Fernando Machado

Blog

Não Podemos esquecê-los

Em Memória dos que foram assassinados pelo Brasil Livre do Comunismo lembramos, hoje, aqueles de 1969: os soldados Naul José Montovani, Guido Boné, Natalino Amaro Teixeira, Aparecido dos Santos Oliveira, Mauro Celso Rodrigues, João Guilherme de Brito, Abelardo Rosa Lima, Romildo Ottenio e Elias dos Santos; o subtenente PM Joel Nunes; as donas de casa Alzira Baltazar de Almeida e Sulamita Campos Leite, o lavrador Edmundo Janot, o inspetor de policia Cecildes Moreira de Faria; os guardas civis José Antunes Ferreira e Orlando Pinto da Silva. 

Os civis Manoel da Silva Dutra e Nilson José de Azevedo Lins; o motorista Francisco Bento da Silva; o vigia bancário Luiz Francisco da Silva, os bancários Orlando Girolo e José Santa Maria; os investigadores José de Carvalho e Estela Borges Morato; o taxista Cidelino Palmeiras do Nascimento, o comerciário José Getúlio Borba; o cobrador de ônibus Samuel Pires; o comerciante Kurt Kriegel; o gente da PF Cláudio Ernesto Canton, o guarda particular Euclídes de Paiva Cerqueira e o protético Friederich Adolf Rohmann.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.