Pausa poética

“É que tem mais chão nos meus olhos do que cansaço nas minhas pernas, mais esperança nos meus passos do que tristezas nos meus ombros, mais estrada no meu coração do que medo na minha cabeça”. Cora Coralina