Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

“Que a voz do poeta nunca se levante para ter ressonâncias nas alturas”. Mauro Mota (1911/1984)

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.