novo cardápio grifado pelo chef Julio Prouvot. O local é aconchegante e a comida é de fazer inveja a Marcus Gavius Apicius, um gourmet romano amante do luxo e refinado. Pois bem, no Aura, de FernandoOtávio Bandeira de Melo, dois executivos educados e vitoriosos.

Otavio Bandeira de Melo, Julio Prouvot e Fernando Bandeira de Melo (Foto: Fernando Machado)

Ontem eu tive o prazer de degustar o menu que será oficialmente apresentado amanhã por Prouvot. Os pratos têm a técnica francesa como base, mas também passeiam pelos ingredientes pernambucanos e, como disse, aquele toque apiciano. O Aura tem 60 lugares, abre para almoço de terça-feira até domingo e para jantar de terça-feira a sábado.

Edgard Homem, Wanessa Campos, Julio Prouvot e Mariana Moreira (Foto: Fernando Machado)

Degustamos o camarão rosa orgânico, falafel (origem árabe), steak tartare (carne crua picada na ponta da faca), aratu com brandade de mandioquinha e sagu crocante com páprica. Também foi servido um refrescante ceviche de peixe fresco, moqueca de guarajuba acompanhada de pirão e arroz com nozes. Inesquecível é o fettuccine artesenal com mariscos e agulhinha frita e o filé ao poivre com nhoque puxado na manteiga de tomilho.

O Chef Julio Prouvot (Foto: Fernando Bandeira de Melo)

A comida é servida em pratos de porcelana e de cerâmica, cujo mix dá aquele toque de refinamento. As sobremesas também são magníficas. Prove o fondant de chocolate com sorvete, terrine de chocolate com  avelã, torta espanhola de queijos, pão-de-ló com recheio de chocolate e sorvete de queijo do reino. Fernando, Otávio e Julio eu sai do Aura com aquele gostinho de quero mais.

 

Anotações do Cotidiano

O restaurante Tempero da Rosa, localizado Hotel Central, na Boa Vista, será repaginado pelas arquitetas Daniela Dambros e Patrícia Cretton. “Vamos recuperar, resgatar a história de parte desse edifício tão querido dos pernambucanos”, diz Daniela. Para quem não conhece, o Tempero da Rosa de Rosa Maria, serve uma culinária pernambucana de raiz. Anote: as quartas têm peixada e nas quintas cozido com pirão de costela. Rosa, a proprietária, cozinha há, apenas, 40 anos.

Daniel Dambros observando como será o novo vizoo ao lado de Rosa Maria (Foto: Divulgação)

Sábado a Ca’dore Comida Descomplicada comemorou seu aniversário de dois anos e para tornar o dia ainda mais especial, a primeira vila gastronômica de Curitiba preparou uma festa com diversas atrações. Para compartilhar a felicidade deste grande dia, a Ca’dore promoveu uma ação com pratos e outros produtos em dobro para os clientes aproveitarem o dia da melhor forma e com o melhor da gastronomia descomplicada. A animação ficou por conta das bandas Old Roosters e Tiago Martins Dui.

As Bodas de Prata do Entre Amigos

Joana Darc Farias e o filho Eduardo (Foto: Fernando Machado)

Nayara e Raimundo Dantas (Foto: Fernando Machado)

O Restaurante e Bar Entre Amigos, o Bode, em Boa Viagem, foi fundado no dia 12 de janeiro de 1994, por Joana Darc e Roberto Farias, Najara e Raimundo Dantas. O primeiro prato a ser servido foi bode guisado, mas a cozinheira carregou no colorau e foi um desastre. Então os sócios resolveram trocá-lo por bode assado e virou mania. Tudo começou numa banca de revista e atualmente um bem sucedido negócio, com três unidades.

Andre Araujo, Alexandre Rands, Ronald Melo, Raimundo Dantas, Iuri Maia Leite (Foto: Fernando Machado)

O coquetel para comemorar os 25 anos de sua fundação teve como anfitriões Roberto mas por motivos de doença em família não pode comparecer e foi substituído pela esposa Joana e o filho Eduardo Farias, além dos sócios Nayara e Raimundo Dantas. O prato de resistência do restaurante é o bode, mas tem como contraponto carne de sol e também o segmento japonês, onde se pode degustar sushis e sashimis. E tem a frente o sushiman Marcos Tonynaga.

Isabel Ribeiro, Hugo Pordeus e Vivian Loureiro (Foto: Fernando Machado)

Pois bem terça-feira o primeiro andar de o Bode estava com um publico de convidados de 80 pessoas, para festejar a data. A decoração foi grifada por Robson Chagas que usou arranjos sobre as mesas com sorvetes, barão do imperador, bromélias, gipsofilas e urucus, assim como em alguns recantos do salão. O projeto da casa é dos arquitetos Alexandre Mesquita e Alexana Vilar. A animação ficou por conta da Claudinha Beija e Banda, por sinal excelentes.

Felipe Maia e Suelen Farias (Foto: Fernando Machado)

O mestre de cerimônia foi Luiz Moury Fernandes. Antes de começar os discursos, a jornalista Isabel Ribeiro declamou uma poesia de cordel, escrita pela própria e distribuída entre os que foram prestigiar as Bodas de Prata de O Bode. Entre outras coisas diz o cordel: “Há vinte e cinco anos / numa banca de revista / um bode se destacou / mais que fofoca de artista / Nem o jornal mais lido / Nem a tão famosa Veja / e o que mais se destacava / era o bode com cerveja.

As jornalistas Tatiana Meira, Luciana Torreão e Taciana Antunes (Foto: Fernando Machado)

Depois falaram Raimundo Dantas, visivelmente emocionado; sua esposa Nayara Dantas; Eduardo Farias, Suellen Farias e Joana Farias. Ainda tivemos um spot e depois a exibição de um vídeo sobre o Restaurante e Bar Entre Amigos, o Bode. O bufê assinado pelo chef Felipe Mirasierrras foi de se comer rezando para Padre Cícero Romão Batista. O bufê assinado pelo chef Felipe Mirasierrras foi de se comer rezando para Padre Cícero Romão Batista.

Eduardo Farias, Iuri Maia Leite e Raimundo Dantas (Foto: Fernando Machado)

No cardápio dadinho de tapioca com carne seca, arrumadinho de (bode, carne de sol de bode), feijão verde, farofa e vinagrete; macaxeira frita com carne de sol e chimichurri, caudilho de feijão com torresmo carne seca, camarão com queijo coalho e tomates ralados; canapé de bacalhau com tapioca e ceviche do shushi Entre Amigos. Para sobremesa: mini chocolates e mini profiteroles recheados. Na saída todos receberam como brinde uma cerâmica da artista plástica Jacira Lucena, com os dizeres: Muito obrigado por fazer parte da nossa história.