Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Dia para fecundar ilusões / em que o meu corpo se acalme sem o teu / corpo que não me chegou por nenhuma via, / e o meu cérebro apodreça com sedativos / vaporosos.” Juareiz Correya

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.