Fernando Machado

Blog

Pausa Poética

são-bento

“Cruz Sagrada seja minha luz, / não seja o dragão o meu guia. / Retira-te, Satanás! / Nunca me aconselhes coisas vãs. / É mal o que tu me ofereces, / Beba tu mesmo o teu veneno! Amém”. São Bento (480/547)

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.