Fernando Machado

Blog

Tag Memoria

Noticias de Alagoas

As ações de aproximação entre o passado e o presente, de forma dinâmica e interativa, tiveram início quinta-feira, com a edição 2018 do projeto Chá de Memória, promovido pelo Gabinete Civil, por meio do Arquivo Público de Alagoas. Em palestra para dezenas de estudantes dos cursos de História e Biblioteconomia da Universidade Federal de Alagoas, a bibliotecária Wilma Nóbrega e a especialista em restauração, Dalmarys Pugliese, abordaram o tema Preservar, para não restaurar.

Os serviços e oportunidades de emprego oferecidos pelo Sine Maceió foram apresentados durante uma palestra realiza pela Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária no Centro de Integração Empresa Escola. O diretor da Secretaria, Paulo Marinho, aproveitou o momento para apresentar aos jovens aprendizes em formação o que podem encontrar no posto de atendimento da Prefeitura.

Notícias da Bahia

Com um show com canções dos seus grandes ídolos, Daniel Boaventura volta a tocar em Salvador. O show acontece nos dias 5 e 6 de maio, às 21h, no Teatro Castro Alves. Fãs do cantor, músico e ator já podem adquirir seus ingressos. Os bilhetes estão à venda  pela internet, no site do Ingresso Rápido e nas bilheterias do Teatro Castro Alves e dos Sac’s dos Shoppings Barra e Bela Vista. Daniel  Boaventura fará uma homenagem a dois de seus ídolos, Frank Sinatra e Tom Jobim.

O cantor Daniel Boaventura (Foto: Marlos Rodrigues)

Mais de 10 mil itens, entre documentos textuais, iconográficos e bibliográficos, que pertenciam ao ex-governador Roberto Santos agora integram o Centro de Memória da Bahia. O acervo documental que guarda parte importante da memória política e histórica do médico, professor e político, e também do estado foi transferido pelo ex-governador à Fundação Pedro Calmon, gestora do centro. O Termo de Doação foi assinado sexta-feira durante cerimônia no Palácio da Aclamação, em Salvador.

Parabéns, Evaldo Costa!

O final de tarde de ontem foi dos mais importantes para nós pesquisadores. É que o governador Paulo Câmara inaugurou  a restauração da sede do Arquivo Público Estadual, na Rua do Imperador. A reforma, que custou R$ 400 mil, possibilitou que o edifício voltasse a ter as formas e as cores originais de 1930. Além das intervenções físicas, o órgão também passa por mudanças que proporcionarão mais velocidade e conectividade. Durante a solenidade, o chefe do Executivo estadual assinou três termos de compromisso referentes à digitalização e à gestão dos documentos.

d-evaldo-sota-paulo-camara-roberto-pereira

Evaldo Costa e Paulo Câmara diante da Galeria de ex diretores (Foto: Roberto Pereira)

O Arquivo Público de Pernambuco é uma memória viva do Estado, tendo um acervo muito grande da nossa história. Pela sua importância, precisava passar por restaurações. E, agora, o Arquivo terá a oportunidade de estar integrado com o que está acontecendo no mundo. Tudo isso a partir da digitalização e das novas formas de arquivar, pontuou Paulo Câmara, complementando que essa integração fará com que o órgão passe a ser mais acessível para a população.

d-paulo-ana-luisa-camara-evaldo-costa-nadya-alencar-roberto-pereira

Paulo e Ana Luiza Câmara, Evaldo Costa e Nadya Alencar (Foto: Roberto Pereira)

Informação importante: Quem for ao prédio do Arquivo Público simbolicamente pisará em parte de nossa história. Foi lá que ficou preso Frei Caneca. Precisa dizer mais alguma coisa? O blog estende o tapete vermelho para o seu gestor, o jornalista Evaldo Costa que compreendeu a importância da instituição. O Arquivo Público de Pernambuco foi criado no dia 4 de dezembro de 1945, de pelo interventor José Neves e teve como primeiro gestor Jordão Emerenciano.

Os Monstros Sagrados do Rádio

Pernambuco foi o pioneiro em termos de radiodifusão, apesar de alguns creditarem ao Rio de Janeiro. Foi entre as décadas de 30 e 50 que o rádio no Brasil viveu seus momentos de glamour. A Rádio Clube de Pernambuco foi inaugurada no dia 6 de abril de 1919, a Rádio Jornal do Commercio no dia 3 de julho de 1948 e a Rádio Tamandaré no dia 31 de março de 1951. Poderíamos citar outras emissoras, porém neste momento, lembro-me da Radio Olinda, da Rádio Continental, e da Radio Capibaribe.

b-linda-maria-adaura-barreto-carmen-towar

Linda Maria, Adaura Barreto e Carmen Towar (Foto: Fernando Machado)

Até a chegada da televisão o rádio era o must no Brasil, pois bem os anos dourados do nosso radio foram recordados sábado, no Papa Capim, durante um almoço organizado pela radialista Carmen Towar. Temos que tirar o chapéu para esta artista que consegue reunir tanta gente boa daquela época. Carmen é presidente da Associação dos Artistas da Época de Ouro do Radio de Pernambuco. Carmen Towar é a musa da golden age of radio.

b-geny-lyra-luiz-maranhao-filho

Geny Lyra e Luiz Maranhão Filho (Foto: Fernando Machado)

Durante o encontro tivemos momentos grandiosos, com bate papos, musica e acima de tudo confraternização. Alguns deles levaram seus álbuns e com eles fiz um tour inesquecível. Pude recordar dos programas que marcaram suas vidas, como o Clube dos Ouvintes, Eles dois e Alguém Mais, Repórter Esso, Clube da Dona de Casa, A Felicidade Bate à sua Porta, Varietê, Variedades Fernando Castelão, Carrossel, Caixinha de Pedido, as novelas como Jerônimo, o Herói do Sertão, Os Que não Devem Nascer, O Direito de Nascer, O Homem da Casa Vermelha, e por ai vai.

b-hugo-martins-claudio-de-almeida

Hugo Martins e Claudio de Almeida (Foto: Fernando Machado)

Esse foi o segundo encontro que tive a alegria de participar. O primeiro aconteceu no dia 21 de novembro de 2013, também no Papa Capim. O primeiro a cantar foi Walter Lins, depois veio Humberto Barradas, José Bonald e Claudio de Almeida, que em 1946 foi considerado o Melhor Cantor. Também falaram Hugo Martins que este ano comemora o Jubileu de Ouro do seu programa de Frevo, Luiz Maranhão Filho (seu pai implantou o radio teatro na Radio Clube), Geny Lyra e encerrando Carmen Towar.

b-humberto-barradas-gueida

Roberto Barradas e Gueida (Foto: Fernando Machado)

Nossa memória faz uma viagem pelo túnel do tempo e lembro de Nerize Paiva, Carmen Towar, Arlete Sales, Sonia Maria, Cacilda Lanuza, Creusa de Barros, Creuza Cunha, Voleide Dantas, Manaoel Malta, Eunice Paiva, Claudionor Germano, Meves Gama, Marilene Silva, Dea Soares, Maria e Salomé Parisio, Amarilio Niceas, Cesar Brasil, Doris Sandra, Maria Celeste, Nelson Ferreira, Odete Cahu, Irmãs Acyoman, Dantas de Mesquita, Jacques Gonçalves, Albuquerque Pereira, Fernando Cascudo, Alcides Teixeira, José de Almeida Castro, Edson Rubi, Rosa Maria, Rui Cabral, Zita Moreira, Jorge José Santana.

b-ribas-neto

Ribas Neto (Foto: Fernando Machado)

Ainda Linda Maria, Palmira Pereira, Luiz Maranhão Filho, Ernane Seve, Clovis Paiva, Guedes Peixoto, Walter Lins, Luiz Geraldo, Adaura Barreto, Geraldo Freire, Geraldo Liberal, Expedito Baracho, Leda Prysthon, Aldemar Paiva, Hugo Martins, Mercedes del Prato, Glauce Bandeira, Aloisio Pimentel, Luiz Noriega, Gino Cesar, Lelino Manzela, Nilson Lins, Alcinda Beltrão, Paulo Marques, Almir Tavora, Cláudio de Almeida, Paulo Duarte, Raimundo Santos, Elita Souza, Irma Santos, Rudy Barbosa, Ernane Dantas, Mario Teixeira, Miria Nunes, Almerita Ferreira, Antônio Laborda.

b-walter-lins-nise

Walter Lins e Nise (Foto: Fernando Machado) 

Também Dolores Brandão, Geny Lyra, Jaciara Albuquerque, José Tobias, Clovis Pereira, Abílio de Castro, Edson Almeida, Etiene Rodrigues, Mônica Maria, Walter Spencer, Luiz Cavalcante, A. G. Melo Junior, Adelmo Cunha, Adelmo Thiné, Alberto Lopes, Brivaldo Franklin, Barbosa Filho, Francicleide Torres, Inalva Pires, Carmen Dolores, Fernando Ramos, Irapuan de Albuquerque, Jomeri Pozzolli, Genilvaldo Di Pacci, José Renato, Evaldo França, Clóvis Neves, José Santa Cruz, Torres Filho. Emanuel Rezende, Geovani Siqueira, Pollyana, Antenor Aroxa e Ziul Matos.