Fernando Machado

Blog

Categoria Momento de Reflexão

A Missa em Ação de Graças para Marcelo Simon

Marcelo de Lucas Simon e Ângela com o Padre Ivan (Foto: Fernando Machado)

O Salão Itapissuma, do Internacional Palace Hotel, em Boa Viagem, virou uma capela ontem, para receber a Missa de Ação de Graças pelos 90 anos do empresário Marcelo de Lucas Simon. Pense numa cerimônia religiosa bonita e emocionante. O ministério musical ficou por conta do Grupo Musical Barros in Concert.

Ana Karina e Marcelo de Lucas Simon Filho (Foto: Fernando Machado)

O trio formado pelo Barros vocalista e sintetizador digital, a violoncelista Rosilda Vasconcelos e o violinista Mauricio Branco. Sobre o altar repousa um crucifixo de prata, dois castiçais com velas brancas e a Bíblia Sagrada, atrás uma arca ou oratório antigo, e dentro dele as imagens de São José de Botas e de Nossa Senhora da Conceição, do século XIX. A decoração foi de Silvio Medeiros.

Roberta Queiroz e Carlos Eduardo Cardoso (Foto: Fernando Machado)

Marcelo e sua Ângela entraram pela nave central ao som da Oração da Família do Padre Zezinho. Até o final, onde pudemos ouvir a musica Nossa Senhora de Roberto Carlos, em homenagem à Maria, tivemos muitos hinos, como Vem Eu Mostrarei, Perdão Senhor, Tudo é do Pai, É Impossível, Um coração para Amar e Como é Grande o meu amor por você.

Padre Ivan e Ana Karina Lindoso Simon (Foto: Fernando Machado)

A comentarista foi a nora do aniversariante, Ana Karina Simon. A primeira leitura coube à neta Maria Carolina e a oração da Assembleia foi lida pelos netos João Victor, Marcelo e Luiz Felipe. A homilia do Padre Ivan foi belíssima tendo como tema central a gratidão e frisou “Marcelo continue ouvindo a voz de Deus”, que seu mundo continuará maravilhoso, e reza o hino “Sem merecer fizeste em mim tua morada”. Amanhã, o blog, terá a reportagem do almoço que Ângela e Marcelo ofereceram aos amigos.

O Grupo Musical Barros in Concert (Foto: Fernando Machado)

III Congresso Eucarístico Nacional

Há 80 anos, acontecia no Parque 13 de Maio, o encerramento do III Congresso Eucaristico Nacional. Às 8h, tivemos o hasteamento da bandeira nacional, depois Missa Eucarística, conduzida pelo cardeal primaz do Brasil, Dom Augusto Álvaro da Silva.

A Procissão Eucarística saindo da Madre Deus (Foto: Diário da Manhã)

O cardeal Sebastião Lema quando discursa no Campo das Princesas (Foto: Diário da Manhã)

Depois tivemos a procissão eucarística, saindo da Madre Deus. Às 17h, o interventor Agamenon Magalhães ofereceu uma recepção no Campo das Princesas aos cardeais e autoridades. Tivemos um concerto com a banda da Brigada Militar. No final Dom Sebastião Leme ergueu um brinde.

Primeira Comunhão de Adrien

Adrien quando comungava e depois (Fotos: Instagram)

Meu sobrinho neto, Adrien, fez sua primeira comunhão sábado passado, na Igreja de Santa Mônica, em Manhattan, Nova York. Ela faz parte do complexo de três igrejas Santa Monica, Santo Estevão da Hungria e Santa Elizabete da Hungria. As três se tornaram uma porque a comunidade húngara que lá vivia foi embora do bairro.

Adrien ao lado dos colegas da escola (Foto: Instagram)

Adrien fez parte do grupo de 38 alunos da sua escola Santo Estevão da Hungria. A cerimônia religiosa foi conduzida pelo Padre Baker. Na missa do domingo Adrien foi coroinha e o padre mencionou que ele tinha feito a Primeira Comunhão. Os fiéis aplaudiram muito e ele ficou muito feliz. Adrien é filho de Marcela e Julien Vanegue.

Marcela, Julien, Louis, Adrien e Clovis (Foto: Instagram)

Recitação do Terço de N. S. de Fátima

Frei Amilton e Misa Lilioso (Foto: Fernando Machado)

Os seminaristas Davi Melo e Wesley de Souza (Foto: Fernando Machado)

Há 46 anos, que a família de Misa Lilioso promove a abertura solene do mês mariano. Quarta-feira, Misa e sua irmã Cira, comandaram na sua residência da Encruzilhada, mais uma recitação do Terço de Nossa Senhora de Fátima. Uma imagem da Santa, adquirida em Fátima, Portugal, repousava num altar suspenso num galho de Mussaenda, em volta dela gérberas, sorriso de Maria e margaridas, nas cores amarela, vermelha e rosa.

O tenor Agripino Santos (Foto: Fernando Machado)

Coube ao provincial dos Franciscanos, Frei Amilton, dirigir o terço, Carmelo Ribeiro conduzir os mistérios e o tenor Fábio Leonardo de Lima a parte musical. Um coral de 50 vozes começou os trabalhos cantando “Neste dia, ó Maria, nós te damos nosso Amor / Céus e terra estão cantando / Celebrando o teu louvor”. Frei Amilton na sua homilia falou do sentido da água e no final depois aspergiu água benta nos fiéis.

Célia Rodrigues Campos, Emília França e Socorro Pinto (Foto: Fernando Machado)

Encerrada recitação do Terço foi servido um lanche. No cardápio: pães de metro, salgadinhos, torta salgada, creme de queijo, bolos (rolo tradicional, rolo português, noiva, pé de moleque, chocolate branco e preto). E como Misa adora uma cantoria Fábio Leonardo cantou a Ave Maria de Gounot e Regina Coeli. Os seminaristas Wesley de Souza e Davi Melo interpretou respectivamente a Ave Maria Sertaneja e a Salve Rainha em Latim.

Fabio Leonardo de Lima e Rachel Suassuna (Foto: Fernando Machado)

Informação religiosa: A origem do Terço é muita antiga. Remonta aos anacoretas orientais que usavam pedrinhas para contar suas orações. Em 1328, segundo a lenda, Nossa Senhora apareceu a São Domingos, recomendando-lhe a sua reza para salvação do mundo. Portando nasceu assim à devoção do Rosário, que significa coroa de rosas oferecidas a nossa Senhora.

Luiz Humberto Mendes e sua mãe, Leyla Mendes  (Foto: Fernando Machado)

Os promotores e divulgadores desta devoção foram as Confrarias do Rosário. O Papa Pio V (1504/1572) encorajou a prática da sua recitação, que se tornou oração popular predileta da cristandade. Esta oração foi recomendada na França, por Nossa Senhora de Lourdes e em Portugal, por Nossa Senhora de Fátima, que ao aparecer em Fátima, pediu aos pastorezinhos: “Meus filhos rezem o terço diariamente”.

Rachel Suassuna, Inês Correia, Walmira Carvalho e Fátima Campos (Foto: Fernando Machado)

Luciana Monte e Carmen Farias (Foto: Fernando Machado)