Fernando Machado

Blog

O camarote do Governador

O camarote do Governo do Estado ficou localizado na Torre Malakoff, nos arredores do Porto do Recife, onde funcionou o Arsenal da Marinha. O nome teve origem por conta da Guerra da Crimeia (1953-1855), que o Diário de Pernambuco divulgava nas suas páginas e ganhou notoriedade entre os pernambucanos. Datado de 1853, também chamado Portão Monumental do Arsenal de Marinha, a Torre Malakoff, tem uma arquitetura sensacional e recheada de histórias.

t-alberto-feitosa-arisio-coutinho
Alberto Feitosa e Arisio Coutinho (Fotos: Fernando Machado)

O pólo recebeu uma decoração simples, mas muito bonita e colorida. Sobre os foliões caiam lustres feitos de serpentinas coloridas. De parabéns o decorador Fred Castro. O bufê foi da Portofino, de Jane Suassuna. Lá foi o point da jeunesse dorée, à frente João Campos e Arthur Arraes. Terça-feira a Torre estava em ritmo de despedidas. No palco a banda D’Breck que levou a turma ao frisson. Já era Quarta Feira de Cinzas quando entrou a Spok Frevo Orquestra que incendiou o salão. E sabe qual a foi a última música que Spok tocou? Vassourinhas, de Joana Batista Ramos e Mathias da Rocha.

t-antonio-figueira-jo-padrericado-rezende2
Antônio Figueira, Jô Mazzarolo e Ricardo Rezende

E não poderia ser outra, afinal de contas queira ou não queira os coordenadores do carnaval do Recife Vassourinhas é o nosso hino. Recebendo os convidados estavam o secretário Alberto Feitosa, Hamilton Falcão e Luciana Carvalho. Entre as presenças anotamos os secretários Antônio Figueira, Mario (Luciana) Albuquerque e Sileno (Maria Eduarda) Guedes, Jô Mazzarolo ciceroneando o coordenador da ONG carioca Movimento Humanos Direitos, padre Ricardo Rezende, Ariolo (diretor de programação da Globo) Coutinho, Celso Assunção, Silvio Meira e Cátia Betlem, Sergio Aroucha, Silvana e João Mauricio Alcoforado.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.