Fernando Machado

Blog

Tag patrimonio

O centenário do Maracatu de Baque Solto

O Cambinda Brasileira, agremiação de Maracatu de Baque Solto mais antiga do país em atividade ininterrupta, vai comemorar 100 anos. E a pesquisadora e jornalista Adriana Guarda e o fotógrafo Heudes Regis vão contar um pouco desta trajetória por meio de uma série de vídeos, fotos e entrevistas que são publicados semanalmente em blog e nas redes sociais.

Não deixem esse brinquedo morrer (Foto: Heudes Regis)

Além disso, o projeto lançará e distribuirá gratuitamente uma revista sobre o Cambinda Brasileira e realizará uma série de palestras gratuitas sobre Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco para estudantes da rede pública de ensino. Adriana e Heudes prometem muita novidade nesta ação.

Notícias de Sergipe

A Comissão Estadual Coordenadora das Comemorações Cívicas da Semana da Pátria 2017 foi instalada quinta-feira, em solenidade realizada no Museu da Gente Sergipana. A comissão, criada será presidida pelo secretário de Estado da educação, Jorge Carvalho, e deverá incentivar as manifestações de civismo do povo, propiciar maior brilho às comemorações dos 195 anos da Independência do Brasil e criar condições favoráveis à exaltação do sentimento patriótico da juventude e da comunidade.

O prefeito Marcos Santana comemorando a data com estudantes da cidade (Foto: Divulgação)

O dia 1º de agosto é uma data representativa para São Cristóvão. E os sancristovenses desde essa data estão celebrando os sete anos da chancela de Patrimônio Cultural da Humanidade da Praça São Francisco, título entregue pela UNESCO, que reconhece o valor arquitetônico, histórico e cultural, que remete à criação das bases do povo sergipano. De acordo com o prefeito Marcos Santana, a comemoração do título precisa ser celebrada em comunhão com a população

Patrimônio Vivo de Pernambuco

Esta coluna aplaude a escolha do Maestro Ademir Araújo como Patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco. Quem informou foi José Fernando de Souza, que o define como “uma criatura excepcional, daquelas cuja definição pode ser reduzida a poucas palavras: ele é um homem bom.” Compositor, instrumentista, arranjador, regente e, acima de tudo, mestre. Este é o folclorista Ademir Souza Araújo, Maestro Formiga, como também é conhecido. E como dizia o famoso pernambucano Chacrinha “ele merece”, ou então “Ele vai para o trono não vai?”

ademir-araujo-fernando-machado

Maestro Formiga (Foto: Fernando Machado)

Ademir Araújo que nasceu no Recife, em 15 de outubro de 1942, é um dos nomes mais respeitados do frevo, pela sua geração e por nomes da atual cena musical pernambucana. Músico autodidata, começou ainda muito jovem, vindo das bandas de música do Recife. Aos 19 anos, compôs o frevo No ano 2000, já demonstrando que sua mente irrequieta sempre mirou à frente do seu tempo. À frente da Orquestra Popular do Recife, Maestro Formiga tem feito trabalhos memoráveis, a partir da reinvenção do frevo, colocando-o em contato com o que há de mais contemporâneo na música.

No mundo da música

Os construtores de órgãos de tubos os franceses Daniel Birouste e Bertrand Lazerme estão de volta ao Recife. Desta feita eles chegarão esta semana para participar da Semana da Música na UFPE. No dia 24, das 10h às 12h, eles vão fazer uma mesa-redonda no Centro de Artes e comunicação na UFPE. Daniel e Bertand vão abordar o renascimento da Fatura de Órgãos no Rio de Janeiro via um programa singular de formação profissional e a perspectiva para um renascimento da Fatura de Órgãos em Pernambuco

Na próxima quarta-feira, às 18h, na Igreja da Madre Deus, haverá uma conferência ilustrada. Para quem não sabe a Madre de Deus tem um dos raros órgãos da cidade. O tema do encontro é Mistérios e maravilhas do Órgão: um instrumento ignorado. É bom lembrar que Daniel e Bertrand estão fazendo um trabalho maravilhoso no Rio de Janeiro e com isso querem sensibilizar ao patrimônio histórico no Nordeste.