Fernando Machado

Blog

Recitação do Terço de N. S. de Fátima

Frei Amilton e Misa Lilioso (Foto: Fernando Machado)

Os seminaristas Davi Melo e Wesley de Souza (Foto: Fernando Machado)

Há 46 anos, que a família de Misa Lilioso promove a abertura solene do mês mariano. Quarta-feira, Misa e sua irmã Cira, comandaram na sua residência da Encruzilhada, mais uma recitação do Terço de Nossa Senhora de Fátima. Uma imagem da Santa, adquirida em Fátima, Portugal, repousava num altar suspenso num galho de Mussaenda, em volta dela gérberas, sorriso de Maria e margaridas, nas cores amarela, vermelha e rosa.

O tenor Agripino Santos (Foto: Fernando Machado)

Coube ao provincial dos Franciscanos, Frei Amilton, dirigir o terço, Carmelo Ribeiro conduzir os mistérios e o tenor Fábio Leonardo de Lima a parte musical. Um coral de 50 vozes começou os trabalhos cantando “Neste dia, ó Maria, nós te damos nosso Amor / Céus e terra estão cantando / Celebrando o teu louvor”. Frei Amilton na sua homilia falou do sentido da água e no final depois aspergiu água benta nos fiéis.

Célia Rodrigues Campos, Emília França e Socorro Pinto (Foto: Fernando Machado)

Encerrada recitação do Terço foi servido um lanche. No cardápio: pães de metro, salgadinhos, torta salgada, creme de queijo, bolos (rolo tradicional, rolo português, noiva, pé de moleque, chocolate branco e preto). E como Misa adora uma cantoria Fábio Leonardo cantou a Ave Maria de Gounot e Regina Coeli. Os seminaristas Wesley de Souza e Davi Melo interpretou respectivamente a Ave Maria Sertaneja e a Salve Rainha em Latim.

Fabio Leonardo de Lima e Rachel Suassuna (Foto: Fernando Machado)

Informação religiosa: A origem do Terço é muita antiga. Remonta aos anacoretas orientais que usavam pedrinhas para contar suas orações. Em 1328, segundo a lenda, Nossa Senhora apareceu a São Domingos, recomendando-lhe a sua reza para salvação do mundo. Portando nasceu assim à devoção do Rosário, que significa coroa de rosas oferecidas a nossa Senhora.

Luiz Humberto Mendes e sua mãe, Leyla Mendes  (Foto: Fernando Machado)

Os promotores e divulgadores desta devoção foram as Confrarias do Rosário. O Papa Pio V (1504/1572) encorajou a prática da sua recitação, que se tornou oração popular predileta da cristandade. Esta oração foi recomendada na França, por Nossa Senhora de Lourdes e em Portugal, por Nossa Senhora de Fátima, que ao aparecer em Fátima, pediu aos pastorezinhos: “Meus filhos rezem o terço diariamente”.

Rachel Suassuna, Inês Correia, Walmira Carvalho e Fátima Campos (Foto: Fernando Machado)

Luciana Monte e Carmen Farias (Foto: Fernando Machado)

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.