Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“O mundo quer-me mal porque ninguém tem asas como eu tenho”. Florbela Espanca (1894/1930)

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.